Abel Ferreira desembarca no Brasil e projeta desafio no comando do Palmeiras

image_pdfimage_print

Contratado para assumir o comando técnico do Palmeiras, Abel Ferreira desembarcou no Aeroporto de Guarulhos, esta manhã. Acompanhado de quatro membros de sua futura comissão no Verdão, o treinador parou para falar brevemente com a imprensa. – (Foto:Reprodução)

O português deixou o PAOK, da Grécia, e assinou contrato até 2022 junto ao Alviverde.

Abel não escondeu que tem a expectativa de fazer um grande trabalho à frente do Palmeiras, não poupando elogios ao material humano e à estrutura de seu novo clube. O treinador também comentou sobre a pressão que enfrentará no desafio que terá início nesta semana. “Peço desculpas, estou extremamente cansado, foram dias muito intensos, tem o fuso-horário, acabei de chegar depois de uma viagem de noite. Acima de tudo, com muita motivação de fazer história aqui”, afirmou.

“É um grande clube, com um grande elenco e com uma grande academia. Oferece todas as condições para que os profissionais tenham sucesso. É um projeto com subsídio. É verdade que ainda tinha mais dois anos de contrato, todas as partes tiveram que abdicar. Sabemos que há muito exigência e cobrança aqui, mas é assim que gosto de viver o futebol”, completou o treinador. Para contar com o português, o Verdão teve que pagar a multa rescisória do profissional junto ao PAOK.

Além de Abel, desembarcaram no aeroporto os auxiliares Carlos Martinho e Vitor Castanheira, assim como o preparador físico João Martins e o analista de desempenho Tiago Costa. Todos serão integrados à comissão técnica do Alviverde.

Abel rumará para a Academia de Futebol e, de tarde, estará um dos camarotes do Allianz Parque para acompanhar a partida entre o seu novo time e o Atlético-MG, que terá início às 17h. Enquanto isso, Andrey Lopes segue no comando interino do Verdão.

Aos 41 anos, Abel chega ao Palmeiras com o objetivo de implementar um modelo de jogo que esteja conectado ao “DNA” do Alviverde, como dito diversas vezes pela cúpula diretiva do clube. O técnico iniciou sua trajetória à beira do campo no time de juniores do Sporting e, em seguida, consolidou-se com um trabalho bem avaliado no Braga. Assim, chamou a atenção do PAOK, que o contratou para capitanear um projeto de futebol ambicioso.

O Palmeiras estava sem um comandante desde a demissão de Vanderlei Luxemburgo. O técnico veterano foi demitido no dia 14 de outubro, após a derrota por 3 a 1 para o Coritiba no Allianz Parque, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro.

O primeiro alvo do Verdão foi Miguel Ángel Ramírez, do Independiente del Valle, do Equador. O bom trabalho à frente da equipe de pouca expressão continental credenciou o treinador a assumir o Alviverde, que formalizou uma proposta ao profissional e viajou até o país. No entanto, o técnico respondeu que aceitaria a oferta apenas se iniciasse as atividades após o final da temporada pelo time equatoriano, o que não agradou a diretoria palestrina.

Por:Gazeta Esportiva (foto: arquivo/assessoria)

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: