Autor de feminicídio em garimpo do Pará é preso em Paranaíta no Mato Grosso

image_pdfimage_print

Homem que matou mulher por ciúmes no Creporizão é preso no Mato Grosso.(Foto:Divulgação Policia)

Foto publicada no Jornal Folha do Progresso do acusado ajudou na identificação do criminoso pela policia.

Um homem acusado de feminicídio foi preso pela Polícia Judiciária Civil, nesta segunda-feira (14/09), no município de Paranaíta no estado do Mato Grosso, durante ação da Delegacia de Polícia da cidade. O suspeito, foi preso em acusado de ter assassinado  Keílleane da Silva, de 28 anos, no garimpo do Creporizão em 2016 , ela era moradora da cidade de Itaituba no Pará. A vítima foi assassinada após ser atingida por disparos de arma de fogo.

Leia mais:Confirmado-Jovem foi morta por ciúmes com dois tiros de espingarda calibre 20

O crime aconteceu no final da tarde de domingo, 27 de novembro de 2016, no distrito de Creporizão, município de Itaituba, região garimpeira no Pará.

Feminicídio - Keílleane da Silva, de 28 anos, era moradora do Bairro da Paz na cidade de Itatiuba, foi assassinada com vários tiros com homem que convivia. A motivação segundo testemunhas foi ciúmes. (Foto:Reprodução)
Feminicídio – Keílleane da Silva, de 28 anos, era moradora do Bairro da Paz na cidade de Itatiuba, foi assassinada com vários tiros com homem que convivia. A motivação segundo testemunhas foi ciúmes. (Foto:Reprodução)

Leia mais:Por Ciúmes- Mulher é assassinada à tiros na Comunidade de Crepurizão

Após cometer o crime o homem se evadiu do local, mesmo com buscas na região a policia não conseguiu prender o acusado. A polícia chegou divulgar fotos na tentativa de prender o assassino.

Prisão no MT

A Policia Civil da cidade de Paranaita no Mato Grosso, entrou em contato com o Jornal Folha do Progresso nesta terça-feira (15) e passou informações sobre a prisão do acusado.

Conforme à Policia , após denúncia anônima que um homem de atitudes suspeitas estaria na Gleba Mandakaru, zona rural de Paranaíta no Mato Grosso, o Delegado Eugênio Rudy determinou diligencia.

Os investigadores (IPC) Boaventura e Matias, em diligência chegaram até o  local e encontraram o suspeito, ao ser indagado pelos policiais, o suspeito teve  inúmeras contradições, se apresentou como Antônio que seria irmão de Valdiney, que muitos anos não o encontrava, que não sabia que era procurado pela justiça do Pará.

O investigador Boaventura, insistiu nos questionamentos e perguntou se seriam gêmeos tendo resposta negativa o investigador mostrou a foto da reportagem postada no Jornal Folha do Progresso, foi quando ele assumiu sua verdadeira identidade aos policiais, e assumiu o crime cometido. Após a confirmação, Boaventura e Matias deram voz de prisão a Valdinei, e conduziram o mesmo para a Delegacia de Paranaíta-MT, onde o foi apresentado ao Delegado de Polícia Dr Eugênio Rudy para providências cabíveis.  A policia do Mato Grosso já comunicou a Delegacia regional de policia civil de Itaituba no Pará sobre a prisão do acusado.

Fonte: Jornal Folha do Progresso

Foto Publicado no Jornal Folha do Progresso do acusado de ser o assassino da jovem ajudou na prisão no MY (Foto:Reprodução)
Foto Publicado no Jornal Folha do Progresso do acusado de ser o assassino da jovem ajudou na prisão no MY (Foto:Reprodução)

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: