São Paulo vence o Corinthians com lance polêmico e cola no G4

Por:Gazeta Esportiva (foto: Rubens Chiri/arquivo)13/10/2019 19:30

Raphael Claus não quis saber de VAR nesse domingo e acabou ignorando uma falta sofrida por Danilo Avelar no lance que originou pênalti de Manoel em Vitor Bueno no Majestoso do Morumbi, válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Independente da polêmica e das discussões, Reinaldo marcou o gol do jogo e garantiu a vitória do São Paulo em cima do Corinthians por 1 a 0.

O resultado colou o Tricolor no Timão, ambos com 43 pontos agora e com 11 triunfos na competição. O saldo de gols (11 a 10 aos corintianos) dá vantagem aos alvinegros, ainda na quarta colocação, com o rival logo atrás.

Na próxima rodada, a equipe de Fábio Carille, que viu a série de cinco jogos sem perder acabar, encara o Goiás no Serra Dourada, quarta-feira, às 21h30. No mesmo dia, mas às 21h, o São Paulo do estreante Fernando Diniz como mandante, visita o Cruzeiro, no Mineirão.

Os desfalques de ambos os lados não foram poucos, mas, pouco alteraram a expectativa pelo que teríamos em campo. Na estreia de Fernando Diniz no Morumbi, o São Paulo primou pela posse de bola, com as famosas saídas arriscadas junto ao próprio goleiro. Nesses momentos, sempre um frisson nas arquibancadas.

O Corinthians aproximou suas linhas, encurtou o campo, isolou Boselli e fez de Love e Clayson marcadores pelos lados. O bloqueio alvinegro aliado a insistência são-paulina em entrar pelo centro dificultou as coisas para os mandantes.

Em compensação, o Corinthians foi praticamente inofensivo na frente. Sempre lento, obrigado a aguardar seus homens chegarem de tão longe até o campo do São Paulo. O excesso nos erros de passes também contribuíram para a ausência de criatividade.

Assim, os únicos lances mais agudos antes do intervalo surgiram pelos pés de Reinaldo e Clayson. O lateral esquerdo arriscou de longe e acertou a trave de Cássio. Já o atacante chegou a driblar Volpi em um contra-ataque, mas tropeçou na bola e saiu pela linha de fundo.

Na etapa final, o panorama pouco mudou. Na verdade, a pressão tricolor se intensificou. O Corinthians, com seus pontas sem pernas para atacar, ficou totalmente inofensivo na frente.

O prêmio a quem buscou a vitória surgiu de um passe de Hernanes que culminou no pênalti de Manoel em Vitor Bueno. Lance polêmico, porque Avelar sofrera falta no início da jogada. Lance interpretativo que Claus assumiu e não quis saber de VAR.

Na bola, Reinaldo bateu firme, Cássio chegou perto, mas não evitou o gol dos donos da casa. Em meio a comemoração, Diniz atendeu aos pedidos da torcida e colocou Igor Gomes no jogo no lugar de Hernanes.

Fábio Carille apostou em Janderson, Régis e Gustavo. Nada funcionou. Assim como as entradas de Sara e Hudson pouco surtiram efeito. No fim, não foi um grande clássico, mas fundamental para quem ficou com a vitória, que foi o São Paulo, o time que quis e obteve os três pontos sob gritos satisfatórios de sua torcida: “Olé”.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/youtube-pode-auxiliar-na-preparacao-para-o-enem-2019/




Vasco vence Fortaleza e se afasta da zona de rebaixamento do Brasileirão

Por:Gazeta Esportiva (foto: Rafael Ribeiro/assessoria)13/10/2019 19:34

O Vasco voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. O time dirigido por Vanderlei Luxemburgo derrotou o Fortaleza por 1 a 0, em partida disputada na tarde deste domingo, em São Januário. O gol foi marcado em pênalti cobrado por Yago Pikachu, no segundo tempo, após lance contestado pelos jogadores da equipe cearense. O resultado fez o Cruz-Maltino chegar aos 31 pontos ganhos e subir para a 12ª colocação, enquanto o Fortaleza agora ocupa a 15ª posição com 28 pontos ganhos.

O Vasco não fez uma boa partida, mas melhorou na segunda etapa depois das modificações efetuadas pelo técnico Luxemburgo e poderia até ter ampliado a vantagem. O Fortaleza entrou com o objetivo de se defender e, quando sofreu o gol, não mostrou condições de reação, principalmente após ter ficado com dez jogadores, após a expulsão de Gabriel Dias.

Na próxima rodada, o Vasco enfrentará o Botafogo, em São Januário. O Fortaleza, por sua vez, vai receber o Flamengo, no Castelão.

O jogo – Escalado com apenas dois volantes, o Vasco empurrava os quatro atacantes para cima da defesa do Fortaleza. O time cearense mantinha apenas Wellington Paulista isolado na frente e foi o centroavante foi o autor do primeiro chute, aos cinco minutos, mas Fernando Miguel defendeu com segurança. Com nove, o Vasco criou a primeira grande oportunidade. Rossi cruzou, a defesa cearense rebateu mal e Marrony soltou a bomba, mas Marcelo Boeck fez grande defesa.

O time dirigido por Vanderlei Luxemburgo mantinha a pressão. Marrony e Talles Magno se revezavam no comando do ataque para tentar furar o sistema defensivo do Fortaleza, que se mostrava seguro. Com quatro na frente, o Vasco acabava sobrecarregando a tarefa dos volantes, pois Marrony não conseguia fazer a ligação com os atacantes.

Só aos 21 minutos é que a torcida voltou a vibrar com um chute de Andrey, que bateu na rede pelo lado de fora. O técnico cruz-maltino ainda mudou as posições de Talles Magno e Rossi. Os jogadores se juntaram a Ribamar, no meio, abrindo espaço para os laterais. O Fortaleza seguia mais preocupado com a defesa e, aos 40 minutos, conseguiu chegar na área carioca com um chute de Felipe, que não assustou Fernando Miguel.

O Vasco voltou para o segundo tempo com Felipe Bastos no lugar de Andrey. Felipe Ferreira entrou na vaga de Ribamar. Com as mudanças, Marrony passou a atuar no centro do ataque, enquanto Felipe Fereira entrou como meia. Aos nove minutos, Rossi recebeu na entrada da área e finalizou forte. A bola acertou o travessão e, no rebote, Marrony cabeceou para fora. O Fortaleza respondeu imediatamente com André Luiz, que chutou cruzado e tirou tinta da trave.

O jogo ficou mais aberto e, com 15 minutos, Felipe Ferreira bateu falta na entrada da área e a bola voltou a explodir no travessão. Em seguida, foi a vez de Rossi chutar forte e Marcelo Boeck evitar o gol carioca com grande defesa, espalmando para escanteio. Na cobrança, Leandro Castan foi empurrado na área e o árbitro marcou pênalti, convertido por Yago Pikachu. Os jogadores do Fortaleza protestaram bastante contra a marcação confirmada pelo VAR.

O Vasco se tranquilizou e, aos 29 minutos, Boeck evitou o segundo ao praticar grande defesa em finalização de Felipe Bastos. Logo depois, a situação do Fortaleza se complicou quando Gabriel Dias, que já tinha cartão amarelo, derrubou Talles Magno e foi expulso de campo.

Rogério Ceni ainda tentou tornar sua equipe mais agressiva e colocou o meia Matheus Alessandro no lugar do volante Edinho. Com um jogador a menos, o Tricolor cearense tentou chegar ao empate em cabeçada de Paulão, mas Fernando Miguel fez boa defesa.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/youtube-pode-auxiliar-na-preparacao-para-o-enem-2019/

 




Flamengo bate Athletico na Arena da Baixada e quebra jejum

|Por:Gazeta Esportiva (foto: assessoria/arquivo)13/10/2019 17:46

Não existe tabu que segure o Flamengo de Jorge Jesus. Em partida disputada na tarde deste domingo, na Arena da Baixada, o Rubro-negro carioca derrotou o Athletico Paranaense por 2 a 0, com gols marcados por Bruno Henrique, um em cada tempo. Com o resultado, o Flamengo quebrou um jejum de oito anos sem vitórias no campo do Furacão.

O time dirigido por Jorge Jesus segue na liderança folgada do Campeonato Brasileiro com 58 pontos ganhos, mantendo a vantagem de oito pontos sobre o Palmeiras e chegando ao 12º jogo sem derrota na competição. O Athletico segue com 35 pontos na décima colocação.

O resultado fez justiça ao futebol mais objetivo do Flamengo que, mesmo com muitos desfalques, soube segurar a pressão do time da casa e mostrou objetividade para marcar os gols que garantiram mais uma vitória. O Furacão desperdiçou muitas oportunidades para marcar e ainda teve a infelicidade de encontrar o goleiro Diego Alves em tarde muito inspirada.

Na próxima rodada, o Flamengo vai encarar o Fortaleza, no Castelão. O Athletico-PR vai enfrentar o Fluminense, no Maracanã.

O jogo – Como era de esperar, o Athletico partiu para o ataque, mas o Flamengo respondeu com marcação na saída de bola da equipe da casa, com a intenção de recuperar a bola. Aos oito minutos, Willian Arão desarmou Wellington na intermediária e chutou para defesa segura do goleiro Léo, substituto de Santos que está na Seleção Brasileira.

Aos 17 minutos, Lucas Silva invadiu a área pela direita e caiu depois de se chocar com o zagueiro Léo Pereira. O árbitro marcou pênalti, mas depois de checar as imagens com o árbitro de vídeo, anulou a marcação.

O Flamengo ficava mais tempo com a bola, tentando achar espaços na defesa paranaense, mas o time dirigido por Tiago Nunes mostrava eficiência na defesa. Aos 29 minutos, o Furacão criou a primeira jogada de perigo. Após cobrança de escanteio, Thiago Heleno subiu mais do que a zaga e cabeceou, mas Diego Alves fez grande defesa.

O Flamengo respondeu aos 39 minutos quando Lucas Silva cruzou e Vitinho, de coxa, desviou para o gol. A bola tirou tinta da trave de Léo. Aos 44 minutos, o Rubro-Negro marcou o primeiro gol. O goleiro Léo saiu jogando errado e Bruno Henrique se antecipou aos zagueiros para colocar a bola nas redes.

Depois de sofrer o gol, o Atlético tentou o empate em lances consecutivos de de Rony e Léo Citadini, mas o goleiro Diego Alves apareceu com segurança.

O segundo tempo começou com forte pressão do ataque do Ahtletico. Aos dois minutos, Willian Arão errou na saída de bola e Thonny Anderson ficou livre na área, mas seu chute foi defendido pelo goleiro Diego Alves. Aos 13 minutos, após cobrança de escanteio, a bola ficou com o zagueiro Léo Pereira que dominou na pequena área e bateu para fora, desperdiçando nova chance para o Furacão.

Muito pressionado, o Flamengo só voltou a aparecer com perigo aos 31 minutos quando Willian Arão fez ótimo passe para Bruno Henrique que concluiu com muito perigo. O Furacão respondeu aos 34 minutos com cabeçada perigosa de Marco Rubén, mas a bola saiu.

Aos 45 minutos, o Flamengo liquidou as esperanças do Athletico ao marcar o segundo gol. Everton Ribeiro lançou Renê e o lateral cruzou para o oportunista Bruno Henrique aparecer na frente da zaga e empurrar para as redes, definindo o resultado da partida.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/youtube-pode-auxiliar-na-preparacao-para-o-enem-2019/

 




Brasil perde Neymar, empata outra e chega ao quarto jogo sem vitória

Por:Gazeta Esportiva (foto: reprodução/arquivo)13/10/2019 09:58

A Seleção Brasileira já não vence há quatro partidas. Na manhã desse domingo (horário de Brasília), o time canarinho ficou no 1 a 1 com a Nigéria em Singapura em seu segundo amistoso contra africanos em menos de uma semana. Na quinta, o empate foi por 2 a 2 com Senegal. Antes, perdeu para o Peru e também ficou na igualdade com a Colômbia.

No Estádio Nacional, Aribo abriu o placar no primeiro tempo e Casemiro evitou a derrota com um gol no segundo tempo. Agora, o Brasil vai se preparar para amistosos contra Argentina e Coreia do Sul em novembro.

O início da Seleção Brasileira foi bastante promissor. Com pressão alta e o adversário assustado. O problema é que em pouco tempo o ímpeto caiu e jogo ficou equilibrado. A primeira chance de perigo foi dos africanos, com Osimhen, que bateu cruzado para boa defesa de Ederson.

Aos 12 minutos, Tite já ganhou o primeiro problema. Neymar sentiu o músculo posterior da coxa esquerda e não conseguiu ficar em campo. Philippe Coutinho entrou no lugar do camisa 10, que imediatamente iniciou o tratamento com gelo no banco de reservas.

A melhor chance brasileira antes do intervalo foi com Firmino, depois de tabela entre Cebolinha e Gabriel Jesus. Firmino mandou nas mãos do goleiro.

A queda de ritmo do Brasil custou caro. A Nigéria abriu o placar com Aribo, que infiltrou na área e passou fácil pro Marquinhos antes de mandar para as redes.

Para a etapa final, Richarlison voltou na vaga de Cebolinha. A resposta foi imediata. Em cobrança de escanteio, Casemiro aproveitou rebote de bola na trave de Marquinhos e empatou o jogo.

O próprio Casemiro ainda quase conseguiu a virada em nova cobrança de escanteio, mas dessa vez a bola parou no travessão.

Tite ainda apostou em Gabriel Barbosa, Fabinho e Lucas Paquetá nas vagas de Firmino, Arthur e Gabriel Jesus. O Brasil teve a melhor chance da virada nos pés de Coutinho, mas Ajayi salvou os africanos em cima da linha. Do outro lado, Ederson foi bem nos perigosos contra-ataques da Nigéria.

No fim, apesar do jogo aberto, não teve mais gols, e o Brasil teve de amargar mais um empate.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/youtube-pode-auxiliar-na-preparacao-para-o-enem-2019/

 




Com três gols anulados, Inter e Santos empatam no Beira-Rio

Por:Gazeta Esportiva (foto: Ricardo Duarte/assessoria)13/10/2019 17:02

A rede balançou três vezes na tarde deste domingo, no Beira-Rio, mas em todas as oportunidades o impedimento foi marcado. Desta forma, Internacional e Santos não saíram do 0 a 0, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, e perderam a chance de perseguirem seus objetivos na competição.

O Peixe permanece na terceira colocação, com 48 pontos, atrás do Palmeiras, que venceu o Botafogo na noite de sábado e retomou a segunda posição. Já o Colorado, no primeiro jogo sem Odair Hellmann, é o sexto, com 39 pontos, e pode ser ultrapassado pelo rival Grêmio nesta rodada.

O jogo foi bastante movimentado, mas as chances reais de gol no primeiro tempo foram bem poucas, com Tailson, do Santos, sendo o melhor em campo. Na segunda etapa, o Colorado melhorou ofensivamente e chegou com mais perigo, mas o placar não foi alterado – no total, foram três gols anulados, um do Peixe e dois do Inter, por impedimento.

Na próxima rodada, o Internacional visita o Avaí, na Ressacada, na quinta-feira, dia 17, às 19h15, enquanto o Santos recebe o Ceará, no mesmo dia e na mesma hora, na Vila Belmiro. Para essa partida, o Peixe não poderá contar com Marinho e Uribe, que levaram o terceiro cartão amarelo e cumprirão suspensão.

O jogo – O árbitro de vídeo começou trabalhando cedo, aos dois minutos de partida. Eduardo Sasha cruzou para o gol e Tailson completou, mas o atacante de 20 anos estava levemente adiantado e o impedimento foi marcado corretamente, apenas com o VAR confirmando a marcação. Passado o susto inicial, o Colorado conseguiu colocar a bola no chão, criando oportunidades com Guilherme Parede e Nico, mas sem perigo para o gol de Everson.

Mesmo com as investidas dos donos da casa, o Peixe mantinha-se melhor. Aos 16 minutos, Tailson apareceu novamente pela esquerda, finalizou e Lomba se esticou para realizar a defesa. No rebote, Marinho mandou para fora. O Inter respondeu à altura com lance pela direita com Nico Lopez, que driblou Luan Peres e passou para Heitor, que chutou à direita do gol.

Já partindo para o fim, o Santos teve as melhores oportunidades, primeiro com Jorge e depois com Sasha, mas o Colorado pressionou buscando o gol ainda no primeiro tempo, sem ser efetivo.

Repetindo o enredo da etapa inicial, o placar foi aberto aos três minutos, mas dessa vez pelo outro lado, quando Patrick chutou para o gol de Everson, que falhou e deixou a bola entrar. No entanto, o impedimento no início da jogada foi marcado e, portanto, tento anulado. Aos oito, chegou a resposta do Santos em bola levantada de falta por Tailson para Lucas Veríssimo, que cabeceou para fora.

Em jogo movimentado, Guilherme Parede recebeu lançamento longo de Edenílson e deu bonito toque na saída de Everson, para abrir o marcador no Beira-Rio, mas novamente foi marcado impedimento. Do lado de fora do gramado, os dois técnicos levaram amarelo por desentendimento quando o relógio marcava 13 minutos. Aos 25, Everson fez bela defesa em chute de fora da área de Cuesta.

Partindo para o fim do duelo, o Colorado seguiu pressionando. Nico López chegou, assim como Parede e Neílton, que chutou colocado e viu a bola ir para fora. Mesmo com as investidas, o placar permaneceu inalterado em 0 a 0.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/youtube-pode-auxiliar-na-preparacao-para-o-enem-2019/

 




Cuiabá vence União nos pênaltis, vai para final e garante Luverdense na Copa do Brasil 2020

Por:Só Notícias/Herbert de Souza (foto: assessoria)13/10/2019 20:33

O Cuiabá é o segundo finalista da Copa Federação Mato-grossense de Futebol (FMF). Há pouco, a equipe derrotou o União de Rondonópolis nos pênaltis e garantiu a vaga para disputar o título com o Luverdense.

No jogo de ida, as duas equipes empataram em 2 a 2, no estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis. Hoje, jogando na Arena Pantanal, os dois times não conseguiram alterar o marcador no tempo normal e levaram a decisão para as penalidades. Nas cobranças, o Dourado venceu o Colorado por 6 a 5.

O resultado também serviu para definir o último representante de Mato Grosso na Copa do Brasil 2020. Cuiabá, campeão estadual, e Operário Várzea-grandense, vice, já estavam garantidos. A terceira vaga seria do campeão da FMF, no entanto, como o Dourado já estava garantido, ficará com o outro finalista, o Luverdense.

O primeiro jogo da decisão da FMF deverá ocorrer no próximo final de semana. A partida de ida será na Arena Pantanal. O Luverdense, que fez a melhor campanha, poderá decidir em casa e o jogo de volta será no Passo das Emas, em Lucas.

Conforme Só Notícias já informou, o Luverdense venceu o Mixto, por 3 a 0, em jogo disputado neste sábado, em Lucas. Caíque, Michael e Da Silva marcaram no segundo tempo.  Com o resultado, o LEC conseguiu reverter a desvantagem que tinha em relação ao primeiro jogo, quando havia perdido para o Tigre das Vargas por 2 a 1, na Arena Pantanal.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/youtube-pode-auxiliar-na-preparacao-para-o-enem-2019/

 




Reinier exalta chance de jogar pelo Flamengo: ‘Depois penso na Seleção’

(Foto:Reprodução) – Meia foi liberado da Seleção sub-17, que se prepara para o Mundial da categoria, e ajudou, com um gol, o Flamengo a fazer 3 a 1 sobre o Atlético-MG, nesta quinta-feira, no Maracanã

O esforço do Flamengo para ter o meia Reinier na partida contra o Atlético-MG, nesta quinta-feira, valeu a pena. O jogador foi liberado da Seleção Brasileira sub-17 e fez um dos gols da vitória por 3 a 1, no Maracanã. O garoto de 17 anos falou sobre a importância de poder jogar pelo clube.

TABELA> Confira a classificação do Brasileiro e simule os resultados- Muito feliz com essa oportunidade, ter ajudado o Flamengo a conseguir a vitória. Estamos na liderança e vamos buscar muito mais. Nosso objetivo aos poucos está sendo alcançado. Isso é fruto de muito trabalho no dia a dia. Agora é trabalhar mais e mais, porque domingo já tem o próximo jogo – disse Reinier, na saída de campo, ao Premiere, antes de completar declarando seu amor ao Flamengo:

– Importante pra mim estar no Maracanã, com essa torcida, no clube que eu amo, que eu nasci, fico muito feliz. É o lugar que eu gosto, quero estar. Agora é pensar no flamengo e depois pensar na seleção – finalizou o meia.

Com a vitória desta quinta, o Flamengo chegou a 55 pontos e abriu oito de vantagem sobre o Santos, vice-líder do Brasileiro. Antes de se apresentar a Seleção para o Mundial Sub-17, Reinier ainda poderá jogar contra o Athletico-PR, no próximo domingo, às 16h.

Por:LANCE!

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/vendas-em-redes-sociais-cresceram-16-em-2019/

 

 

 

 

 




Internacional perde para o CSA em Alagoas e vê G6 em risco no Brasileirão

Por:Gazesta Esportiva (foto: arquivo/ Ricardo Duarte/assessoria) 09/10/2019 20:22 -Na noite desta quarta-feira, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Internacional visitou o CSA em Alagoas e acabou derrotado por 1 a 0. Mesmo com o domínio da partida, os gaúchos criaram não foram efetivos nas oportunidades criadas e foram castigados com um gol de pênalti, marcado por Jonatan Gómez, na segunda etapa.

Com o resultado, o Colorado estaciona nos 38 pontos e, de quebra, pode ver perder a vaga no G6, já que o Bahia ainda joga na rodada. A equipe soma agora quatro partidas seguidas sem vitórias. Por outro lado, a vitória foi importantíssima para o CSA, que chega aos 25 pontos e sai momentaneamente da zona do rebaixamento.

As duas equipes já voltam a campo neste final de semana. O CSA visita o Goiás, no Serra Dourada, neste sábado, às 17h. Já o Internacional tem duelo neste domingo, às 16h, contra o Santos, no Beira-Rio.

O jogo – Mesmo jogando fora de casa, o Internacional foi quem dominou as ações do primeiro tempo. Os comandados de Odair Hellmann tiveram a bola durante a maior parte do tempo, mas tinham dificuldade para infiltrar na zaga alagoana.

O CSA, por outro lado, tentava escapar na velocidade pelos lados com as transições rápidas de Apodi e Bustamante, mas Marcelo Lomba também pouco trabalhou.

O Colorado teve a primeira grande chance na finalização de Rodrigo Lindoso, aos 19 minutos, mas a bola explodiu na trave. Empolgado com a oportunidade, a equipe até balançou a rede duas vezes, aos 26 e aos 35, mas em ambas Guilherme Parede estava em posição irregular.

Na segunda etapa, o Inter continuou com mais posse de bola, mas com pouca objetividade. A partida estava morna, até que aos 20 minutos o árbitro Vinicius Furlan marcou pênalti de Uendel em cima de Dawhan. Na cobrança, Jonatan Gomez bateu firme no cantinho e abriu o placar para o CSA.

O técnico Odair Hellmann até tentou colocar o Inter ainda mais para o ataque, colocando Wellington Silva no lugar do lateral Uendel. Apesar de seguir em cima, o Colorado apenas circulou a bola na intermediária, sem criar grandes oportunidades até o final.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/vendas-em-redes-sociais-cresceram-16-em-2019/

 




Fortaleza de Rogério Ceni vence Chapoecoense e continua brigando para não entrar no Z4

Por:Gazeta Esportiva (foto: assessoria/arquivo) 09/10/2019 22:16 – O Fortaleza recebeu a Chapecoense na noite desta quarta-feira no Castelão e venceu por 2 a 0, em confronto válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em duelo contra o rebaixamento, a equipe da casa se deu melhor e se afastou da zona da degola, enquanto os catarinenses seguiram na lanterna da classificação.

Os dois gols foram marcados já no segundo tempo. Aos quatro, Wellington Paulista cobrou pênalti sofrido por Romarinho e converteu. Aos 35, a bola sobrou mais uma vez para o camisa 9 dentro da área e o atacante deu números finais ao jogo.

Já a Chapecoense estacionou nos 15 pontos e irá passar mais uma rodada na última posição da tabela, um ponto abaixo do Avaí, que ainda joga na rodada e pode ampliar a diferença. O time catarinense está dez pontos atrás do CSA, primeiro clube fora da degola.

Jogando em seus domínios, o Fortaleza tentou ir para cima da Chapecoense em busca da vitória. Após início truncado e com poucas chances claras para cada lado, as jogadas dos cearenses começaram a encaixar melhor após os 20 minutos. O destaque foi o chute de Oswaldo da entrada da área que explodiu na trave, aos 29.

No segundo tempo, os mandantes não demoraram para abrir o placar. Aos dois minutos, Campanharo foi imprudente na marcação de Romarinho e derrubou o atacante do Leão dentro da área. Pênalti. Na cobrança, Wellington Paulista caminhou a passos curtos e colocou no canto direito para abrir o placar.

Os catarinenses tiveram chance de ouro para empatar aos 26, mas não aproveitaram. Após chute firme de Everaldo, Boek deu rebote e Locatelli chegou para completar. Antes da finalização, o zagueiro Paulão conseguiu bloquear o chute e a bola saiu mascada, possibilitando boa defesa do goleiro do Fortaleza.

(Foto: Reprodução/Fortaleza)
O Tricolor do Pici aproveitou a dificuldade da Chape para marcar e definiu a vitória. Com mais espaço, Felipe conduziu a bola na entrada da área adversária aos 35 minutos e deu bom passe em profundidade para Wellington Paulista. O atacante dominou livre já dentro da área e só precisou tirar do goleiro para ampliar o marcador.

O camisa 9, que também havia marcado de pênalti contra o São Paulo em derrota da 23ª rodada, chegou a nove gols no Brasileirão e se igualou como o quarto maior goleador do campeonato.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/vendas-em-redes-sociais-cresceram-16-em-2019/

 




Grêmio bate o Ceará e encosta no G6 do Campeonato Brasileiro

Por:Gazeta Esportiva (foto: Lucas Uebel/arquivo) – 09/10/2019 21:58 -Depois de três jogos sem vencer, o Grêmio bateu o Ceará por 2 a 1, nesta quarta-feira, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com gols de Geromel e Maicon, o Tricolor Gaúcho reencontra a vitória e encosta na zona de classificação para a Libertadores.

Com o resultado, o Grêmio chega aos 38 pontos, na sétima colocação, e encosta no Internacional na briga pelo sexto lugar. Enquanto isso, o Ceará estaciona nos 23 e entra na zona do rebaixamento, ocupando a 16ª colocação.

Na próxima rodada, o Tricolor Gaúcho visita o Atlético-MG, neste domingo, às 19h. Também no domingo, mas às 16h, o Ceará recebe o Avaí em duelo importante na parte de baixo da tabela.

O jogo – Com o show da banda Iron Maiden na Arena do Grêmio, a partida aconteceu no Estádio Centenário, em Caxias do Sul. Com a bola rolando, muita movimentação e grandes chances para os dois lados.

As duas equipes tiveram gols anulados. Primeiro o time da casa, aos 18, quando Luan mandou para as redes em posição irregular. Já aos 27, foia vez de Pedro Ken marcar para o Ceará, mas também teve o gol anulado por impedimento.

O Grêmio não baixou o ritmo e conseguiu abrir o placar, de fato, aos 34 minutos. Em cobrança de escanteio, o zagueiro Pedro Geromel subiu alto para tocar de cabeça para o fundo das redes.

Empolgado com a vantagem, o Tricolor Gaúcho continuou em cima e depois de jogada individual, Diego Tardelli foi derrubado dentro da área. A arbitragem assinalou pênalti, e na cobrança, Maicon cobrou com categoria para ampliar o placar.

O Ceará não desanimou e aos 43 minutos, Tiago Alves cruzou para dentro da área, e Fabinho apareceu surpreendendo a zaga gremista para diminuir o marcador.

Se o primeiro tempo foi de muito volume, a segunda etapa foi completamente diferente. Mesmo com a mesma posse de bola dos minutos iniciais, o Grêmio não conseguiu chegar com perigo à área adversária. A melhor chance veio aos 17 minutos, depois de belo passe de Maicon para Luan, que finalizou por cima do gol.

Os cearenses ainda tiveram a chance de empatar a partida, já nos acréscimos da segunda etapa. Juninho Quixadá fez boa jogada individual e abriu para Ricardinho no lado esquerdo. O camisa 8 bateu cruzado e a bola passou triscando a trave de Paulo Victor.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/vendas-em-redes-sociais-cresceram-16-em-2019/