Coronavírus: Pará tem uma morte 41 casos confirmados, 83 em análise e 857 descartados

Dentre os casos confirmados, tem um óbito de uma idosa de 78 anos em Santarém(Foto:Reprodução)

O Pará tem 41 casos confirmados de convid-19, segundo o balanço das 18h desta quarta-feira (01), divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (Sespa). Também há o registro de 83 em análise e 857 descartados. Dentre os casos confirmados, tem um óbito de uma idosa de 78 anos em Santarém. Os números foram comentados pelo governador do Pará, Helder Barbalho, ao vivo, por meio da TV Cultura. Confira:

Durante o comunidade, Helder Barbalho lamentou profundamente o primeiro óbito por causa do coronavírus no Pará, que ocorreu em Alter do Chão, Santarém, e foi divulgado nesta quarta-feira. A vítima foi uma idosa de 87 anos, que morreu no dia 19 de março.

Ela se encontrava acamada em domicílio há dez anos e teve contato com pessoas vindas de fora do Pará. A amostra foi coletada e o exame foi realizado em laboratório privado e somente foi notificado à secretaria municipal de saúde de Santarém após o óbito. Informada, apenas no dia 25 de março, a Sespa conduziu inquérito epidemiológico e concluiu por validar o óbito por Covid-19.

Helder disse que o Governo Estadual tem preservado a identidade pacientes, mas, diante da postagem de um familiar que nega a morte da idosa, foi necessário divulgar, por meio do twitter da Sespa, o resultado do exame que atesta covid-19 e a declaração de óbito.

“A minha solidariedade aos familiares da vítima de Santarém. Dizer que todos nós estamos entristecidos, porque todo o trabalho que estamos fazendo é para evitar que vidas se percam em face a essa luta”, comentou o governador. “Pelos relatórios, esta senhora já tinha problemas de saúde e estava acamada há dez anos. E os familiares tiveram contato com pessoas de fora”, completou.

Dizer que há o primeiro óbito no Pará é extremamente doloroso para todos nós. Ninguém deve festejar nem exaltar-se ao momento em que temos uma vida perdida. Isso é derrota para todos nós. Independentemente se ela tinha 87 anos, a vida dela era tão importante quanto a de qualquer outro cidadão. E não esperem que eu vá omitir informação da população. Não esperem que eu falte com transparência nem pactuar com subnotificação”, destacou o governador.

https://youtu.be/Fvk7mubdtVo

Ao todo, estão confirmados 41 casos, contando com este óbito. Eles estão divididos em onze municípios: Belém (25), Ananindeua (7), Marituba (1), Castanhal (1), Barcarena (1), Abaetetuba (1), Itaituba (1), Marabá (1), Parauapebas (1), Tucuruí (1) e Santarém (1). Também estão registrados 83 casos em análise e 857 casos descartados. A atualização foi registrada às 18h.

Apenas nesta quarta-feira, a Sespa confirmou sete novos casos, contando com o óbito. Às 11h09, foram divulgados os seguintes casos: mulher, 19 anos, de Belém, que veio de São Paulo; homem, 31 anos, de Belém, profissional de saúde; mulher, 25 anos, de Ananindeua, que esteve na Europa. Às 11h11, os outros três: mulher, de 33 anos, de Belém, caso em investigação; mulher, de 41 anos, de Barcarena, profissional de saúde; mulher, de 47 anos, de Belém, que relata contato do paciente positivo.

De acordo com o titular da Sespa, Alberto Beltrame, que também participou do comunicado, seguem as recomendações de prevenção. “Fechamento de shopping centers, por tempo indeterminado, proibição de eventos com mais de cem pessoas. Não é o momento de afrouxar qualquer medida de isolamento e distanciamento social, por mais que haja informação contraditória a nível federal”, frisou.

“O isolamento vertical não á adequado. Isolar apenas idosos e pessoas com doenças crônicas não é suficiente. É importante manter o isolamento horizontal, ou seja, todas as pessoas precisam manter o distanciamento. Porque os jovens podem levar o vírus para dentro de casa”, reforçou o secretário da Sespa.

Quase no fim do comunicado, Helder Barbalho informou que o Governo do Estado não é a favor a redução da oferta de transporte coletivo nos municípios do Pará. “É extremamente preocupante. Neste momento, restringir o número de ônibus para pessoas que precisam e dependem de transporte coletivo é obrigar a concentração de pessoas no transporte coletivo. É hora de descentralizar, ofertando o maior número de serviço de ônibus”.

“O Governo do Estado tomou, nesta quarta-feira, uma medida  de fazer expediente para a Prefeitura de Belém pela decisão de suspender o BRT. Entendemos que não é hora de diminuir a oferta de ônibus para a população. É hora de manter a oferta, mesmo que tenha caído o número de passageiros. Se caiu, evita a concentração em um mesmo veículo”, finalizou Helder.
Caso Juruti

O governador e o titular da Sespa, Alberto Beltrame, informaram que deu negativo para convid-19 o resultado do exame de um óbito da madrugada desta quarta-feira no município de Juruti. Trata-se d eum homem de 60 anos que estava no hospital municipal de município, região paraense do Baixo Amazonas.

Ele esteve em Manaus (AM), o estado com mais casos da doença no Norte do Brasil. Estava internado desde a semana passada, inicialmente sob suspeita de pneumonia, mas a condição de saúde agravou rapidamente nesta terça (31).
Por:ORM/João Thiago Dias
01.04.20 18h36
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/estudante-nota-1000-do-enem-2018-lanca-nova-cartilha-de-redacao/

 




Bolsonaro sanciona com vetos auxílio de R$ 600 mensais a trabalhadores informais

(Foto:Reprodução G1) – Projeto aprovado no Congresso prevê pagamento de benefício para até duas pessoas da mesma família, por três meses. Auxílio é voltado para quem teve a renda mais afetada pelo coronavírus.
O presidente Jair Bolsonaro sancionou com vetos, nesta quarta-feira (1º), a lei que estabelece um auxílio de R$ 600 mensais, por três meses, a trabalhadores informais.

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, anunciou a sanção em rede social. A medida não tinha sido publicada no “Diário Oficial da União” até o início da manhã desta quinta-feira (2). A publicação é necessária para oficializar o auxílio e permitir que o benefício seja concedido.

Bolsonaro sanciona ajuda emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais

O auxílio tem o objetivo de diminuir o impacto da pandemia do coronavírus na renda dessas pessoas – que não têm carteira assinada e, por isso, foram mais afetadas pelas medidas de isolamento social.

Pela manhã, Bolsonaro anunciou em pronunciamento que sancionaria o texto ainda nesta quarta. Segundo ele, o auxílio deverá beneficiar 54 milhões de pessoas, com custo aproximado de R$ 98 bilhões. O governo ainda não anunciou o calendário oficial de pagamento.

No início da noite, o presidente da República afirmou que já tinha assinado a sanção da lei, mas só enviaria o texto à publicação junto com uma medida provisória (MP) para indicar a fonte dos R$ 98 bilhões. A MP deve criar um crédito extraordinário nesse valor.

“Para publicar, eu preciso de uma outra medida provisória com crédito. Se não, fica um cheque sem fundo na praça. Está certo? Daí, sim, deve terminar, deve terminar. Aí talvez traz em casa e eu assino, publico. No caso, agora não adianta publicar em Diário [Oficial da União] extra. Eu público no Diário ordinário de amanhã”, declarou.

Enviado ao Congresso Nacional pelo governo, o projeto foi aprovado pela Câmara na semana passada e pelo Senado na última (30). A proposta original previa um auxílio de R$ 200 mas os parlamentares, com o aval do Executivo, aumentaram o valor para R$ 600.

Segundo o projeto, o auxílio será limitado a duas pessoas da mesma família. O texto aprovado ainda definiu que a trabalhadora informal que for mãe e chefe de família terá direito a duas cotas, ou seja, receberá R$ 1,2 mil mensais por três meses.

Vetos ao texto

O presidente Jair Bolsonaro vetou três itens do texto aprovado pelo Congresso Nacional. Segundo o Planalto, esses vetos foram orientados pelos ministérios da Economia e da Cidadania.

Com o veto, essas condições ficam excluídas do texto que entrará em vigor. Os vetos serão analisados pelo Congresso, que pode derrubar os trechos em definitivo ou restaurar a validade dessas regras.

    Ampliação do BPC

O principal trecho vetado é o que garantia, na nova lei, a ampliação do Benefício de Prestação Continuada (BPC) definida pelo Congresso no início de março. Essa ampliação, segundo o governo federal, tem impacto de R$ 20 bilhões ao ano nas contas públicas.

A extensão do BPC foi definida quando o Congresso derrubou um veto de Bolsonaro ao tema. O ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União (TCU), chegou a adiar a mudança nas regras até a definição de medidas “compensatórias” para esse custo extra.

Dias depois, Dantas mudou de ideia e suspendeu todas as decisões por 15 dias. Segundo o ministro, a flexibilização das regras fiscais e de austeridade no contexto da pandemia do coronavírus poderia ser aproveitada, também, para garantir a inclusão de novos beneficiários no BPC.

Enquanto não há resposta definitiva, os parlamentares voltaram a incluir o tema na lei do auxílio emergencial. E, na análise final, Bolsonaro voltou a vetar o dispositivo. Segundo o governo, a medida fere a Constituição e a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

    Reavaliação dos critérios

O governo também vetou um dispositivo, aprovado pelo Congresso, que cancelava o auxílio emergencial do beneficiário que, ao longo dos três meses, deixasse de atender aos pré-requisitos.

Segundo o governo, esse ponto “contraria o interesse público” e gera um esforço desnecessário de conferência, mês a mês, de todos os benefícios que estarão sendo pagos. O Ministério da Cidadania defende que é preferível “concentrar esforços e custos operacionais” na construção de outras medidas de enfrentamento à Covid-19.

Restrição à conta bancária

O Palácio do Planalto também decidiu vetar uma regra que restringia o tipo de conta bancária onde o auxílio poderia ser depositado. Pelo texto aprovado, o benefício só poderia ser pago em “conta do tipo poupança social digital, de abertura automática em nome dos beneficiários”, criada para receber recursos exclusivos de programas sociais, do PIS/Pasep e do FGTS.

Fila de prioridades

Em entrevista na segunda-feira (30), o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, informou que trabalhadores informais que recebem o Bolsa Família, e aqueles que estão no Cadastro Único, devem ser os primeiros a receber o auxílio.

Bolsonaro anunciou que sancionaria nesta quarta auxílio de R$ 600 a informais

No caso do Bolsa Família, o benefício não será acumulado. Se o pagamento de R$ 600 for mais vantajoso, haverá uma substituição automática e o trabalhador informal receberá apenas esse auxílio temporário. Ao fim desse período, se continuar atendendo aos critérios, ele volta a receber o Bolsa Família.

Trabalhadores informais que não constam em nenhum cadastro do governo devem ficar por último no cronograma de pagamento, que ainda não tem data para começar a ser feito.

Segundo Onyx, o pagamento deverá ser feito por meio de agências e aplicativos de bancos federais, como Caixa, Banco do Brasil, Banco da Amazônia e Banco do Nordeste, além de lotéricas e aplicativos desses bancos.

Requisitos

A lei sancionada estabelece uma série de requisitos para que o autônomo tenha direito ao auxílio, apelidado por alguns parlamentares de “coronavoucher”.

Segundo o texto aprovado no Congresso, o trabalhador precisa ter mais de 18 anos, cumprir critérios de renda familiar e não pode receber benefícios previdenciários, seguro desemprego nem participar de programas de transferência de renda do governo federal, com exceção do Bolsa Família.

Por Guilherme Mazui e Nilson Klava, G1 e Globonews — Brasília/01/04/2020 19h12

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/estudante-nota-1000-do-enem-2018-lanca-nova-cartilha-de-redacao/

 




Pará recebe 15 mil testes rápidos para agilizar diagnóstico do novo coronavírus

A expectativa é de que todos os estados estejam abastecidos com essa primeira remessa dos testes rápidos até o fim da semana(Foto:Bernardo Portella / FioCruz)

O Ministério da Saúde iniciou, nesta quarta-feira (1º), a distribuição de 468.802 testes rápidos para diagnóstico de coronavírus (Covid-19) no País. Destes, 14.806 serão distribuídos pelos municípios do Estado do Pará. Os testes irão atender os profissionais que atuam nos serviços de saúde, além de agentes de segurança, como policiais, bombeiros e guardas civis com sintomas de síndrome gripal. Este é o primeiro lote de um total de 5 milhões de testes rápidos adquiridos pela Vale e doados ao Ministério da Saúde.

A logística de distribuição dos testes para a região Nordeste contará com o apoio da Força Aérea Brasileira (FAB). O mesmo avião utilizado para envio dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os estados da região levará também 120,2 mil testes para o Nordeste. A carga já saiu da Coordenação de Armazenagem e Distribuição Logística de Insumos Estratégicos para a Saúde (COADI) do Ministério da Saúde, em Guarulhos (SP). Paralelamente, o Norte, Sudeste, Sul e Centro-Oeste receberão os materiais por voos comerciais, cargueiros ou ainda por rodovias. Dos 500 mil testes rápidos, serão enviados 204,3 mil testes para o Sudeste, 71,8 mil para o Sul, 35,5 mil para o Centro-Oeste e 36,9 mil para a região Norte. A expectativa é de que todos os estados estejam abastecidos com essa primeira remessa dos testes rápidos até o fim da semana.

“Os testes rápidos devem ser feitos somente após o sétimo dia do início dos sintomas. Ele serve apenas para marcar se a pessoa tem ou não o anticorpo que combate o vírus. Vai mostrar se você já teve no passado, e nesse caso está imune, ou se tem o vírus no período latente da doença”, explicou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. “Muita gente vai ganhar imunidade grátis, não vão ter nem sintomas”, completou.

Os testes estão em análise pelo INCQS e o Ministério da Saúde está ajustando as instruções e elaborando uma nota informativa com recomendações e orientando o uso para garantir a adequada utilização pelos Estados e Municípios. O teste rápido será usado como uma ferramenta para auxílio complementar no diagnóstico da COVID 19.  O restante dos testes rápidos doados pela Vale (4,5 milhões) deve chegar ao Brasil ainda no mês de abril. A previsão é de entrega de 1 milhão de testes por semana. Do montante de 500 mil testes já recebidos, parte vão compor uma reserva técnica do Ministério da Saúde e os demais estão sendo utilizados pelo INCQS na avaliação de qualidade.

Com resultado em até 20 minutos, os testes rápidos são indicados apenas para os profissionais dos serviços de saúde e da segurança. Os testes são feitos apenas após o sétimo dia do início dos sintomas de síndrome respiratória, como tosse, dificuldade para respirar, congestão nasal e dor de garganta, para detectar a presença de anticorpos (IgG e IgM), que são defesas produzidas pelo corpo humano contra o vírus SARS-CoV-2, que causa a Covid-19. Vale lembrar, que esse é um teste qualitativo para triagem e auxílio diagnóstico. Portanto, o teste deve ser usado como uma ferramenta para auxílio no diagnóstico do COVID 19. Resultados negativos não excluem a infecção por SARS CoV 2.
Fonte:ORM/Thiago Vilarins
01.04.20 21h45
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/estudante-nota-1000-do-enem-2018-lanca-nova-cartilha-de-redacao/

 




1º morte covid-19 no Pará- Sespa confirma com documentos morte de idosa pela covid-19 em Alter do Chão

(Foto:Gemelli Policlinico / Reuters)- Após contestação, Sespa divulga documentos sobre primeira morte causada pela covid-19 no Pará
Áudios atribuídos a familiares da vítima contestaram a informação divulgada pela secretaria

Após a divulgação pela Secretaria de Saúde Pública do Estado do Pará (Sespa) de que uma mulher de 87 anos foi a primeira vítima fatal da covid-19 no Pará, no início da tarde desta quarta-feira (1), começaram a circular em grupos de trocas de mensagem via aplicativo áudios atribuidos a familiares da vítima, moradora de Alter do Chão, em Santarém, contestando o resultado positivo para o novo coronavírus.

Os relatos ganharam as redes sociais e, no final da tarde, a Sespa divulgou, por meio de sua conta no twitter o resultado do exame, realizado em um laboratório particular de Belo Horizonte, que atesta a covid-19, além da declaração de óbito. “A Sespa tem preservado a identidade das pessoas, mas diante da postagem de um familiar que nega a morte da idosa, em Santarém, por coronavírus, nos sentimos na obrigação de divulgar o resultado do exame que atesta Covid-19 e a declaração de óbito. Em anexo, os comprovantes”, disse a secretaria na publicação.

https://twitter.com/SespaPara/status/1245461415005167617

Em pronunciamento na tarde desta quarta-feira, o governador Helder Barbalho também comentou o caso. “É extremamente doloroso esse momento para nós e nos solidarizamos com essa família. É uma derrota para todos nós. Mas não esperem que nós omitamos informações à  população e que não sejamos transparentes. Somos hoje o estado com o menor número de casos para cada 100 mil habitantes. E não vou omitir nenhuma informação, seja boa, seja ruim. É desta forma que continuatemos trabalhando juntos para superar essa situação”, ressaltou o governador.

Mais cedo, em entrevista coletiva à imprensa, o prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, confirmou a morte da idosa pelo novo coronavírus. Ele informou que o Município só teve conhecimento do caso em 25 de março, ao receber o resultado do exame como poisitivo para a doença.

“Quando o exame chegou nós não tínhamos a notificação do caso porque este caso foi atendido por um médico que suspeitou e solicitou o exame para Belo Horizonte, em Minas Gerais. A prefeitura deveria ser notificada, como diz o protocolo, mas não fomos. A prefeitura só tomou conhecimento quando o resultado chegou no dia 25 de março.”

O prefeito informou que logo que a secretaria de saúde soube do resultado do exame, tratou de informar à própria família da idosa, e garantiu que foram tomadas todas as medidas de isolamento e de coleta de exame de material das pessoas próximas, procedimentos feitos pela Secretaria de Saúde do Município.

Jornal Folha do Progresso com Redação Integrada
01.04.20 18h40
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/estudante-nota-1000-do-enem-2018-lanca-nova-cartilha-de-redacao/

 




Como a Covid-19 está mudando as práticas na segurança do paciente

(Foto:HMUE Reprodução)- Mudanças no atendimento e maior cuidado na entrevista do médico com o paciente estão entre as principais medidas adotadas pelas unidades de saúde. A humanização irá continuar ampliando o seu valor na assistência

O Dia Nacional da Segurança do Paciente é lembrado nesta quarta-feira, 1° de abril, e deverá reforçar a conscientização de toda a sociedade para o tema.

A disseminação mundial do novo coronavírus (Covid-19) tem revelado ao mundo e, principalmente ao Brasil, a importância de cuidados básicos de higienização como umas principais formas de evitar o contágio pela doença.

Já nas unidades de saúde, esse é um dos aspectos de maior relevância no atendimento e está vinculado ao Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), do Ministério da Saúde, criado para qualificar o cuidado na assistência hospitalar. Esse programa envolve, além de gestores e profissionais da área, o próprio paciente e familiares com o objetivo de oferecer uma assistência segura.

Mudanças no atendimento

Para Fernando Paragó, diretor Médico Corporativo da Pró-Saúde, entidade que gerencia 23 hospitais públicos e privados pelo país, a Covid-19 trouxe a necessidade de ampliar atenção na anamnese, nome dado para a entrevista inicial realizada pelo médico com o paciente.

“Como os sintomas da Covid-19 são semelhantes ao de doenças menos graves, o profissional médico precisa melhorar a triagem, trazer à tona informações do paciente que ajudem no diagnóstico e possam garantir o tratamento adequado”, diz.

O diretor comenta que as unidades de saúde gerenciadas pela Pró-Saúde em todo o país reforçaram algumas medidas na assistência. Entre elas estão a comunicação segura, a higienização das mãos e a lesão por pressão.

“Essas também são metas internacionais adotadas em todas as unidades de saúde, porém a sua ampliação reforça a segurança entre os profissionais e a busca por melhores resultados. Além disso, diminuir as infecções hospitalares é uma necessidade para prevenção de IRAS e infecções cruzadas”, complementa.

As IRAS são as Infecções relacionadas a assistência à saúde e estima-se que, no Brasil, a taxa de infecções hospitalares atinja 14% das internações, de acordo com o Ministério da Saúde.

A humanização para diminuição do pânico

O Brasil vive um cenário de ansiedade pelas consequências do que pode ocorrer na saúde e na economia. Sem as devidas ações de políticas públicas, o colapso do sistema de saúde poderá ocorrer ainda no mês de abril, quando pico de contaminação pela doença estará avançado.

Diante dessas circunstâncias, os profissionais de saúde devem trabalhar com ferramentas além da medicina, como a empatia e solidariedade para auxiliar na comunicação com o paciente. Com mais de 50 anos na área de gestão hospitalar e com uma política institucional embasada também na humanização no atendimento, o diretor médico da Pró-Saúde reforça a importância desse trabalho como garantia de qualidade e na própria segurança do paciente.

“Atuamos com cerca de 16 mil colaboradores e realizamos mensalmente mais de 1 milhão de atendimentos em todo o país. Nossa atuação busca garantir e reforçar a importância da humanização, pois os pacientes respondem melhor aos procedimentos clínicos e garante uma saúde mental fortalecida, fundamental no momento de pandemia”, conclui.

A Pró-Saúde é uma instituição responsável pelo gerenciamento de 23 unidades de saúde em 12 estados brasileiros. Com 52 anos de experiência, está entre as principais gestoras em saúde no país.

Fonte:Ascom Pró-Saúde/Por Adrielle Lopes Sousa

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/estudante-nota-1000-do-enem-2018-lanca-nova-cartilha-de-redacao/

 




Dupla de moto assalta “Compra de Ouro” em Novo Progresso

Ladrões levaram dinheiro e ouro – (Foto:Reprodução)
Em cerca de alguns minutos uma compra de ouro no centro da cidade foi assaltada  e teve ouro e dinheiro levado por dois suspeitos que chegaram em uma motocicleta.
O assalto aconteceu no último sábado (28/03), somente nesta quarta-feira (01/04), a reportagem do Jornal Folha do Progresso teve acesso ao B.O (Boletim de Ocorrência), que relata o fato.
Segundo o gerente da Compra de Ouro “Real Brasil Metais” ,  o assalto aconteceu com a chegada de dois sujeitos por volta das 15h30mn de sábado (28), a dupla armada entrou na compra de ouro que fica localizada na avenida Orival Prazeres, renderam os funcionários e levaram dinheiro (não contabilizado) e a importância de 2 kg de ouro.

Conforme os relatos do Gerente M.D.L. para Policia,  dois assaltantes chegaram em um motocicleta Bros sem placa , um deles estava de capacete outro de boné e máscara, armados realizaram o assalto e fugiram rumo ignorado.
Os funcionários não identificaram os suspeitos, somente com as imagens da câmera de segurança pode ter noção  e ver a estatura física dos assaltantes.

Ninguém foi preso até o fechamento desta edição.

O caso esta sendo investigado pelo Delegado Conrado Wolfring da Delegacia de Policia Civil de Novo Progresso.

Fonte: JORNAL FOLHA DO PROGRESSO1585772713950

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/editais-de-provas-do-enem-2020-estao-disponiveis-para-consulta-confira/

 




Câmara de Vereadores de Novo Progresso pode voltar às atividades nesta semana

Câmara de Vereadores de Novo Progresso pode voltar atividades após suspensão para prevenir contágio do novo coronavírus

Uma portaria foi publicada no mês de março pelo Presidente da casa Vereador Chico Sousa – suspendendo às atividades e o atendimento ao público até o dia 02 de Abril.

A Câmara Municipal de Novo Progresso,  que teve atividades suspensas no dia 19 de março de 2020, pode voltar funcionar nesta semana,  a suspensão das atividades é até o dia  02 de Abril.

A medida visa prevenir o contágio do novo coronavírus e levou em consideração a Portaria nº 0188/2020 do Ministério da Saúde que estabeleceu medidas de prevenção e declarou emergência em saúde pública.

Com a decisão, ficou suspenso os trabalhos legislativo e o atendimento ao público. Leia Portaria 016/2020 AQUI
Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO

Sem título
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/editais-de-provas-do-enem-2020-estao-disponiveis-para-consulta-confira/

 




Hospital Materno-Infantil de Barcarena promove medidas de prevenção ao coronavírus para gestantes

O Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB), por meio do Comitê de Contingência, está promovendo medidas de segurança contra a transmissão do coronavírus (Covid-19) para gestantes, pacientes e colaboradores da unidade.

A medida tem como objetivo a prevenção, garantindo a orientação e, se necessário, o direcionamento de pacientes para os hospitais de referência. Raquel Martins, puérpera que ganhou o seu bebê Materno-Infantil, realizou uma consulta de retorno nesta terça-feira, 31/03, com o seu bebê Davi. Ela afirma está bem preocupada com a transmissão da Covid-19.

“Há muita preocupação, principalmente com o meu bebê. Não estamos recebendo visitas e em casa todos estão tomando cuidado e levando a série as práticas de higienização, lavando as mãos sempre, abrindo as janelas para ventilar a casa e usando álcool em gel quando necessário”, cometa.

O Materno-Infantil de Barcarena é uma unidade do governo do Estado do Pará, gerenciado pela Pró-Saúde, que presta atendimento 100% gratuito. A unidade é referência em média e alta complexidades para 11 municípios do Baixo Tocantins, sendo o público-alvo mulheres gestantes e recém-nascidos. O trabalho de prevenção do Comitê de Contingência busca auxiliar na identificação de casos suspeitos da doença.

A enfermeira Nadja Varão, responsável pelo ambulatório e pelo Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico (SADT) da Unidade, explica que todos os pacientes e acompanhantes que são orientados sobre as medidas de segurança.

“Orientamos sempre a higienizarem as mãos com álcool em gel ou água e sabão, e a sentarem nos lugares demarcados por conta da distância de um paciente para o outro”, diz.

A profissional ressalta que, na entrada do hospital, há um profissional da equipe de enfermagem responsável pela triagem dos pacientes. “Há um fluxo de triagem para a Covid-19 no ambulatório. Todo paciente que entra na unidade passa por uma triagem, verifica-se a temperatura e questionamos se ele tem sintomas da doença”, explica a enfermeira.

Caso positivo para febre, ou outro sintoma da doença causada pelo coronavírus, o paciente é encaminhado para Unidade de Atendimento à Intercorrências, sendo atendido e, caso necessário, permanece no hospital. Em outras situações, o paciente é encaminhado para uma unidade de referência.

Saiba como evitar o coronavírus

– Sempre lavar as mãos com água, sabão e, se possível, álcool em gel;
– Não coçar os olhos e colocar a mão na boca;
– Optar pelo uso de lenços descartáveis para limpeza ocular;
– Cobrir o nariz e/ou boca ao espirrar e/ou tossir com lenços de papel descartável;
– Não compartilhar objetos de uso pessoal;
– Limpar regulamente o ambiente e mantê-lo ventilado;
– Em casos de dificuldade para respirar e febre alta, procure um médico.IMG_8949

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade.
Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente, realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

Fonte:Ascom Pró-Saúde/ Por>Adrielle Lopes de Sousa com fotos
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

 

http://www.folhadoprogresso.com.br/editais-de-provas-do-enem-2020-estao-disponiveis-para-consulta-confira/

 




Produtores de Novo Progresso Rurópolis, Aveiro, Itaituba, Trairão são beneficiados com 30 mil mudas de citrus

Sedap viabiliza a distribuição de mudas de espécies frutíferas em todas as regiões(Foto: Pedro Guerreiro / Ag. Pará)

Sedap garante transporte de 30 mil mudas de citrus para mais de 700 produtores
As mudas cultivadas em Capitão Poço, no nordeste paraense, foram levadas para Itaituba, no oeste, em um trajeto de 8.400 km
Mais de 700 produtores dos municípios de Rurópolis, Aveiro, Itaituba, Trairão e Novo Progresso, na região oeste do Pará, foram beneficiados com o repasse de 30 mil mudas de citrus, que contou com o apoio da logística montada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), que por meio da Regional de Itaituba viabilizou o transporte, permitindo que as mudas – oriundas de viveiros credenciados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) – chegassem a um preço viável ao produtor.

Segundo o gerente da regional de Itaituba, João Paulo Meister, as mudas foram cultivadas no município de Capitão Poço, no nordeste do Pará, localizado a 1.400 quilômetros de Itaituba. Foram necessárias três viagens de caminhão, em um trajeto de 8.400 quilômetros, para que as mudas chegassem aos agricultores. “As demandas são organizadas por sindicatos, cooperativas e secretarias municipais de Agricultura. A Sedap disponibilizou o transporte para viabilizar que essas mudas chegassem a um valor mais acessível ao produtor”, informou.
João Paulo Meister ressaltou que, além de ter acesso a um produto com preço mais em conta, os produtores têm a garantia de contar com mudas de qualidade. “Elas são do centro de produção de mudas de Capitão Poço. São de viveiros credenciados pelo Ministério da Agricultura, garantindo assim a qualidade sanitária”, acrescentou.

Qualidade – O superintendente federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Pará, Luiz Pinto de Oliveira, observou que tanto na região nordeste quanto no oeste do Pará existe a chamada “Área Livre da Mosca da Carambola”. Ele ressaltou que ambas aparecem como caso único no Brasil. “Os produtores de laranja e limão dessa região podem produzir livres dessa praga, que limita o cultivo da espécie em outros lugares do Estado. Isso foi possível por um trabalho da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) e do Mapa, que conjuntamente delimitaram a área, criaram barreiras fitossanitárias e controlam o acesso para manter a produção sem o ataque do patógeno”, assegurou.
Ele disse ainda que no nordeste do Pará foram credenciados dezenas de viveiristas, que utilizam a tecnologia de produção de mudas em tubetes com substrato. “A importância desse trabalho é a qualificação e profissionalização do produtor e dos produtos regionais num mercado altamente atrativo e elástico, capaz de gerar emprego e renda ao setor”, ressaltou o superintendente.

Distribuição – Sobre a distribuição de mudas pela Secretaria este ano, o responsável pelo setor de Fruticultura da Sedap, Geraldo Tavares, informou que “estamos com a distribuição de 140 mil mudas de bananeiras, de cultivares desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), e com resistência às principais doenças da cultura”.

Segundo ele, as mudas são financiadas pelo Fundo de Desenvolvimento da Cacauicultura do Pará (Funcacau), e são destinadas a produtores de cacau das diversas regiões. Até o momento, já foram distribuídas mudas para os seguintes Núcleos Regionais da Sedap: Altamira (70 mil); Itaituba (10 mil); Santarém (10 mil); Marabá (10 mil); Redenção (10 mil) e Castanhal (8 mil). Geraldo Tavares adiantou que ainda haverá o repasse de mais 20 mil mudas para as regionais de Soure, Capanema, Paragominas e Abaetetuba.
Tecnologia – Outro importante investimento anunciado pelo gerente de Fruticultura é o Programa de Inovação Tecnológica da Citricultura, que objetiva a instalação de estruturas para produção de mudas cítricas de acordo com a legislação federal em vigor. Para isso, estão sendo equipadas, de acordo com ele, nove estufas, com área total de 10.350 metros quadrados, que permitirão a produção de 200 mil mudas em ambiente protegido, para beneficiar 100 famílias no município de Capitão Poço, principal polo da cultura no Estado.
“Até o momento já foram investidos R$ 1 milhão para a construção das estufas, e deverá ser investido igual valor em licitações que estão sendo realizadas pela Sedap, visando finalizar as obras de infraestrutura e compra de insumos”, ressaltou Geraldo Tavares.

Coco anão – Além de garantir apoio ao transporte e à distribuição das mudas, a Sedap, frisou João Meister, vem incentivando os produtores de Itaituba a investir no cultivo de coco anão. Posteriormente, eles poderão ser responsáveis pelo abastecimento de água de coco para o futuro Hospital Regional do Tapajós. “A Sedap, como um órgão de fomento, deve incentivar a geração de renda”, ressaltou.
A cultivar de coqueiro anão verde, pelo seu potencial produtivo, precocidade, menor porte e qualidade do fruto, tem boa aceitação no mercado consumidor de água de coco. “Nós temos entendimento que o agricultor precisa ter oportunidade de negócio. Participamos de um plano, o Avança Tapajós, onde o fortalecimento da agricultura familiar é um dos eixos, e nós estamos discutindo que a fruticultura é uma grande alternativa. Por isso estamos incentivando o fomento”, explicou o gerente regional.

Parceria – O secretário municipal de Agricultura de Itaituba, Antônio Kaiser, destacou a importância da parceria firmada com a Sedap para o desenvolvimento da produção de frutas com a chegada das mudas de Capitão Poço, que é uma referência na citricultura do Pará.
“A gente percebe que cada vez que vem um caminhão, são atendidas pessoas diferentes. Essa diversidade de público querendo adquirir essas mudas de citrus, e também de coco anão, tem ocorrido de forma bem ampla. Isso tem feito com que as áreas de produção de citrus no município de Itaituba, principalmente a laranja, tenham dado uma autossuficiência à demanda do município em mais de 50%. Até alguns anos atrás, a gente dependia da vinda de laranjas, limão e tangerina de outras áreas de produção. Essa costura entre a Sedap e a Secretaria de Agricultura de Itaituba, o Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), a Adepará (Agência de Defesa Agropecuária), a Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural) e o Ipam (Instituto Ambiental da Amazônia), em Itaituba, atende à expectativa não só econômica, como de prosperidade aos agricultores familiares ou de pequeno porte”, ressaltou o secretário municipal.

Por Jornal Folha do Progresso (Titulo) Fonte de informação Governo do Pará (SECOM) (Texto: Rose Barbosa – Ascom/Sedap).31/03/2020 22h52 –

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/sites-de-educacao-oferecem-cursos-gratuitos-durante-a-quarentena/

 




Parauapebas: polícia apreende adolescente acusado de matar jovem a pauladas

Buscas continuam para chegar a todos os envolvidos no crime, dizem investigadores
A Polícia Civil de Parauapebas efetuou a apreensão do adolescente nesta terça-feira (Foto:Divulgação)

A  apreensão do adolescente F. R. V. S., pela equipe da 20ª Seccional de Polícia Civil, de Parauapebas, no sudeste do Estado, na noite desta segunda-feira, 30,  ocorreu em razão do suposto envolvimento do garoto na morte de um rapaz identificado como sendo Deivid Fernando da Luz Silva.

De acordo com a polícia local, por volta das 2h da madrugada,  policiais sob o comando do delegado Dufrae Abade receberam o comunicado do  homicídio ocorrido no bairro Liberdade, um bairro populoso da cidade.

No local, os policiais levantaram que a vítima  havia sido golpeada com pedaços de madeira e havia sido socorrida por familiares, mas morreu antes de chegar ao Hospital Geral de Parauapebas (HGP).

Policiais seguiram com as buscas por toda madrugada; ao amanhecer, a equipe, agora, do delegado Felipe Freitas, da Divisão de Homicídios, se somou à já que vinha na apuração dos fatos e municiada de mais informações, a polícia  terminou por capturar um dos envolvidos no crime.

O inquérito mostra que o assassinato do jovem no bairro Liberdade tem a ver com as disputas entres as facções criminosas.

Outras diligências estão sendo feitas para se conseguir a prisão de  outros possíveis envolvidos no crime.
Por:Redação Integrada
31.03.20 20h17
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/sites-de-educacao-oferecem-cursos-gratuitos-durante-a-quarentena/