Candidato a deputado da ex prefeita Madalena de Novo Progresso é alvo de critica nas redes sociais

image_pdfimage_print

Ex prefeita Madalena Hoffman (PSDB) apoia líder do movimento contra divisão dos estado nesta eleição , internautas comentam negativamente nas redes sociais (Foto:Facebook e WhatsApp).images
“Ex Prefeita  se alia com anti separatista – Celso Sabino é contra estado do Tapajós”
O candidato a deputado federal da ex-prefeita Madalena Hoffman (PSDB),  apresentado aos seus correligionários em Novo Progresso é  Celso Sabino, ele liderou o movimento no estado contrario a divisão.
Madalena é alvo de críticas por adversários e correligionários

 

Facebook
Eleandro Ferreira Então dona #_Leslie é com muito respeito que eu digo, que é preciso colocar uma mascara da coragem mesmo, para sair da rachadura do asfalto, e vir pedir voto aqui na nossa cidade, e é contra a criação do Estado Tapajós, temos que eleger quem é daqui da nossa região, nosso Pará é grande, não adianta falar bonito em época de campanha, tem fazer bonito o tempo todo, tenho certeza que se fizer Bom e bonito, não precisa andar nosso Pará inteiro para ser eleito.
Tenho certeza que tem muitas pessoas precisando dessas promessas, na região dele.
mada

tapajosOs apresentados candidatos a cargos eletivos que Madalena apoia em Novo Progresso estão pagando por terem se posicionado contra divisão do estado do Tapajós em 2011. Postagens de  publicações negativas contra o candidato a deputado de Madalena Hoffmann tomaram conta das redes sociais. O Candidato Celso Sabino apresentado por Madalena,  foi  alvo, até o momento, do maior número de “propaganda negativa”, nesta semana nos grupos de WhatsApp nas redes sociais em Novo Progresso.

Da mesma forma que correlegionários da ex prefeita comentam os adversários também não pouparam as criticas.

Repercussão
Apresentação do candidato por Madalena, chamou atenção dos internautas que não perdoaram, foi destaque nas redes sociais nesta semana , criticando atitude da ex prefeita.

Veja alguns dos comentários do whatsapp;

“Isso é um fato muito ruim para a Madalena”, este cara deveria ser expulso da nossa região de nossa cidade, comentam.

*Ela esta pegando o dela, não esta nem ai com nossa cidade.

*Isto demonstra demonstrar que ela não tem firmeza, não tem pulso. “É uma situação delicada.”

*👆🏼👆🏼Esse aí o Dep. Celso Sabino, candidato da Sra. MADALENA, ex-prefeita, esse cidadão foi contra a criação do Estado do Tapajós, pedimos que não votem nele, ele é contra nossa Região, ele tinha q pedir voto lá em Belém e n aqui, vamos colocar esse cidadão pra correr daqui, pois ele n merece votos de nossa Região q tanto amamos, é covardia quem pedir votos pra ele.
mada orlando

Plebiscito

Quando foi aprovado o plebiscito, surgiu a dúvida se seria realizado somente nas regiões de Carajás e Tapajós ou em todo o Pará, isso teria surgido devido ao questionamento sobre a constitucionalidade da Lei 9.709 de 1998. A lei prevê a participação de toda a população estadual nos plebiscitos realizados para decidir desmembramentos de territórios para formação de outros estados. Em 24 de agosto foi decidido que todo o estado do Pará seria consultado, na prática, isso significa que devia haver apoio majoritário em todo o território paraense para o surgimento dos estados de Tapajós e Carajás. leia mais sobre o plebiscito AQUI
Pelo calendário definido pelo TSE, dia 2 de setembro foi a data limite para que integrantes da Assembleia Legislativa do Pará, Câmara de Deputados e do Senado se manifestem por integrar uma das frentes do plebiscito (contra ou a favor da criação dos dois estados). O registro das duas frentes devia ter sido protocolado no TRE do Pará até o dia 12 de setembro. leia mais sobre o plebiscito AQUI
Celso Sabino comemorou em 2011 a vitória do plebiscito com a população em Belém;

Avenida Visconde de Souza Franco, em Belém, foi palco da comemoração de grupo contrário à divisão do Pará (Foto: Raimundo Paccó / Frame / Agência Estado)
Avenida Visconde de Souza Franco, em Belém, foi palco da comemoração de grupo contrário à divisão do Pará (Foto: Raimundo Paccó / Frame / Agência Estado)


Durante a festa, o líder da frente contrária à criação de Tapajós e Carajás discursou.

“Foi difícil, mas nós vencemos. O Pará é nosso”, disse o deputado estadual Celso Sabino (PR-PA), presidente da frente contra Tapajós.

Ele fez uma brincadeira com uma frase famosa do capitão Nascimento, personagem do ator Wagner Moura no filme “Tropa de Elite”. “Nunca serão, jamais serão, o Pará é nosso”, disse Sabino.

Campanha em 2011
Campanha em 2011

Filha da ex prefeita Leslie Hoffmann Rodrigues fez postagem em defesa da mãe no Facebook– Leia;

-Iniciarei minha breve postagem fazendo uso das palavras escritas por Fernando Henrique Cardoso, no livro A soma e o resto: “na minha casa a discussão política era o pão nosso de cada dia”. Assim também foi na minha casa e dos ensinamentos dos meus pais, Juscelino e Madalena, aprendi que o dever de se posicionar é inerente a uma pessoa de bem e a um cidadão de respeito. Em tempos de pleito eleitoral, em especial nestes tempos turbulentos que estamos vivendo, é comum, em especial nas redes sociais, que colocam sobre o rosto de qualquer um a máscara da coragem, desrespeitarmos o próximo que, por suas razões, escolhe se posicionar de forma diferente da nossa. Também é comum lermos, ou mesmo ouvirmos, que na política só tem sujeita. Amigos, digo-lhes com a pouca experiência de vida que ainda tenho, a politica suja inicia-se por você eleitor que não aceita o posicionamemto diferente do seu semelhante. Escolher um lado não é sinônimo de desrespeitar o próximo. Política, além de tudo, é conquista, mas sobre tudo é respeito. Uma vez que pertenço a uma família que há anos milita na política e sempre defende um lado, há cada dois anos eu costumo dizer, adversário não é sinônimo de inimigo, e mesmo que fosse, aos nossos inimigos também devemos o respeito de uma batalha justa para que a vitoria, seja de qual lado for, seja honrada. Na imagem, Celso Sabino, candidato a deputado federal n* 4567, Thiago, lider do PSDB jovem em Novo Progresso, minha mãe, Madalena, a quem dispenso apresentações, e Luth Rebelo, candidato a deputado estadural n* 45111, minhas escolhas junto ao time Flexa Ribeiro, o senador do açaí n* 456 para o senado, Marcio Miranda ao lado de Megale para o governo do estado do Pará n* 25 e Geraldo Alckmin presidente n* 45

(Facebook)
(Facebook)


 Refém

Na tragédia do subdesenvolvimento, a política não é algo importante na vida da maioria da população. “O trabalhador acorda cedo, trabalha o dia inteiro, chega em casa cansado e vai dormir. Nesse quadro, ele se torna refém de qualquer político que ofereça facilidades momentâneas. Acontece o que se vê, a troca de votos por alimentos, remédios, cargos e até por dinheiro.

Será que a população Progressense é cega, surda e muda?

Por:Blog Adecio Piran

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP – JORNAL FOLHA DO PROGRESSO no (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

%d blogueiros gostam disto: