Caixa d’água desaba e mata mulher

image_pdfimage_print

Perícia e Bombeiros ainda apuram as causas do desabamento (Foto:Thiago Gomes/ O Liberal)

Acidente ocorreu esta manhã no Barreiro, em Belém

A funcionária de caixa lotérica Maria Dalva Pereira Melo, de 45 anos, morreu após ser atingida por uma caixa d’água no pátio de sua residência, na passagem Santos Dumont, bairro do Barreiro, em Belém. O Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves foi acionado e realizou a perícia e a remoção do corpo do local por volta das 9h.

Segundo informações de vizinhos da vítima, o acidente aconteceu por volta das 6h. Maria Dalva estaria estendendo roupas no varal da casa, na área do quintal, e se preparava para ir trabalhar, quando a estrutura da lage onde ficava instalada a caixa d’água cedeu e caiu sobre ela.
Vizinhos tentaram socorrer a vítima

A vizinha Layne, que mora bem ao lado da casa, contou que seu marido ainda pulou o muro e tentou ajudar a vítima, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local. “Quando ele chegou, ela ainda estava viva e deu o último suspiro”, relatou a vizinha.

De acordo com o perito do CPC Renato Chaves, Jadir Ataíde, a caixa d’água de 500 litros despencou de uma altura de cerca de três metros, e estava instalada de maneira irregular.

“O exame nos revela que a estrutura foi feita após a construção da casa, numa lage, sem as devidas precauções, e acabou cedendo. Por ventura a vítima estava embaixo desta estrutura e foi atingida pela parte de concreto, sofrendo um traumatismo crânio-encefálico, fratura de membros e outras lesões típicas deste tipo de acidente, e vindo a óbito”, explicou.
Perícia avalia estrutura da casa

A área da residência foi isolada e o imóvel deverá passar por uma perícia estrutural ainda nesta quinta-feira (10) para evitar que novos acidentes aconteçam.

“Nós já comunicamos ao delegado que o imóvel precisa ser periciado estruturalmente, até porque ainda há restos de lage, restos que ficaram no segundo andar, da estrutura como um todo, e acreditamos que ainda hoje venha uma outra equipe de engenharia legal para periciar a estrutura do imóvel”, afirmou Jadir Ataíde.
Agentes do Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves chegando ao local do acidente Peritos chegam ao local do acidente (Thiago Gomes/ O Liberal)

Por:João Paulo Jussara

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: