Dois vereadores foram eleitos pelo partido sem fazer legenda em Novo Progresso

Os Partidos que não fizeram a legenda em Novo progresso foi PSC e PSD. (Foto:Reprodução)

Dois vereadores foram eleitos sem fazer legenda em Novo Progresso;

*Chico Souza (PSC) obteve O partido o eleito PSC –(Partido Social Cristão) – Votos nominais 1.241 – Votos de legenda 31 Total de votos 1.272, faltou 122.

* MOACELIO PEREIRA MELO obteve 220 votos, seu partido o PSD –(Partido Social Democrático ) teve 1.163 votos nominais e 22 votos de legenda na soma Total de votos 1.185, faltando 184 votos para legenda.

Vejam votos nominal dos partidos.

Sem título

Como funciona o voto na legenda

Nas eleições proporcionais, é possível realizar voto nominal ou optar por apoiar o partido

Vejam como funcionam as duas formas de votar para vereador no sistema eleitoral brasileiro.

O voto nominal se dá quando o eleitor escolhe um candidato para ocupar a vaga na Câmara, pressionando, na urna, os cinco dígitos do seu número e confirmando assim que aparecem nome e foto. Já o voto em legenda é aquele em que o eleitor não manifesta sua vontade por um candidato específico, mas por qualquer dos candidatos do partido escolhido. Nesse caso, digita apenas os dois algoritmos da sigla.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), optando pelo voto no partido e não no candidato, seu voto é considerado válido, sendo contado da mesma forma que os votos nominais para o cálculo do quociente eleitoral.

O cálculo funciona assim: digamos que um município tem 10 cadeiras na Câmara de Vereadores e tenha tido um total de 50 mil votos válidos nessas eleições. O quociente eleitoral é, na prática, a divisão dos votos válidos pelo número de vagas. Assim o número seria de 5 mil votos. O quociente é o número mínimo de votos que um partido deve ter para eleger um vereador. Pela nova regra, cada candidato deve ter, pelo menos, 500 votos (10% dos 5 mil) para ter a chance de obter a vaga.

Depois disso, as vagas serão repartidas proporcionalmente à quantidade de votos que cada partido recebeu (seja por voto nominal ou de legenda). Dentro do partido, as cadeiras são distribuídas pela ordem do mais votado para o menos votado. Os partidos que não atingirem, na totalidade dos seus candidatos, o quociente não poderão ocupar nenhuma vaga.

Votação de Novo Progresso

eleiç

Em Novo Progresso 15,124 votos foram validos, a legenda para os partidos foi 1.374 Votos.

*Novo Progresso teve 15.124 (Votos a candidatos e legendas)

*Compareceram às urnas 15.755 equivalente ao 69,56% do eleitorado.

* Brancos  273 · 1,74%

* Nulos 358 · 2,27%

*Os faltosos somaram 6.894 uma abstenção 30,44%

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/evento-que-aborda-temas-como-midia-e-criatividade-esta-com-inscricoes-abertas/

 




Eleição-2020 – Vereador é eleito com 29 votos em cidade de São Paulo

Borá, menor cidade do estado de SP — Foto: TV TEM/Reprodução

Na cidade com menor população de SP, vereador é eleito com 29 votos
Borá tem 838 habitantes, segundo estimativa do IBGE, e 1.061 eleitores, conforme o TSE. Prefeito foi eleito com 501 votos neste domingo (15).

Na cidade de Borá, no interior de São Paulo, um candidato a vereador conseguiu uma das nove cadeiras da Câmara Municipal com apenas 29 votos. O município conta com 838 habitantes, segundo a estimativa do IBGE, e 1.061 eleitores, conforme o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A cidade é considerada a menor cidade do estado de São Paulo e, respectivamente, o menor colégio eleitoral.

  Confira a apuração das eleições em Borá
Veja quem são os prefeitos eleitos no centro-oeste paulista

Os 29 votos conquistados nas eleições municipais do último domingo (15) permitiu que Cristiano, do PSDB, fosse eleito para ocupar a 9ª cadeira da Câmara de Vereadores da cidade a partir de 2021. Ao todo, 37 candidatos disputaram as vagas no Legislativo na cidade. Os mais votados, Cecilia (PTB) e Paulinho (REPUBLICANOS), tiveram 70 votos.

Segundo dados do TSE, além de Cristiano, Wilson Canato Neno, do PSD, precisou de apenas um voto a mais que Cristiano e também foi eleito vereador de Borá, com 30 votos. (Confira abaixo como ficou a composição da Câmara de Borá para o mandato 2021 a 2024.)

Cristiano, do PSDB, foi eleito com 29 votos em Borá — Foto: TSE/Divulgação
Cristiano, do PSDB, foi eleito com 29 votos em Borá — Foto: TSE/Divulgação

Borá também decidiu neste domingo quem vai assumir a prefeitura da cidade a partir do próximo ano. Luiz, do PTB, foi eleito com mais de 55,12% dos votos válidos, o que representa 501 dos 899 votos válidos na cidade.

A eleição na cidade teve uma abstenção de 131 votos (12,35%). Os votos brancos somam 11 (1,18%) e os nulos, 20 (2,15%).

Em 2016, Borá teve o vereador eleito com 32 votos, a menor quantidade em todo o país. Segundo um levantamento feito pela TV TEM, neste ano, Borá teve o vereador eleito com menos votos das 100 menores cidades do Brasil.

Vereadores eleitos em Borá

*Cecilia (PTB) – 70 votos
*Paulinho (Republicanos) – 70 votos
*João Enfermeiro (Republicanos) – 62 votos
*Goiano (Republicanos) – 51 votos
*João do Posto (Republicanos) – 49 votos
*Paulo Mecânico (PTB) – 45 votos
*Artur Caldas (PSDB) – 37 votos
*Wilson Canato Neno (PSD) – 30 votos
*Cristiano (PSDB) – 29 votos

Jornal Folha do Progresso com informações do G1 Bauru e Marília
17/11/2020 12h46
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/evento-que-aborda-temas-como-midia-e-criatividade-esta-com-inscricoes-abertas/

 




Eleições 2020: Ação popular movida por 500 advogados pede anulação das eleições municipais

O Movimento Advogados do Brasil (MABr) entrou com uma ação popular contra o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em que requer, de forma liminar, a anulação das eleições municipais deste ano e a designação de uma nova data. A peça jurídica é assinada por sete coordenadores nacionais do movimento e subscrita por 501 advogados filiados. Segundo eles, o objetivo da medida é “defender a moralidade pública, o respeito às leis e evitar prejuízo ao erário público”.

O grupo questiona a contratação sem licitação da empresa que forneceu o “supercomputador” que apresentou lentidão na apuração do primeiro turno, em 15 de novembro. O MABr alega que o contrato pode causar um “prejuízo aos cofres públicos de R$ 18 milhões”.

O movimento ainda questiona a decisão do TSE de centralizar a apuração e totalização de votos no próprio tribunal. Segundo o grupo, a medida violou o artigo 158 do Código Eleitoral, que determina que a apuração de prefeitos e vereadores tem que ser feita pelas juntas eleitorais de cada estado da federação. A ação foi protocolada na 6ª Vara Federal Cível do Distrito Federal.”

 
Foto: Antonio Augusto/Ascom/TSE
Por Gazeta do Povo

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/instituicao-oferta-cursos-on-line-e-gratuitos-inscricoes-iniciam-hoje-1/




Eleições 2020: Eleitor tem 60 dias para justificar ausência em votação

É necessário documento que comprove impossibilidade de comparecer.

Quem não compareceu às eleições realizadas no último domingo (30) tem até 60 dias para justificar a ausência na Justiça Eleitoral. A justificativa deverá conter a documentação comprobatória da impossibilidade de comparecimento ao pleito.

A requisição pode ser feita por meio do aplicativo de celular e-Título, pelo Sistema Justifica ou por meio do comparecimento a um cartório eleitoral para a entrega do Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE), que pode ser preenchido aqui . O requerimento pode ser enviado pelos correios ao juiz da zona eleitoral na qual o eleitor for inscrito, acompanhado da documentação comprobatória da impossibilidade de comparecimento ao pleito. Veja a relação das zonas eleitorais.

O eleitor que deixou de votar e não justificou a ausência no dia da eleição poderá apresentar justificativa até 14 de janeiro de 2021 (ausência no primeiro turno) e até 28 de janeiro de 2021 (ausência no segundo turno).

O acolhimento ou não da justificativa apresentada ficará a critério do juiz da zona eleitoral em que o eleitor for inscrito. Enquanto não regularizar sua situação com a Justiça Eleitoral, o eleitor não poderá, entre outras coisas, obter passaporte ou carteira de identidade e renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial.

 
Foto: Reprodução/ TSE
Por: Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/instituicao-oferta-cursos-on-line-e-gratuitos-inscricoes-iniciam-hoje-1/




Eleições 2020: Nando é um dos vereador mais bem votado em Novo Progresso

(Foto:Reprodução) – O Vereador Valfride Rodrigues dos Santos (NANDO-PROS), foi eleito com 414 votos, e ficou o quarto mais votado na eleição de 2020 em Novo Progresso.

Valfride Rodrígues dos Santos (NANDO), 42 anos é morador do Assentamento Nova Fronteira, natural da cidade de Matelândia(PR), vive em união estável com Berenice e tem dois filhos.

Nando (PROS), foi o quarto vereador mais votado de Novo Progresso nesta eleição com 414, falou com exclusividade ao Jornal Folha do Progresso após sua vitória no domingo, dia 15 de Novembro.

Durante a entrevista, Nando (PROS) lembrou as dificuldades de realizar a campanha devido ao coronavírus. “Foi uma eleição difícil, por causa da pandemia. Mas seguimos em frente, levamos nossa proposta e saímos vitoriosos dessa campanha, o que nos deixa orgulhoso, mas cientes da nossa responsabilidade”.

O vereador que está eleito para seu primeiro mandato disse que ser bem votado da eleição aumenta sua responsabilidade junto com seus eleitores. “Quero agradecer pelos 414 votos, pessoas que depositaram em nós a confiança para ser vereador pela primeira vez”. “Foi uma votação expressiva, diante dos eleitores que faltaram as urnas, ser bem votado mostra que estamos no caminho certo”.

Nando lembrou que “Novo Progresso tem muitos desafios, apoiei o prefeito Macarrão, mas isto não impede de sermos parceiros da nova gestão, tudo que for bom par nossa cidade vamos apoiar e fazer novos projeto e dar uma resposta a população que acreditou no nosso trabalho.

Por: JORNAL FOLHA DO PROGRESSO

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/matriculados-no-ensino-superior-tem-ate-hoje-27-para-concorrer-a-vagas-remanescentes-do-fies/

 

 




Presidente de seção que divulgou vídeo mostrando o voto é identificada pela Polícia Federal em Santarém, no PA

Vídeo foi compartilhado em grupos de WhatsApp. Mulher foi encaminhada para a delegacia, onde Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi lavrado. Prática é considerada crime eleitoral.

A Polícia Federal do Pará identificou a responsável por um vídeo em que uma pessoa vota na urna eleitoral neste domingo (29) — não é permitido levar celular para a cabine. A prática é considerada crime eleitoral descrito no art. 312 da lei nº 4.737/65, Violação do Sigilo do Voto, que prevê pena de detenção de até dois anos.

O vídeo foi compartilhado em grupos de WhatsApp.

Os investigadores descobriram que o caso aconteceu no município de Santarém, oeste do Pará, e identificaram e localizaram a pessoa responsável pelo vídeo. O G1 apurou que trata-se de uma mulher que trabalhava como presidente de uma das seções eleitorais do município.

A mulher foi encaminhada para a delegacia de Polícia Federal do município, onde foi lavrado o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

O aparelho celular da presidente de seção foi apreendido e será periciado pela Polícia Federal.

2º turno em Santarém
O segundo turno da eleição municipal de 2020 em Santarém é disputado por Maria do Carmo e por Nélio Aguiar.

Nélio Aguiar (DEM), que é o atual prefeito, votou às 09h, na escola Barão do Tapajós, bairro Aldeia. Ele chegou ao local acompanhado pela esposa.

A candidata Maria do Carmo (PT) votou às 10h25, no Colégio Santa Clara, localizado no bairro de mesmo nome. Ela chegou acompanhada do esposo e do filho.
Foto: Heloise Hamada/G1
Fonte:Por G1 Santarém — PA

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/aplicativo-finlandes-para-alfabetizacao-chega-ao-brasil-com-aval-do-mec/




Eleições municipais 2020: Pará foi o primeiro a concluir os resultados do segundo turno -Veja resultado nas capitais do Brasil

Eleições municipais 2020: os resultados do segundo turno nas capitais do Brasil

cidadão votando em urna eletrônica (Foto: Crédito, Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

Neste domingo (29/11), 57 municípios brasileiros foram às urnas para eleger seus prefeitos em segundo turno. Os resultados começaram a ser divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral pouco após as 17h, no horário de Brasília, quando terminou a votação.

Ao todo, 18 capitais tiveram segundo turno neste domingo. A primeira confirmação veio do Pará.

Com 98% das urnas apuradas, o candidato do PSOL em Belém, Edmilson Rodrigues, será o novo prefeito da cidade. Ele teve 51% dos votos, vencendo o Delegado Federal Eguchi, do Patriotas, que teve 48% dos votos.

Nesta página, o Jornal Folha do Progresso mostra o resultado das capitais do país com pleito decidido no domingo dia 30 de Novembro, a cada definição. Acompanhe:

Belém

Edmilson (PSOL): 52% (Eleito)

Delegado Federal Eguchi (Patriotas): 48%.

 

São Paulo:

Bruno Covas (PSDB): 59,77% (Eleito)

Guilherme Boulos (PSOL): 40,23%

 

Rio de Janeiro

Eduardo Paes (DEM): 64,41% (Eleito)

Marcelo Crivella (Republicanos): 35,59%

 

Vitória

Delegado Pazolini (Republicanos): 58% (Eleito)

João Coser (PT): 41%

 

Recife

João Campos (PSB): 56,21% (Eleito)

Marília Arraes (PT): 43,79%

Aracaju

Edvaldo (PDT): 57% (Eleito)

Delegada Danielle (Cidadania): 42%

 

Fortaleza

José Sarto (PDT): 51,69% (Eleito)

Capitão Wagner (PROS): 48,31%

 

João Pessoa

Cícero Lucena (PP): 53,16% (Eleito)

Nilvan (MDB): 46,84%

 

São Luís

Eduardo Braide (Podemos): 55,87% (Eleito)

Duarte Junior (Republicanos): 44%

 

Teresina

Dr. Pessoa (MDB): 62% (Eleito)

Kleber Montezuma (PSDB): 37%

 

Porto Alegre

Sebastião Melo (MDB): 54,58% (Eleito)

Manuela D’Ávila (PCdoB): 45,42%

 

Rio Branco

Tião Bocalom (PP): 62,82% (Eleito)

Socorro Neri (PSB): 37,18%

 

Manaus

David Almeida (Avante): 51,24% (Eleito)

Amazonino Mendes (Podemos): 48,76%

Porto Velho

Hildon Chaves (PSDB): 54,60% (Eleito)

Cristiane Lopes (PP): 45,40%

 

Boa Vista

Arthur Henrique (MDB): 85,41% (Eleito)

Ottaci (Solidariedade): 14,59%

 

Cuiabá

Emanuel Pinheiro (MDB): 51,17% (Eleito)

Abílio (Podemos): 48,83%

 

Goiânia

Maguito Vilela (MDB): 52,52% (Eleito)

Vanderlan Cardoso (PSD): 47,48%

 

Maceió

João Henrique Caldas (PSB): 58,65% (Eleito)

Alfredo Gaspar de Mendonça (MDB): 41,35%

 

Macapá

As eleições na capital do Amapá foram adiadas por causa do apagão de energia elétrica. O primeiro turno vai ocorrer no dia 6 de dezembro.

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

 

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/matriculados-no-ensino-superior-tem-ate-hoje-27-para-concorrer-a-vagas-remanescentes-do-fies/

 




Vereadora mais votada em Belém, assumirá vaga de Edmilson na Câmara Federal

Vereadora eleita mais votada de Belém se torna a primeira negra e LGBT no Congresso.

Com a eleição de Edmilson Rodrigues (PSOL) prefeito de Belém, quem ocupará sua vaga em Brasília será Vivi Reis, que nas eleições de 2018 obteve mais de 22 mil votos e se tornou a primeira suplente do partido na Câmara Federal.

“Ter a possibilidade de me tornar uma deputada federal representa levar para Brasília a defesa dos interesses dos paraenses, e amplificar o debate sobre as desigualdades e sobre o modelo de desenvolvimento imposto para a Amazônia”, declarou Vivi Reis por meio de um comunicado.

Além de se tornar a primeira mulher negra e LGBT na Câmara dos Deputados Federais, Reis foi a mulher mais bem votada nas eleições para Câmara Municipal de Belém e a mais bem votada entre todos os municípios da Amazônia.

“Isso é muito importante e reflete o que ocorreu em nível nacional, com o crescimento de candidaturas de mulheres, de negros e negras, de LGBTI+, de Indígenas, enfim houve um movimento dos grupos historicamente invisibilizados em busca de uma maior representatividade institucional e, mesmo tendo conseguido algumas vitórias, ainda continuamos subrepresentados”, avalia Vivi.

 

 

Foto: Reprodução
Fonte: Revista Fórum

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/comprar-lingerie-on-line-requer-atencao-aos-detalhes/




Delegado Eguchi lamenta derrota e anuncia início de trajetória a 2022

‘Eu não vou desistir agora, pelo contrário. É o início, não é o fim’, disse ele logo após o resultado das urnas.

Candidato derrotado na eleição municipal 2020 para prefeito de Belém, o Delegado Federal Eguchi (Patriota) lamentou a escolha de metade dos eleitores de Belém, que segundo ele, optou “por um candidato do sistema”, e assegurou que vai seguir a carreira política, citando as próximas eleições gerais de 2022. Em dado momento da entrevista, Eguchi afirmou inclusive que se Edmilson Rodrigues governar segundo os interesses da população, ele vai apoiá-lo, mas em seguida ponderou que será sim oposição ao prefeito eleito.

CARREIRA POLÍTICA
“Eu cheguei num ponto onde a política se tornou parte de minha vida e principalmente, esse povo todo que está aqui, acreditou em nossa honra, caráter, dignidade, e eu jamais deixaria esse povo órfão, então, eu entrei de cabeça nessa caminhada, Deus me colocou até aqui e tenho certeza que existem os outros planos melhores, e a gente vai continuar firme até conseguir limpar esse sistema corrupto que está aí”, disse Eguchi, cercado de grande número de correligionários que compareceram neste domingo (29), em frente ao escritório da candidatura dele na Passagem do Arame entre a avenida Dr. Freitas e a travessa Alferes Costa, no bairro do Marco, em Belém.
Eguchi afirmou que sua campanha foi só um começo. “Isso é só uma semente que foi plantada, ela vai germinar, vai dar frutos e quem sabe em 2022, a gente consiga mostrar a população do Estado do Pará, que pode se fazer uma política limpa, sem usar recursos públicos, falando com a verdade, sem atacar ou agredir o adversário, porque tudo que falei é verdade”.

“Esses processos que eu tenho falado do outro candidato, que agora é o prefeito eleito, eu não inventei nenhuma vírgula, mas infelizmente a maior parte da população não levou em consideração as propostas de mudanças reais, e preferiu eleger um candidato que está vinculado ao governo do estado e que não vai conseguir nem um por cento do que ele se propôs. Porque o projeto dele é um projeto de campanha, o nosso projeto, não, era um projeto para o povo de Belém, sem pensar em reeleição, em projeto futuro de poder, só pensando em ajudar a população. Então, eu estou à disposição da população. Eu não vou desistir, pelo contrário, agora é o início, não é o fim, nós vamos sentar com a cabeça fria para ver os próximos passos”.Delegado Eguchi afirmou inclusive que se Edmilson Rodrigues governar segundo os interesses da população, ele vai apoiá-lo, contudo, em seguida, ele reiterou que será sim oposição ao prefeito eleito.”Eu acho que se o próximo prefeito tiver realmente interesse em ajudar a população a melhorar a qualidade de vida, ele conta com o nosso apoio, não tem problema nenhum, só não pode achar que venceu a prefeitura para uso próprio, reeleger seus políticos e a população ficar em segundo plano. Pelo contrário, tem que colocar a população de Belém em primeiro plano. Mas, infelizmente nós sabemos que não é assim que funciona”.

”Nosso plano de governo está à disposição dele (Edmilson Rodrigues), ele não vai ter meu apoio nunca porque o viés ideológico dele é diferente do meu, e o grupo que estava na coligação dele é uma coligação contra a qual o povo estava brigando contra, então, seria até desleal da minha parte participar de um governo com um viés esquerdista, junto com o governo do estado que todos conhecem”.Eguchi lastimou a escolha da população por Edmilson Rodrigues.
Eguchi obteve 364 mil e 95 votos (48,24%), já Edmilson recebeu 390 mil, 723 votos (51,76%).

“Infelizmente, a população de Belém optou em ter um prefeito comprometido com o sistema e como eu falei são quatro anos de prosperidade ou de tristeza, cada um faça sua avaliação ao final dos quatros anos para ver se foi de prosperidade ou de tristeza”.

SOBRE 2022
O delegado da Polícia Federal afirmou que fará um caminho político diferenciado rumo a 2022, “vai se transformar em outra caminhada que eu sei que a população clama por isso. metade da população não aceita a velha política. O resultado foi bastante apertado, infelizmente, nessa última semana, nós vimos um derrame de muitas coisas ruins”, disse ele sem dar detalhes do que classificou como ruim.

“Ontem e hoje, não houve nenhuma denúncia do nosso lado, infelizmente, a população foi influenciada e optou por outro candidato, mas daremos resposta em 2022. Não só eu, mas a população que votou na gente vai fiscalizar o novo governo, vai fiscalizar porque a população não aguenta mais enganação, bandalheira, e todos vão fiscalizar para ver se realmente o compromisso de campanha dele serão cumpridos”.

Sobre o resultado das urnas em Belém ser um recado direto ao governo do presidente Bolsonaro, já que Eguchi se apresentava defendendo o presidente da República, “é isso daí contribui para que o presidente Bolsonaro tenha menos apoio na Prefeitura de Belém”, concluiu.

 
Foto: Thiago Gomes / O Liberal
Por: Valéria Nascimento/ O Liberal

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/comprar-lingerie-on-line-requer-atencao-aos-detalhes/




Edmilson Rodrigues é eleito prefeito de Belém

O candidato do PSOL recebeu 51,76% dos votos válidos.

Com 100% dos votos apurados, Edmilson Rodrigues, do PSOL, já está confirmado como o novo prefeito eleito de Belém, com 51,76% dos votos. O candidato da Coligação “Belém de Novas Ideias”, que geriu a capital paraense entre 1997 e 2004, exercerá o seu terceiro mandato como chefe do cargo máximo do Executivo municipal. Edmilson teve, ao todo, 390.723 votos.

O deputado federal disputou o segundo turno com o Delegado Eguchi, do Patriota, que chegou em segundo lugar, com 48,24% dos votos, na disputa que contou com 12 candidatos ao todo, de diferentes espectros políticos. Eguchi recebeu 364.095 votos, ao todo. Eleito em 2018 para o segundo mandato na Câmara Federal, a vaga do político será ocupada por Vivi Reis (PSOL), a primeira suplente do partido de esquerda, que foi eleita como vereadora para a Câmara Municipal de Belém (CMB) no dia 15 de novembro deste ano, data do primeiro turno.

Belém teve 800.010 votos totais, sendo 754.818 votos válidos, 15.897 (1,99%) votos brancos e 29.295 (3,66%) votos nulos.
Foto: Cristino Martins / O Liberal
Por: O Liberal

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/comprar-lingerie-on-line-requer-atencao-aos-detalhes/