Após mal-estar em debate, Flávio Bolsonaro vai a hospital; ele já foi liberado

image_pdfimage_print

Flávio Bolsonaro, candidato do PSC à Prefeitura do Rio, foi atendido num hospital particiular do Rio após deixar o debate da Band, na noite desta quinta-feira. Segundo a assessoria de imprensa dele, “vários fatores colaboraram para seu mal-estar, o principal deles uma intoxicação alimentar que vitimou inclusive um de seus assessores, devido a uma refeição na tarde de quarta-feira”. Ainda de acordo com a assessoria, Flávio teve alta no início da madrugada desta sexta-feira.
Bolsonaro foi retirado do palco do debate após passar mal e ser amparado por Jandira Feghali (PCdoB) e Carlos Roberto Osorio (PSDB). Uma pessoa na plateia gritou que Jandira é médica, mas o pai de Flávio, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), não deixou a candidata do PCdoB socorrê-lo.
– Fascista, réu por estupro! – reagiu Jandira.
Bolsonaro disse que ela daria “estricnina” para seu filho:
– Você não vai ser estuprada, não. Ela vai dar estricnina para o meu filho – disse Jair Bolsonaro.
Enquanto o filho tentava se recuperar, sentado numa cadeira na plateia, Jair pai tentava animá-lo:
– Tranquilo zero um. Paga umas flexões aí.
Depois de comer um pouco e tomar um suco, o candidato do PSC deixou o local do debate caminhando.
A nota da assessoria de Bolsonaro:
“NOTA OFICIAL
Sobre o mal-estar do candidato Flávio Bolsonaro, da coligação PSC-PRP, cabe informar:
1- Ele foi atendido em um hospital da rede privada e no início desta madrugada já foi liberado.
2- Vários fatores colaboraram para seu mal-estar, o principal deles uma intoxicação alimentar que vitimou inclusive um de seus assessores, devido a uma refeição na tarde de quarta-feira.
3- Flávio Bolsonaro pede desculpas a todos os seus concorrentes pela ausência no restante do debate; o candidato agradece publicamente aos concorrentes Jandira Feghali e Carlos Osório pelos gestos de solidariedade ao socorrê-lo.
4- O candidato também pede desculpas a todos os cariocas e assegura que haverá novas oportunidades para mostrar à população seus projetos para fazer do Rio de Janeiro uma cidade mais segura e próspera.”

EXTRA

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: