Abuso de autoridade-Mãe denuncia militares de ameaçar filho com fuzil

image_pdfimage_print

A mãe de um adolescente de 15 anos, estudante de uma escola particular de Ananindeua, acusa uma dupla de policiais militares de ameaçarem e agredirem o seu filho e outros dois amigos, no final da tarde desta terça-feira (13), próximo ao Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua.

De acordo com a mãe, Vanessa Gambôa, o caso foi registrado na Corregedoria da Polícia Militar. Os rapazes retornavam para casa após as aulas e resolveram brincar de estourar “bombinhas” em via pública.

Em seguida, os adolescente foram abordados pelos dois policiais e, ainda de acordo com a mãe, os agentes encostaram os três contra a parede e os agrediram com chutes e tapas.

“O meu filho chegou sangrando em casa, disse que durante as agressões os policiais ainda chamavam ele de vagabundo, pedindo para limpar o sangue”, relata Vanessa.

Fonte: DOL.
“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: