Furacão faz três no Coxa e sai na frente na decisão do Paranaense

image_pdfimage_print

O Atlético Paranaense fez valer o fator casa na Arena da Baixada e bateu o rival Coritiba por 3 a 0, na primeira partida das finais do Campeonato Paranaense 2016. O resultado é um grande passo para o Rubro-Negro acabar com o jejum de títulos, já que não levanta uma taça desde o Estadual de 2009.

Depois de uma primeira etapa brigada, mas com poucas chances reais, depois do intervalo, aos sete minutos, Léo cruzou e Thiago Heleno cabeceou para as redes, abrindo o placar. Aos 19 minutos, Ewandro aproveitou falha defensiva para aparecer com liberdade e ampliar. De falta, aos 23 minutos, Hernani fez um belo gol para fechar a contagem.

As equipes voltam a se encontrar no próximo final de semana, desta vez no Estádio Couto Pereira. O Furacão pode perder por até dois gols de diferença que ainda assim ficará com o título Estadual.

O jogo – O técnico Paulo Autuori surpreendeu ao promover algumas alterações não esperadas, como a entrada de Ewandro no lugar de Marcos Guilherme e Hernani na vaga de Jadson, ambos por opção técnica. Com a bola rolando, o clima era tenso em campo, com algumas disputas mais viris. Faísca entre Negueba e Hernani, que levou a pior com um corte na cabeça. Na sequência, Léo e Kléber também trocaram gentilezas. Futebol mesmo somente aos seis minutos, em chute de primeira de Walter que exigiu grande defesa de Elisson.

O Furacão tinha maior posse e tentava pressionar, enquanto o Coxa se postava na defesa. Aos 14 minutos após troca de passes, Pablo arriscou o chute de longe, por cima a meta. Aos 19 minutos, Léo cruzou, Walter se desequilibrou e a bola sobrou para Ewandro, que arrematou com perigo. Em uma rara chegada alviverde, aso 23 minutos, Kléber ensaiou um chute e foi travado por Paulo André.

O torcedor, que não lotou a Arena, tentava empurrar, mas o ritmo da partida caiu bastante. Para tentar quebrar um pouco a monotonia, Walter soltou uma bomba, aos 32 minutos, para grande defesa de Elisson. O Atlético tentava ir para o intervalo com vantagem e voltou a acelerar. Aos 42 minutos, Sidcley partiu para a jogada individual e cruzou para Ewandro chegar chutando forte, por cima do gol.

Para a segunda etapa, as equipes retornaram sem modificações. Aos cinco minutos, Reginaldo chutou de longe e mandou por cima da meta. Até que, aos sete minutos, Nikão cobrou falta para Léo, que cruzou na medida para Tiago Heleno testar para o fundo das redes e abrir o placar. O Furacão seguia mais ousado e, aos 10 minutos, foi a vez de Hernani bater de longe e isolar.

Após lançamento para Ewandro, aos 19 minutos, o atacante aproveitou cochilo da defesa para aparecer na frente do goleiro e tocar no canto para marcar o segundo. O Alviverde tentou responder, um minuto depois, com Negueba, que chutou para boa intervenção de Weverton. Mas, aos 23 minutos, Hernani cobrou falta com perfeição para fazer o terceiro.

Hernani recebeu o segundo cartão amarelo, aos 30 minutos, deixando o Rubro-Negro com um a menos em campo. Aos 33 minutos, Ruy partiu em velocidade, mas se precipitou e chutou de longe, sem perigo. Aos 41 minutos, Ruy cobrou fala e Pablo subiu no segundo andar para afastar o perigo da área atleticana. O Furacão soube administrar o resultado e saiu de campo com grande vantagem para o segundo jogo.

ATLÉTICO-PR 3 X 0 CORITIBA

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data: 1º de maio de 2016, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Rafael Traci

Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Jefferson Cleiton Piva da Silva

Cartões amarelos : Deivid, Paulo André, Vilches, Weverton e Hernani (Atlético-PR); Reginaldo, João Paulo e Vinícius (Coritiba)

Cartão vermelho : Hernani (Atlético-PR)

Gols

ATLÉTICO-PR: Thiago Heleno, aos 07 minutos, Ewandro, aos 19 minutos e Hernani, aos 23 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo (Cleberson), Paulo André, Thiago Heleno (Vilches) e Sidcley; Hernani, Deivid, Pablo e Ewandro (Jadson); Nikão e Walter

Técnico: Paulo Autuori

CORITIBA: Elisson; Reginaldo, Juninho, Luccas Claro (Walisson Maia), Carlinhos; João Paulo, Alan Santos, Thiago Lopes (Ruy); Vinícius (Leandro), Negueba e Kleber Gladiador.

Técnico: Gilson Kleina

Por Gazeta Esportiva

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981151332 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)  (093) 35281839  E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: