Bolsonaro desembarca nesta quinta-feira em Breves, no Marajó

image_pdfimage_print

Entre as presenças confirmadas no evento em Breves, está a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves (Foto:Alan Santos / PR)

A previsão é que o presidente passe a noite na cidade, no navio da Marinha. Na sexta, ele participa da cerimônia do programa Abrace o Marajó

Município com um pouco mais de 100 mil habitantes, segundo estimativa do IBGE, Breves, no Marajó, vive uma movimentação atípica em razão da visita do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Hotéis com todos os quartos ocupados, corredores de carros estacionados pelas ruas, filas para pegar camisa do presidente, e profissionais de imprensa, servidores do Governo Federal e equipe de segurança circulando pelo local. A previsão é que o presidente desembarque nesta quinta-feira, às 17h, e passe a noite na cidade, no navio da Marinha.

Segundo informações da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, não há agenda para esta noite. Em Breves, Bolsonaro vai fazer a sua tradicional live, que costuma ser transmitida às 18h30 de quinta.

Na sexta-feira (7), às 7h, ele participa de um evento na Agência-Barco da Caixa. Este é o primeiro compromisso dele confirmado pela Secom. Em seguida, o presidente segue para o Ginásio Osvaldo Prado da Gama da Escola Miguel Bitar, para participar, às 9h, da cerimônia de apresentação do programa Abrace o Marajó e de iniciativas do Governo Federal e da Caixa. Após o evento, ele retorna para Brasília.

Entre as pessoas confirmadas que fazem parte da comitiva presidencial que vai ao Marajó nesta visita, está o presidente da Caixa, Pedro Duarte Guimarães, e ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, mas outros ministros e políticos paraenses, principalmente deputados federais, também são esperados. As assessorias de Éder Mauro (PSD) e Vavá Martins (Republicanos), por exemplo, confirmaram a presença dos dois no evento de sexta.

Por causa dessa visita, a movimentação em Breves começou a aumentar desde o final de semana passado, segundo informações de moradores locais. “Os hotéis estão cheios, inclusive estão vindo ministros, deputados, já teve comitiva com mais de 40 veículos, ônibus, micro-ônibus, carros pequenos. Quem está aqui também é a comitiva dele, parte de segurança, estudando estratégia de segurança, saída da cidade, avião da FAB”, declarou Júnior Leão, dono de um posto de combustível. “Está tudo lotado aqui em Breves”, afirma.

Segundo ele, a última vez que a cidade teve uma movimentação tão grande foi quando o governador Helder Barbalho esteve na região, com o chamado Governo Por Todo o Pará, acompanhado dos deputados da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa). Ele recorda que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, também visitou a cidade, quando estava no Governo. “Foi menos intenso”, declarou, explicando que, com a chegada de Bolsonaro, houve até fila na Praça Central para pegar a camisa do presidente. Júnior diz que a distribuição tem sido feita por apoiados, por conta própria. “São pessoas, empresários que mandaram fazer e estão distribuindo para quem quiser”.

O empresário, assim como o restante da população local, tem grande expectativa para os anúncios que devem ser feitos pelo presidente da República, envolvendo as ações do Governo Federal para a região.  “É muito bom, porque a gente é muito excluído, a gente é deixado de lado. Parece que ele vem assinar obras, projetos de desenvolvimento. Todo o Marajó espera coisas boas”, afirmou Júnior.

Gerente de um hotel, Lelson Costa confirma que, em relação à hospedagem, Breves está com todos os estabelecimentos lotados. Onde ele trabalha, por exemplo, não há mais quarto disponível. Eles começaram a ser ocupados no dia 3 de outubro, data em que o movimento na cidade começou a se intensificar.

“Algumas pessoas chegaram antes, como o evento movimenta outras pessoas, vem ministros, tem muita gente fora da comitiva que precisou vir a cidade, fora a segurança. A gente tem uma equipe de reportagem, parte da equipe de segurança, pessoas de secretarias de governo”, revela. A maioria dos hóspedes, segundo ele, vai embora no dia 9. “Esse movimento atípico geralmente é quando tem esse tipo de evento. Fora isso, não é um movimento real da cidade”, observa.

Lelson conta que as medidas do Governo Federal ainda não foram amplamente divulgadas na cidade, mas existe grande expectativa. “Conversando com um dos integrantes, ele explicou que vai ter abertura de crédito para moradia, lançamento do programa Mais Luz para a Amazônia, voltado aos ribeirinhos, e incentivo para as empresas se instalaram na região. A gente espera que traga bons resultados. De fato, vai ser a primeira vez que estão pelo menos tentando implementar algo diretamente voltado para cá”, avalia.

PROGRAMA

O programa “Abrace o Marajó”, criado pelo Governo Federal em março deste ano, e que terá seu plano de Ação 2020-2023 apresentado durante o evento com o presidente, em Breves, é uma das principais demandas do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, comandado por Damares Alves, e conta com iniciativas da Caixa. O objetivo do programa é buscar o desenvolvimento socioeconômico dos 16 municípios que compõem o arquipélago.

Segundo informações divulgadas pelo Governo Federal, o plano estruturado para os próximos três anos prevê um conjunto de 110 projetos, ações e iniciativas que serão executados com a ajuda de diversos parceiros. Quinze projetos são de responsabilidade do MMFDH, entre a parceria com o Ministério da Defesa (MD), por meio do projeto João do Pulo; a Operação Pão da Vida para a minimização do isolamento e a garantia da segurança alimentar da população marajoara; a instalação da Casa da Mulher Brasileira em Breves e a realização da Ouvidoria Itinerante, em parceria com a Caixa. As políticas locais que serão apresentadas envolvem todos os ministérios e foram alinhadas com os prefeitos da região marajoara.

Por:Keila Ferreira

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: