Banpará seguirá em rodada de negociações

image_pdfimage_print

O Banpará decidiu nesta segunda-feira (12), manter a rodada de negociações específicas, mesmo após o Comando Nacional ter rejeitado a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na semana passada.
Os servidores do Banpará pedem nas negociações um reajuste de 7% e abono de R$ 3.300,00. A proposta do banco paraense está de acordo com os mesmos números que foram apresentados pela Fenaban e rejeitados por outros bancos.
Assim como o Comando em SP, o Sindicato, a Contraf-CUT e a Fetec-CUT/CN disseram não a esta proposta da Fenaban.
No Banpará a greve deve seguir até a Fenaban dar uma posição sobre as reinvindicações. Segundo a diretora da CUT-PA, Fetec-CUT/CN e empregada do banco, Vera Paoloni, quase 100% dos funcionários aderiram a greve.
“A greve no Banpará está quase chegando a 100%, ou seja, é uma cabal demonstração ao banco que a categoria não arredará os pés da greve até ter suas reivindicações atendidas. Na mesa de hoje, passamos à direção do banco alguns itens fundamentais ao funcionalismo do banco. E esperamos o atendimento, pois o lucro de 2016 será estupendo e é um trabalho de todos e todas”
Além de reajuste e abono, as entidades sindicais reafirmaram a necessidade de avanços nas cláusulas sociais, como o plano de saúde para ascendente, descendente e aposentado; do pagamento das promoções por antiguidade e merecimento em janeiro de 2017 seguindo regulamento do PCS de 2009 (e respectivos acordos coletivos, sem mudança das regras do jogo, uma vez que este já iniciou); cesta aniversário correspondente a 50% do tíquete alimentação, além da folga já conquistada; PLR social a maior; anuênio dobrado, processo seletivo para funções comissionadas e não à indicação sem concorrência, bem como a renovação das cláusulas anteriores.
Amanhã às 14h, a Fenaban irá retomar as rodadas de negociação com o Comando Nacional dos Bancários em São Paulo. Diante desse novo calendário, o Banpará informou que assim que saia o resultado dessas mesas, deve chamar as entidades para uma nova reunião.

(DOl)

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: