Casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes aumentam em Santarém

image_pdfimage_print

Na segunda-feira (18) foi lembrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil no Brasil — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Autoridades alertam para aumento de números de casos.

De acordo com os números divulgados com base nos atendimentos realizados pelos Conselhos Tutelares nos últimos quatro anos, em referência ao atendimento à criança e adolescentes, em 2020 ocorreu uma redução significativa. Mas essa informação não é motivo de comemoração, pois o número de denúncias de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes vêm aumentando, em Santarém, no oeste do Pará.

Conselhos Tutelares I, II E III
Trimestre     2017     2018     2018     2020
1º Trimestre     540     721     799     537
2º Trimestre     540     735     735     0
3º Trimestre     540     606     515     0
4º Trimestre     540     580     537     0
Total     2160     2642     2586     573
Fonte: Conselhos Tutelares

Essa afirmação foi repassada pela presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdca), Roselene Andrade, após reunião remota com os conselheiros tutelares dos 3 conselhos da cidade.

Roselene observou a importância de saber o que é abuso sexual e a exploração sexual: O abuso acontece quando a criança ou adolescente é usada para satisfação sexual de uma pessoa mais velha. Já a exploração sexual envolve uma relação de mercantilização, onde o sexo é fruto de uma troca, seja financeira, de favores ou presentes.

“Cabe a nós pedirmos à população que nesse tempo de isolamento social, prestem mais atenção em suas crianças e adolescentes. É preciso acreditar nelas e atentar a qualquer mudança de comportamento, infelizmente na maioria dos casos o abusador, explorador, está entre o convívio familiar”, disse.

A secretária municipal de Trabalho e Assistência Social, Celsa Brito, explica que Santarém por ter mais de 300 mil habitantes, conta com o funcionamento de três conselhos tutelares, que atendem 24h, as denúncias de acordo com a área de abrangência e que outro canal de denúncia é o disque 100.

“Todos nós devemos zelar pelo futuro de nossas crianças e adolescentes, devemos protegê-las de todo mal, mesmo que ele esteja acontecendo dentro do seio familiar. As denúncias devem ser feitas. É importante o cuidado e estar atentos ao menor sinal de que algo não vai bem com sua criança ou adolescente”, acrescentou Celsa Brito.

A secretária destacou que o Creas, em parceria com o Comdca, lançou nesta quarta-feira (20) uma campanha que será trabalhada até o final do mês, este ano de forma virtual, mas que os cuidados e atenção à criança e ao adolescente devem continuar.

“Após a denúncia, os casos são acompanhados pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) que é um equipamento que trabalha com essas violações. Nós temos uma equipe multiprofissional composta por psicóloga, advogada e pedagoga que trabalha diretamente nos casos, destacou Adriana Rego Coordenadora do Creas.

Confira os contatos e áreas de abrangência:

Conselho Tutelar I (93) 99138 – 3143

Aeroporto Velho
Interventoria
Santa Clara
Aldeia
Jaderlândia
Santana
Aparecida
Jardim Santarém
Santíssimo
Área Verde
Jutaí
Santo André
Caranazal
Laguinho
São José Operário
Centro
Livramento
Uruará
Com. da Rodovia Santarém/Curuá-Una
Maicá
Urumanduba
Diamantino
Pérola do Maicá
Urumarí
Fátima
Prainha
Vigia

Conselho Tutelar II (93) 99123 – 4044

Alvorada
Ipanema
Novo Horizonte
Amparo
Liberdade
Salé
Cambuquira
Mapiri
Santarenzinho
Cipoal
Maracanã
São Cristovão
Comunidades da BR – 163
Maracanã I
São Francisco
Conquista
Maracanã II
São José
Elcione Barbalho
Matinha
Tabocal
Esperança
Nova Republica
Vitória Régia
Floresta
Nova Vitória

Conselho Tutelar III (93) 99228 – 7982

Alter do Chão
Comunidades do Rio Tapajós
Comunidades do Rio Arapiuns
Eixo Forte (Comunidades da Rodovia Everaldo Martins)

Por G1 Santarém — Pará

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: