Atlético-MG vira no segundo tempo e vence xará em Goiás

image_pdfimage_print

No confronto dos Atléticos, o Mineiro levou a melhor. Em duelo no estádio Olímpico, em Goiás, o Galo bateu o Dragão por 2 a 1, de virada, em duelo na tarde deste domingo, válido pelo Campeonato Brasileiro. O resultado colocou o Atlético-MG na nona posição, com 20 pontos anotados. Já o Atlético-GO continua na última colocação, com apenas oito pontos e uma campanha muito ruim.

Cada equipe foi melhor em um tempo. O Atlético-GO superou o Galo na etapa inicial, fazendo boa marcação e saindo com alguma qualidade. O time levou perigo e abriu o marcador com Igor. Na etapa final, o preto e branco de Minas Gerais conseguiu se superar, chegou com perigo e conseguiu a virada com Fred e Elias.

O Atlético-MG voltará a campo na quarta-feira, contra o Bahia, às 21h45 (de Brasília), no Independência. Já o Dragão enfrentará o Sport na Ilha do Retiro, às 19h30, na quinta-feira.

A etapa inicial foi fria, embora o calor fosse forte. Isso, inclusive, deve ter atrapalhado o rendimento dos jogadores, muito desgastados. O Atlético-GO se defendia, esperava as melhores chances, enquanto o Galo era o time que buscava o jogo. Mas, claramente, as equipes tinham a mesma estratégia e, diante disso, com atletas mais técnicos, o preto e branco saía do que tinha proposto inicialmente.

O Atlético-MG passou por vários problemas em campo. Do que se espera da equipe, com atletas de nome, o Galo foi um time facilmente marcado e criou pouco, com apenas uma finalização na etapa inicial. Os donos da casa, que não tinham nada com isso, conseguiram o gol. Aos 23 minutos, Igor abriu o placar ao aproveitar o cruzamento na área. A bola passou por todo o mundo e sobrou para o meia, sem marcação, chutar de primeira e mandar para o fundo das redes.

O técnico Roger Machado precisava mudar. A sua equipe fez um primeiro tempo previsível e não levava qualquer dificuldade ao oponente. Robinho entrou na vaga de Marlone, e Matheus Mancini, no lugar de Bremer. A primeira troca foi feita para dar mais opções ofensivas, tendo em vista que o camisa 92 pouco fez, já a segunda acabou realizada em função de um cartão amarelo.

A mudança de Marlone por Robinho teve algum efeito – mesmo que mínimo. O Galo conseguia segurar a bola com mais qualidade e criatividade no campo ofensivo.

O Atlético-MG alcançou o empate aos 11 minutos. Após cobrança de falta, Cazares mandou a bola na área, e Fred, de cabeça, empatou a contagem.

E o Galo seguiu melhor após o empate. O Atlético-GO, que terminou a etapa inicial em vantagem, dando trabalho, chegando com perigo, já não tinha forças para apresentar dificuldades e, para piorar, só acompanhava o crescimento atleticano na partida.

O Atlético-MG chegou à virada aos 27 minutos. Após cruzamento na área, Elias apareceu como elemento surpresa e, de cabeça, colocou no fundo das redes.

Fonte: Só Notícias.
“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: