Acusado de envolvimento em morte de sargento em Vigia é morto ao reagir à prisão

image_pdfimage_print

Homem foi baleado em uma operação no bairro da Pratinha – (Foto:Reprodução)

A Polícia Civil do Pará, por meio da Delegacia de Repressão a Roubos a Banco e Antissequestro (DRRBA), realizou uma operação de cumprimento de mandado de prisão nesta quarta-feira (30) no bairro da Pratinha em Belém. O objetivo era prender um suspeito de integrar o grupo criminoso responsável por ações na modalidade “vapor” contra instituições financeiras nos anos de 2019 e 2020 e pelo homicídio de um Policial Militar, morto em 2019 em Vigia de Nazaré. O procurado foi baleado pelos policiais no momento de sua prisão e morreu em decorrência dos ferimentos.

Segundo investigações da Polícia Civil, o homem identificado como Anderson Patrick Trindade da Silva era integrante ativo do grupo criminoso que praticava roubos a bancos em vários municípios paraenses, assim como, o responsável pelo homicídio do 3º sargento Milton Lobato Mendonça da Silva, de 49 anos, morto em abril de 2019 no município do nordeste paraense.

Equipes de Policiais Civis da inteligência e campo da DRRBA, vinculada à Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), iniciaram as investigações em abril deste ano com relação a esse núcleo específico do qual o suspeito fazia parte, até chegarem na localização onde ele estava escondido. Durante a ação, a Polícia alega que o suspeito reagiu a voz de prisão realizando disparos contra a equipe de policiais civis, os quais ao reagirem atingiram o homem, que foi socorrido, mas evoluiu a óbito.

No local da abordagem, foi apreendida uma pistola calibre 40. O homem possuía em seu desfavor mandados de Prisão Preventiva pelos roubos a bancos das cidades de São Domingos do Capim e Concórdia do Pará, bem como pelo homicídio do policial militar, expedido pela Comarca de Vigia. Para o titular da Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos, delegado Fausto Bulcão, essa operação auxilia na desarticulação do grupo criminoso. “Para nós essa operação é muito importante, pois com a ação de hoje podemos dizer que esse grupo de assaltantes está praticamente desarticulado e isso é positivo para a sociedade”, afirmou. Ainda segundo a Polícia Civil, no ano de 2020, 11 integrantes do grupo criminoso foram presos e 12 fuzis foram apreendidos.

Policial foi morto em sua folga

O sargento Mendonça da Silva estava de folga no momento em que foi morto. Ele estava na rua Solimões, centro de Vigia, quando dois homens em uma moto se aproximaram. O carona sacou da arma e disparou em direção ao policial. A vítima foi socorrida e levada ao Hospital Municipal de Vigia, mas não resistiu aos ferimentos, vindo a falecer. O sargento estava na corporação há 27 anos e atuava na 3º Companhia Independente da Polícia Militar, vinculada ao Comando de Policiamento Regional III, com sede em Castanhal.

Um mês após o homicídio, Edan Thallison, acusado de ser um dos autores da morte do sargento, foi preso em Salvaterra, no arquipélago do Marajó. Desde então, Anderson Patrick era procurado, até ser morte nesta quarta-feira.

Por:O Liberal

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

 

 

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: