Associação do Pará processa Tik Tok e pede indenização de R$ 100 milhões

image_pdfimage_print

Associação com sede em Belém, está processando o Tik Tok por práticas abusivas. | Foto:Reprodução

A Associação de Educação, Cultura, Proteção e Defesa do Consumidor, Contribuinte e Meio Ambiente do Brasil (Adecambrasil), com sede em Belém, entrou em uma ação coletiva contra o popular aplicativo Tik Tok. As informações são do portal Jeso Carneiro.

O processo está em tramitação desde julho deste ano, na Justiça do Pará. O aplicativo está sendo denunciado por práticas abusivas contra crianças e adolescentes, além de violações a direitos básicos dos consumidores.

De acordo com Jeso Carneiro, a Adecambrasil pede, na ação coletiva de consumo (com pedido de liminar), indenização por danos morais de R$ 100 milhões da ByteDance Brasil Tecnologia, que representa no Brasil o TikTok.

O aplicativo ganhou ainda mais força e notoriedade durante a pandemia.  Segundo pesquisa da Sensor Tower, foram mais de 315 milhões novos downloads no 1º trimestre deste ano, o maior já registrado em um único trimestre, com mais de 2,2 bilhões de usuários espalhados por todo o mundo.

Com informações do portal Jeso Carneiro

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: