Aumenta o número de focos de incêndio em Novo Progresso devido ao clima seco e falta de chuva

image_pdfimage_print

Com o período de seca se prolongando, os focos de incêndio aumentam cada vez mais na região de Novo Progresso.

Prevenção

De acordo com o Chefe do Prevfogo,  LUIZ GUSTAVO MACHADO PREVFOGO em Novo Progresso tem uma equipe composta por 13 Brigadistas e atuará nos assentamento Terra Nossa e Nova Fronteira, também tendo a responsabilidade de em caso de emergência, atuar na Flona Jamanxim e Rebio Nascentes da Serra do Cachimbo.

Imagem Fogos de incêndio em Novo Progresso (foto Jailson Rosa)
Imagem Fogos de incêndio em Novo Progresso (foto Jailson Rosa)

A  equipe PrefFogo de Novo Progresso , também é responsável pelos atendimentos em boa parte da região e com isso esse número de atendimentos aumenta gradativamente. O clima seco e a baixa umidade relativa do ar é outro fator que contribui para o aumento das queimadas tanto provocadas quanto acidentais.Também devo te lembrar que á duas Brigadas Indígenas, uma na TI Baú e outra na TI Menkragnoti, onde ambas atuarão apenas em seus territórios.O clima seco e a baixa umidade relativa do ar é outro fator que contribui para o aumento das queimadas tanto provocadas quanto acidentais.

Os incêndios florestais ou em vegetação colocam em risco pessoas e bens, além de provocar danos ambientais, muitas vezes irreversíveis. A grande maioria é causada pela ação do homem. Nos meses de Julho a Agosto, o clima fica realmente seco e as chuvas se tornam escassas, com vento e baixa umidade relativa do ar, pequenas fagulhas podem se propagar provocando um grande incêndio, por este motivo, é preciso estar atento. O alerta é do PrevFogo, que vem divulgando informe através da imprensa, para conscientizar a população progressense e de todas as regiões que ficam sob a jurisdição da equipe sitiada em Novo Progresso.

De acordo com    LUIZ GUSTAVO MACHADO chefe do  PREVFOGO , a população deve conhecer os malefícios provocados pelas queimadas, para assim começarem a conscientizar e agirem preventivamente. Este meio primitivo destinado principalmente à limpeza dos terrenos causa alterações ambientais, reduz proteção das nascentes, facilita processos erosivos, causa problemas de saúde às pessoas que estão próximas às áreas incendiadas, entre outros problemas.

Novo Progresso coberto por fumaça, (Foto Jailson Rosa)
Novo Progresso coberto por fumaça, (Foto Jailson Rosa)

Diante do problema cada vez maior das queimadas, Veja  dicas importantes para prevenir:

Ao trafegar pelas estradas e rodovias, não lance pontas de cigarro pela janela do veículo, pois com a baixa umidade desse período, a vegetação seca se incendeia com muita facilidade.

Ao realizar acampamentos, seja bastante cuidadoso na hora de acender fogueiras, velas e lampiões. Só acenda as fogueiras após limpar bem o local, retirando completamente a vegetação em volta.

 Procure fazer sua fogueira em local aberto, como por exemplo, numa clareira ou à beira do rio, para que o fogo não prejudique os galhos e folhas das árvores que estejam em volta ou acima dela.

Quando não for mais utilizar a fogueira, certifique-se que as brasas estão apagadas e resfriadas. Se possível, enterre as sobras de material (carvão, brasas e cinza). Não jogue os restos da fogueira no rio. Nunca se ausente do acampamento, deixando para trás a fogueira acessa ou com torrões em brasa.

Não jogue lixo por aí. As latas de metal, os cacos e garrafas de vidro podem se aquecer ao sol e acabar dando origem às queimadas.

Faça aceiro nas divisas das propriedades rurais, os aceiros são faixas em que a vegetação foi retirada para impedir que o fogo de queimadas e incêndios se propague.

Os aceiros podem ser feitos para preservar uma área (plantações, residências, estradas, áreas de preservação etc) antes de um incêndio ou para evitar que ele se alastre quando já tiver começado.

Caso você seja vizinho a lotes vagos, é aconselhável que seja feito aceiros ao longo da divisa, próximo aos muros, de forma a proteger as residências.

Por Jornal Folha do Progresso

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: