Homem é detido sob suspeitas de abuso sexual contra cadela em Altamira, PA

(Foto:Divulgação)-prisão na manhã de terça.

Homem vai responder por maus-tratos a animais e, se comprovado o abusos sexual, deve ser indiciado por zoofilia
Na manhã de terça-feira (16), a Polícia Militar e a Associação Protetora dos Animais Tânia Angiolucci (APATA) encaminharam um homem, identificado Como Elias Inácio de Jesus, para a delegacia sob suspeitas de abusos sexuais e maus-tratos à uma cadela, no bairro São Domingos em Altamira.

De acordo com informações de vizinhos, a notícia de que um homem abusava sexualmente de uma cachorra se espalhou pelo bairro. Na casa do suspeito a Polícia e a  associação recolheram a cachorra que supostamente sofria os abusos e outros dois animais, adulto e filhote.

Elias, que mora sozinho na casa, em entrevista, negou o crime e disse que o animal gritava por conta de remédios que haviam sido aplicados há pouco tempo. O homem foi encaminhado para a delegacia e prestou esclarecimentos à Polícia Civil, ele assinou um termo Circunstanciado de ocorrência (TCO), e foi liberado.

O homem vai responder por maus-tratos a animais e, se comprovado o abusos sexual, deve ser indiciado por zoofilia, podendo pegar de 3 meses a um ano de detenção.

Fonte: Carlos Calaça

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com




Polêmica sobre preço do diesel assusta setor de etanol

Integrantes do governo declararam que a Petrobras tem autonomia para realizar seus reajustes-(Foto:REUTERS/Paulo Whitaker)

Na semana passada, Bolsonaro ligou ao presidente da Petrobras reclamando do reajuste de 5,7
A polêmica sobre o preço do diesel que envolveu o presidente Jair Bolsonaro assustou o setor sucroenergético brasileiro, que não esconde certo receio com os próximos movimentos do governo, embora tenha procurado avaliar o caso como algo “pontual”.

Na semana passada, Bolsonaro ligou ao presidente da Petrobras reclamando do reajuste de 5,7 por cento no valor do diesel nas refinarias e pediu esclarecimentos. Após o telefonema, houve cancelamento da alta pela estatal, o que trouxe de volta ao mercado receios de intervenções governamentais nos preços de combustíveis.

Ao longo desta semana, contudo, integrantes do governo declararam que a Petrobras tem autonomia para realizar seus reajustes. Na véspera, a estatal elevou o preço do diesel em 4,8 por cento, com o CEO da companhia, Roberto Castello Branco, reafirmando a independência da empresa para realizar mudanças nas cotações.

Ainda que a polêmica tenha envolvido o diesel, e não a gasolina, concorrente direto do etanol, o movimento de Bolsonaro remeteu ao controle de combustíveis que vigorou em governos anteriores e acarretou em pesadas perdas ao segmento sucroenergético.

“No primeiro momento, sim, houve uma preocupação dessa intervenção… Me parece que esse tema já foi corrigido e que não haverá nenhuma intervenção no preço da gasolina… Mas agora vamos esperar para ver se se manterá no futuro”, afirmou o diretor técnico da União da indústria de Cana-de-açúcar (Unica), Antonio de Padua Rodrigues, ao ser questionado pela Reuters.

Uma ação do governo na Petrobras que voltasse a interferir nos preços da gasolina poderia, potencialmente, levar o setor sucroenergético a rever seu mix de produção na atual temporada, iniciada neste mês.

O centro-sul como um todo maximizou a fabricação de álcool em 2018/19, graças a uma demanda robusta, com o produto mais competitivo frente a gasolina e em meio a enfraquecidos preços do açúcar no mercado internacional. A produção atingiu históricos 31 bilhões de litros de etanol e 26,5 milhões de toneladas de açúcar.

SEM SAÍDA

Na avaliação de Rodrigo Vinchi, um dos responsáveis pela parte agrícola da Atvos, a polêmica em torno do diesel levantou temores justamente porque as cotações do açúcar ainda estão em níveis não muito atrativos. Assim, em caso de impacto ao etanol, a situação ficaria complicada.

“Isso preocupa, e confiamos nas entidades que nos representam. Mas vejo como algo pontual, algo que não estava no radar”, comentou ele na véspera durante intervalo de evento em Ribeirão Preto (SP).

Conforme ele, a Atvos, braço sucroenergético do conglomerado Odebrecht, deve destinar cerca de 80 por cento de cana para etanol na safra corrente, com produção prevista de 2,1 bilhões de litros –a companhia é, tradicionalmente, mais alcooleira.

Para Cassio Paggiaro, superintendente na Usina Atena, em Martinópolis (SP), o “panorama” composto por preços fracos do açúcar e etanol prejudicado por eventuais movimentos do governo na Petrobras seria uma “tragédia”.

“É preocupante. Se se perpetuar, para a sociedade como um todo não é interessante”, afirmou ele, destacando que sua companhia, com capacidade para moer até 1,5 milhão de toneladas de cana por safra, deve alocar em torno de 60 por cento da oferta de matéria-prima para etanol.

O setor de etanol conta com a manutenção da racionalidade econômica para lidar com um endividamento elevado, o maior desde 2014/15, por causa da escalada do dólar, segundo dados do Rabobank. Tal endividamento teve, em parte, origem no período em que os preços da gasolina eram controlados.

De acordo com pesquisa da Reuters, o centro-sul do Brasil deve processar 572,4 milhões de toneladas de cana em 2019/20, com produção de 28,36 milhões de toneladas de açúcar e 29,29 bilhões de litros de etanol.

Fonte:Reuters

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com




Avianca devolverá mais oito aeronaves após a Páscoa

(Foto:REUTERS / Paulo Whitaker)-Entrega será feita a partir de segunda (22), para diminuir efeitos para os passageiros
A Avianca Brasil devolverá mais oito aviões às empresas de leasing proprietárias das aeronaves. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a entrega será feita a partir de segunda-feira (22), após o feriado de Páscoa, de forma a mitigar os efeitos para os passageiros.

Outras dez aeronaves já foram devolvidas às empresas proprietárias no dia 12 de abril. Há ainda três em negociação, sem prazo para a devolução.

A medida da Anac deu cumprimento a uma decisão judicial que determinou a reintegração de posse das aeronaves às empresas de leasing, donas das aeronaves. Atualmente 26 aeronaves continuam operando pela Avianca.

Por determinação da Anac, a Avianca terá de adequar sua malha aérea, seu sistema de venda de passagens e dar “ampla divulgação dos voos cancelados de forma a minimizar o impacto pela retirada das aeronaves”.

Recuperação judicial

No último dia 5, a assembleia de credores aprovou o plano de recuperação judicial em uma reunião que durou mais de sete horas. O plano prevê a divisão da empresa por meio da criação de sete unidades produtivas isoladas (UPIs), que serão levadas a leilão.

Seis UPIs conterão partes dos direitos de pousos e decolagens (“slots”) da Avianca nos aeroportos de Congonhas, Guarulhos e Santos Dumont e uma vai englobar o programa de fidelidade da empresa.

O plano de recuperação da empresa aérea foi homologado no último dia 12 pelo juiz Tiago Henriques Papaterra Limongi, da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo. De acordo com a decisão, a empresa permanecerá em recuperação judicial até que se cumpram as obrigações previstas no plano.

A Avianca afirma que manterá o compromisso, assumido com a Anac, de informar com antecedência mínima de 72 horas os voos que serão cancelados.

Por meio de nota, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) informou já ter enviado notificação à Avianca, pedindo informações sobre o número de assentos vendidos pela empresa; sobre como está sendo feita a distribuição de assentos; e sobre se há riscos de mais voos serem cancelados.

Segundo a secretaria, os consumidores lesados poderão apresentar suas reclamações na plataforma consumidor.gov.br, que pode ser acessada por navegadorou por aplicativo próprio disponível para os sistemas Apple e Android.

Fonte:Agência Brasil

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com




Facebook coletou lista de contatos de 1,5 milhão de usuários

(Foto:REUTERS / Dado Ruvic)-Empresa disse que informações foram armazenadas “sem intenção” e que agora deletará e notificará usuários
O Facebook coletou a lista de contatos do e-mail de 1,5 milhão de usuários sem consentimento. A informação foi inicialmente revelada pelo site Business Insider, e depois confirmada pela rede social. De acordo com a reportagem, o Facebook armazena esses dados desde 2016. A empresa disse que as informações foram coletadas “sem intenção” e que agora deletará os dados e notificará os usuários afetados.

O Facebook revelou ao Business Insider que os contatos de 1,5 milhão de pessoas foram coletados pelo sistema da rede social, e foram usados para melhorar o direcionamento de anúncios do Facebook, para criar uma rede de conexões sociais na plataforma, e para recomendar amigos para os usuários adicionarem.

Essa revelação é um desdobramento de uma prática estranha do Facebook, divulgada neste mês de abril pelo site Daily Beast: alguns novos usuários da rede social, ao tentar criar a conta, se depararam com um solicitação da rede social, pedindo que eles informassem a senha do e-mail pessoal que seria usado para o cadastro. No pedido, o Facebook dizia ao usuário que a senha era necessária para a verificação de identidade – uma solicitação pouco comum para qualquer serviço de internet. À época dessa notícia, o Facebook reconheceu que o uso da senha do e-mail não é a melhor forma de fazer a verificação e disse que encerrou a prática.

Segundo o Business Insider, os usuários que inseriram a senha do email para verificação de identidade receberam uma mensagem dizendo que a rede social importaria seus contatos do e-mail – a reportagem afirma que em nenhum momento o Facebook pediu permissão para isso.

“Paramos de oferecer a verificação com senha de e-mail como opção para as pessoas verificarem suas contas quando criarem um perfil do Facebook pela primeira vez”, disse um porta-voz do Facebook ao site. “Quando analisamos as etapas para verificação de identidade, descobrimos que, em alguns casos, os contatos de e-mail das pessoas foram enviados, sem intenção, para o Facebook durante a criação das contas”.

O Facebook disse que os contatos não foram compartilhados com terceiros e que serão excluídos do sistema da rede social.

É mais um caso envolvendo a privacidade de usuários do Facebook, rede social que controla os dados de mais 2 bilhões de pessoas no mundo.

Fonte:Agencia Estado

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com




Antes de transferir Marcola, Estado isolou 134 presos; PCC é monitorado

(Foto:Reprodução/Internet)-Inteligência monitora ascensão de novos líderes, sob promessa de transferi-los para prisões federais caso ganhem força no comando do crime

A megaoperação para tirar de São Paulo o principal chefe do Primeiro Comando da Capital (PCC), Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, e mais 21 lideranças, em 13 de fevereiro, contou com uma ação de inteligência para isolar outros 134 presos, apontados como mensageiros da facção. Dois meses depois, o Ministério Público (MPE-SP) e a gestão João Doria (PSDB) monitoram a ascensão de novos líderes, sob promessa de transferi-los para prisões federais caso ganhem força no comando do crime.

Embora fosse considerada importante para desestabilizar a cadeia de comando do PCC, a transferência para o sistema federal deixou autoridades preocupadas com possíveis retaliações – a exemplo do que houve em maio de 2006, quando o PCC promoveu uma série de ataques em São Paulo. Por isso, forças de segurança elaboraram uma estratégia: dificultar a emissão de “salves”.

“Isso foi feito com o setor de inteligência identificando presos que poderiam mandar algum tipo de mensagem para quem está na rua”, disse o coronel Nivaldo Restivo, secretário estadual de Administração Penitenciária (SAP). “Essa decisão de concentrar e isolar potenciais fornecedores de informação e de ordens acabou tirando a voz do bando.”

Uma semana antes de deflagrar a Operação X (nome dado à ação), a SAP abriu cerca de 300 vagas na Penitenciária 1 de Presidente Venceslau, localizada na região oeste, transferindo detentos de lá para unidades próximas. Na manhã do dia 13, os espaços serviram para receber 129 “mensageiros do PCC”, trazidos do Estado inteiro, com prazo de permanência de 30 dias. Mais cinco chegaram depois. As demais vagas eram destinadas a presos que poderiam se envolver em motins ou ações intimidatórias em represália à transferência dos seus líderes – o que não aconteceu.

O primeiro pedido de transferência foi feito pelo MPE-SP à Justiça em 28 de novembro de 2018. Por cautela, o Judiciário optou por autorizar a operação após o Natal, já que nessa época parte dos presos estaria nas ruas por causa das chamadas “saidinhas”.

Vácuo de liderança

A Operação X foi planejada por 52 dias, com o Ministério Público e com o governo federal. Os 22 chefes do PCC foram transportados em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para unidades da União, onde ficam em celas isoladas e submetidos a um sistema de segurança máxima. No perímetro das prisões, o policiamento recebeu reforço das Forças Armadas.

Entre os alvos da transferência, não havia só membros da chamada Sintonia Geral Final – a alta cúpula do PCC, da qual Marcola faz parte -, mas também criminosos do segundo e do terceiro escalão, considerados sucessores naturais.

“(São pessoas que) sempre estiveram perto de Marcola, próximas do poder”, afirmou o promotor Lincoln Gakiya, do MPE-SP, responsável pelo pedido de transferência à Justiça. “Isso leva, momentaneamente, a uma quebra no comando. Ao menos desde 2002, era a mesma cúpula que comandava as ações da facção.”

O PCC, no entanto, não deve ficar por muito tempo “acéfalo”, diz Gakiya. Segundo investigações, Marcola já havia instruído outros membros sobre como manter a operação criminosa – que é ancorada no tráfico de drogas – em caso de ausência. “Os negócios comuns do PCC não pararam um minuto porque tem muita gente na rua e muita gente no sistema (penitenciário) com condição de dar continuidade a esses negócios ilícitos”, afirmou o promotor.

O exemplo mais recente envolve a apreensão de um helicóptero, flagrado no último sábado pela Polícia Federal durante a Operação Flying Low. A aeronave vinha do Paraguai e pousou em Presidente Prudente para reabastecer. Nela, os agentes encontraram meia tonelada de cocaína – a principal suspeita é de que a droga seja do PCC.

Para Gakiya, a disputa de poder deve ocorrer entre membros que ficaram em São Paulo e pode ser marcada por violência. “Vai acontecer o que já aconteceu em outras máfias conhecidas mundialmente, que não ficam sem comando”, disse. “Alguém da rua ou de dentro do sistema pode querer tomar essa liderança para si.”

Tanto o MPE-SP quanto a SAP monitoram “candidatos” a líder da facção. Representantes dos dois órgãos afirmam que, em caso de identificação, a política será a mesma: transferir para prisões federais. “Temos feito acompanhamento 24 horas por dia. Se detectarmos, vamos adotar todas as providências para sufocar isso novamente”, disse Restivo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte:Fonte:Agência Estado

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com




Presença da Força Nacional em Moçambique é prorrogada até 7 de maio

(Foto:Divulgação Ministério da Justiça e Segurança Pública)
Militares atuam no trabalho de ajuda a mais de 1,8 milhões moçambicanos atingidos pelo Ciclone Idai
A presença da Força Nacional em Moçambique, na África, foi prorrogada até o dia 7 de maio. O decreto está publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (18). Desde o dia 1º de abril, 20 bombeiros da Força Nacional integram a missão humanitária do Brasil no trabalho de ajuda a mais de 1,8 milhões moçambicanos atingidos pelo Ciclone Idai.

De acordo com informações do Ministério da Justiça e Segurança Pública, nesses 18 dias de trabalho, a equipe da Força Nacional atuou na recuperação de telhados de hospitais, na montagem de mais de 60 barracas para pessoas que perderam suas moradias e na demarcação de um assentamento destinada a 573 famílias desabrigadas. “As vítimas receberam vacina contra cólera, 350 cestas básicas e kits com roupas de recém-nascidos, barracas de camping e sacos de dormir”.

No cronograma de ações para os próximos dias, os militares vão trabalhar na reconstrução do telhado do bloco cirúrgico do Hospital Central da cidade de Beira, participarão do programa de prevenção e combate à malária e na montagem de tendas para instalação de postos de saúde – projetos que estão sendo gerenciados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde de Moçambique, com o apoio do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

Fonte:Agência Brasil

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com




Homem é preso por estuprar enteada de 12 anos

Carta levada pela menina a igreja levou à prisão do padastro (Foto:Ary Souza)

Crime foi descoberto pela família após criança levar carta à igreja

A Operação Paternidade da Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira (18) um homem que teve a prisão preventiva solicitada pela Polícia Civil e decretada pela Justiça e Ministério Público por violentar, desde 2017, a enteada que atualmente tem 12 anos de idade. O ocorrência foi registrada na Seccional da Pedreira, no bairro da Pedreira e ele será encaminhado para o Centro de Triagem da Cremação.

O crime teria sido descoberto pela família. O delegado Daniel Castro conta que a criança escreveu uma carta pedindo socorro e enviou para a igreja que frequenta. Uma das responsáveis pela instituição – que não quis se identificar e também não citar a igreja – leu a carta e entregou para a mãe da vítima. Isso ocorreu no dia 23 de março, data em que a mãe da criança procurou a delegacia.

Após a denúncia a criança foi encaminhada para atendimento psicossocial junto ao Propaz e realizou um exame sexólogo forense. O laudo constou positivo para estupro. A partir desse momento foi instaurado uma cautelar sigilosa de prisão preventiva e solicitada a prisão do investigado.

Segundo o delegado Daniel Castro, o acusado não confessou o crime durante o depoimento e afirmou sofrer de disfusão erétil, justificando que devido isso a execução do crime se tornaria impossível. Procurado pela reportagem de O Liberal, o acusado não quis se pronunciar.

“Os laudos comprovam a violência. Além disso, a criança tentou se suicidar três vezes. Quando uma criança ou adolescente tenta contra sua vida é uma forma de externar que algo está errado e precisa de ajuda”, afirma o delegado.

O delegado citou que, segundo o depoimento da vítima, o acusado teria “passado a mão” nas partes íntimas da irmã mais nova, que tem quatro anos, por diversas vezes. Essa acusação provocou suspeisas e a investigação foi ampliada. A menina de quatro anos foi encaminhada para perícia, mas o resultado do exame ainda não foi liberado.
12345Relato desesperado em carta: menina tentou se suicidar três vezes (Ary Souza)

Fonte:Redação integrada de O Liberal

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com




Operação integrada fiscaliza venda de peixes na Semana Santa em Santarém

Semap, Sedap, Seminfra, Procon, Vigilância Sanitária e Polícia Militar estão realizando fiscalizações em pontos de vendas de pescado — (Foto: Dominique Cavaleiro/G1)
A intenção é orientar sobre normas de higiene e garantir pescado de qualidade aos consumidores da região.
Semap, Sedap, Seminfra, Procon, Vigilância Sanitária e Polícia Militar estão visitando os pontos de venda de pescado em Santarém, no oeste do Pará, para fiscalizar os produtos oferecidos ao consumidor neste período da Semana Santa.

Nesta quinta-feira (18) uma quantidade de pescado foi apreendida por estar fora das normas exigidas para comercialização. Os peixes das espécies pirarucu, jaraqui e mapará estavam sendo comercializados no calçadão em frente ao Mercadão 2000.

ope2Pescado acondicionado de maneira irregular foram apreendidos — Foto: Dominique Cavaleiro/G1
Além de estarem em um local onde a venda do pescado não é permitida, o produto estava mal acondicionado e salmorado (com adição de sal).

De acordo com a representante da Vigilância Sanitária, Maruza Moura, as fiscalizações estão sendo avaliadas como positivas, já que os vendedores foram previamente orientados quanto às normas para comercialização de um produto de qualidade para a população.

“A gente apreende peixe impróprio para consumo e peixe beneficiado, a gente não pode comercializar peixe salmorado, nem temperado. Foram pouquíssimas apreensões por que estamos fazendo há um mês um trabalho de orientação”, contou Maruza.
O peixe apreendido foi descartado no aterro de Perema.

ope3Peixe foi descartado pela Vigilância Sanitária — Foto: Divisa/Divulgação

Por:Dominique Cavaleiro, G1 Santarém — PA

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com




Mulher morre após receber nove golpes de faca, em Óbidos

Leiciane dos Santos, de 30 anos, morreu após receber nove facadas, em Óbidos — (Foto: Reprodução/Redes Sociais).

A vítima foi identificada como Leiciane dos Santos. O caso está sendo investigado pela polícia.

Uma mulher de 30 anos foi encontrada morta na madrugada desta quinta-feira (18) no bairro Bela Vista, em Óbidos, no oeste do Pará. De acordo com a polícia, Leiciane Vasconcelos dos Santos foi assassinada com nove facadas. A vítima morava na travessa Felipe dos Santos, no bairro Cidade Nova.

Segundo o delegado de Polícia Civil Felipe Moura, continuam as investigações sobre o caso e diligências estão sendo realizadas para elucidar a autoria do crime.

Por:G1 Santarém — PA

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com




Google deixará usuário de Android escolher navegador

(Foto:REUTERS / Arnd Wiegmann)-Ação é voltada para as preocupações antitruste da União Europeia e para evitar novas sanções
Usuários de aparelhos Android poderão escolher seus navegadores e mecanismos de busca dentre cinco opções a partir desta quinta-feira, disse um executivo do Google, em uma ação voltada para as preocupações antitruste da União Europeia e para evitar novas sanções.

Atingido com uma multa recorde de 4,34 bilhões de euros no ano passado por usar o poder de mercado do seu software para celulares para bloquear os rivais em áreas como navegação na internet, o Google, da Alphabet, também foi condenado a apresentar uma proposta para dar uma chance justa a seus rivais.

A Comissão Europeia disse que o Google tem uma vantagem injusta ao pré-instalar seu navegador Chrome e o aplicativo de busca do Google em smartphones e notebooks Android.

A empresa anunciou no mês passado que deixaria os usuários do Android escolherem seu navegador e mecanismo de busca, mas não forneceu detalhes.

Usuários de Android na Europa que abrem a loja de aplicativos do Google, Google Play, agora verão novas telas com a opção de baixar diferentes aplicativos de busca e navegadores, disse Paul Gennai, diretor de gerenciamento de produtos, em um blog.

“Duas telas aparecerão: uma para aplicativos de busca e outra para navegadores, cada uma contendo um total de cinco aplicativos, incluindo qualquer um que já esteja instalado”, disse ele.

Os cinco aplicativos são escolhidos com base em sua popularidade, que é determinada com base nos dados do setor e no número de downloads em cada país. Eles serão listados em ordem aleatória.

“Onde um usuário faz o download de um aplicativo de pesquisa na tela, também perguntamos se ele deseja alterar o mecanismo de pesquisa padrão do Chrome na próxima vez que abrir o navegador”, disse Gennai.

As novas opções aparecerão em telefones Android novos e existentes na Europa.

Fonte:Reuters

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com