MPPA denuncia ‘servidores fantasmas’ da Semgof no âmbito da operação Perfuga

Sede do Ministério Público em Santarém — Foto: Lila Bemerguy/MPPA em Santarém/Divulgação

A denúncia foi ajuizada no dia 19 de dezembro de 2019 e recebida no dia 8 de janeiro de 2020 na 2ª Vara Criminal de Santarém.

A Promotoria de Justiça de Santarém, no oeste do Pará, denunciou quatro pessoas à Justiça no âmbito da Operação Perfuga, pela prática do crime de peculato, após constatar que os réus eram “servidores fantasmas”, lotados na Secretaria Municipal de Gestão, Orçamento e Finanças, no cargo de Assessor Comunitário, no período de abril a agosto de 2017.

Segundo a denúncia, a indicação dos servidores foi feita pelo ex-vereador Reginaldo Campos e pelo ex-diretor geral da Câmara Municipal, Samuel Fernandes. A denúncia foi ajuizada no dia 19 de dezembro de 2019 e recebida no dia 8 de janeiro de 2020 na 2ª Vara Criminal de Santarém, com pedido de levantamento do sigilo do processo, que foi concedido pela Justiça.

Foram denunciados Jadson Soares da Silva, Renato Rodrigues Martins da Silva, Vladimir da Conceição Fernandes e Raimundo Pereira de Araújo. Edivanice Pedroso Fernandes também era parte do esquema, mas não foi denunciada por força do acordo de colaboração premiada do esposo, Samuel Fernandes.

Os réus foram denunciados pela prática do crime de peculato (artigo 312 do Código Penal) em continuidade delitiva (Crime Continuado – art. 71 do CPB). A denúncia é mais um dos desdobramentos da Operação Perfuga relacionada a crimes praticados no exercício do mandato de Reginaldo da Rocha Campos, enquanto vereador e presidente da Câmara Legislativa de Santarém.

De acordo com o apurado, no ano de 2017 o ex-vereador Reginaldo mencionou para Samuel Fernandes da possibilidade de obter alguns cargos na Prefeitura Municipal, para pessoas que haviam trabalhado em sua campanha e pudessem ajudar no seu mandato. Após contato com o prefeito Nélio Aguiar, foram disponibilizadas cinco vagas de Assessor Comunitário a serem indicados por Reginaldo, que indicou os denunciados Jadson Soares, Renato Rodrigues e Raimundo Araújo. Samuel indicou Vladimir Fernandes e Edivanice Fernandes, seu irmão e esposa respectivamente.

O ex-vereador deixou claro em seu depoimento que em nenhum momento, o prefeito pediu contrapartida ou apoio político, ou solicitou qualquer vantagem. Reginaldo afirmou ainda, que não conversou com o prefeito acerca da natureza dos cargos, muito menos foi firmado ajuste para que essas pessoas não trabalhassem efetivamente e apenas figurassem na folha de pagamento, ou seja, o prefeito não ofereceu “serviço fantasma”.

O contrato de trabalho dos denunciados e Edivanice durou de 3 de abril a 1º de agosto de 2017. A denúncia ressalta que a exoneração se deu, “coincidentemente” logo após a deflagração da Operação Perfuga, no dia 7 de agosto de 2017. Cada um dos cinco servidores fantasmas recebeu nesse período o valor bruto de R$ 5.480,00 e a quantia líquida de R$ 4.710,40.

Embora recebessem seus salários, ficou comprovado que não efetuaram o serviço público. A secretaria ao qual estavam vinculados informou que nessa época não havia controle do trabalho dos assessores comunitários, pois trabalhavam de forma externa. Depois, passou a ser exigido um relatório de suas atividades. Os indicados por Reginaldo lhe repassavam parte dos salários. A esposa de Samuel ficava com o que recebia, e Vladimir repassava ao irmão.

A denúncia conclui que “tanto a confissão dos mencionados demandados, bem como os depoimentos dos servidores responsáveis pelo recebimento dos documentos necessários para a comprovação da assiduidade dos agentes, fortalecem a constatação do esquema criminoso de funcionários fantasmas”.

Por G1 Santarém — PA

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/a-obra-educa-criancas-a-gerir-as-financas-de-maneira-pratica/

 

 




Aeroporto de Santarém encerra 2019 com recorde na movimentação de passageiros

(Foto:Infraero)- A movimentação de passageiros no Aeroporto de Santarém/Maestro Wilson Fonseca, no Oeste do Pará, superou expectativas e alcançou, em 2019, a melhor marca dos últimos dois anos. Com 501.721 pessoas transportadas ao longo de todo o ano passado, o volume é 5,9% maior que o aferido em 2018, que teve 473.818 embarques e desembarques realizados. A quantidade de passageiros que passaram pelo terminal é 10,7% superior à contabilizada em 2017, quando foram registradas 452.966 mil operações.

Para o superintendente do terminal santareno, Enock Alves, o incremento nas operações é reflexo da recuperação gradual da economia brasileira para lazer e negócios, da maior disponibilidade de assentos nas aeronaves e também do grande potencial turístico da região. Em média, passam pelo aeroporto 1.400 viajantes/dia. “O número nos coloca em 2º lugar no ranking dos aeroportos mais movimentados do Pará e o 6º da Região Norte. E a nossa expectativa é alcançar índices ainda maiores neste ano”, destacou.

Rede Infraero

Entre 2018 e 2019, o fluxo de passageiros permaneceu estável nos 54 aeroportos que compunham a rede Infraero até dezembro. Ao todo, passaram pelos terminais da empresa 83,9 milhões de viajantes, ante os 84,1 milhões de 2018, o que representa uma queda de 0,2%.

De acordo com o presidente da Infraero, Brigadeiro Paes de Barros, a estabilidade no número de passageiros que passaram pelos aeroportos da empresa demonstra a resiliência da economia brasileira e a importância da consolidação de políticas públicas para o setor.

“No ano passado, problemas, como a falência de uma importante companhia aérea brasileira, impactaram na oferta de voos. Por outro lado, uma série de medidas, como a abertura de 100% capital estrangeiro para aéreas, redução do ICMS do querosene de aviação, e até melhorias na infraestrutura dos aeroportos, diminuíram tais reflexos”, avaliou Paes de Barros.

Para os próximos anos, a expectativa é de que o mercado brasileiro de aviação siga a tendência e cresça duas vezes o valor do PIB, disse o presidente da Infraero. Segundo ele, o cenário aponta para mais de 200 milhões de passageiros em 2025, ante os 120 milhões, atualmente. “Por isso, ao mesmo tempo que trabalha para cumprir as determinações do Governo Federal, de conceder todos os aeroportos da Rede Infraero à iniciativa privada, a empresa estará focada no desenvolvimento da infraestrutura aeroportuária regional, que representa um grande gargalo na interiorização do modal aéreo no Brasil”, afirmou.

Características
Com capacidade para atender até 1,8 milhão de passageiros por ano, o Aeroporto de Santarém funciona 24 horas por dia e opera uma média de nove voos nacionais diários das companhias aéreas Gol, Latam, Azul e Map. As rotas ligam a cidade a destinos como Belém, Altamira e Marabá, no Pará, Manaus (AM), Recife (PE), São Luís (MA) e Brasília (DF).

Assessoria de Imprensa – Infraero 

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/a-obra-educa-criancas-a-gerir-as-financas-de-maneira-pratica/

 

 

 




Divulgado as fotos dos foragidos da cadeia de Alta Floresta (MT)

(Foto:Divulgação)- De acordo com uma fonte da PM, um dos reeducandos já foi recapturado.  Diversas equipes policiais estão nas ruas reforçando a segurança e tentando prender o restante.
Segundo  a informação um foi recuperado e outros nove (9) continuam foragidos.
Em sua maioria está usando shorts brancos e alguns sem camisa ou camisa laranja, que souber informar do paradeiro pode ligar para  190 militar  ou 197 polícia civil.
A secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária (SAAP) confirmou que a fuga ocorreu na quadra onde eles estavam em virtude de uma reforma nas celas da unidade.
Ainda não foram divulgados nomes, fotos e quais crimes respondem os 09 reeducandos.

Os presos estavam no pátio usado para banho de sol. Eles serraram a grade que fica na parte de cima e conseguiram sair pelo prédio da delegacia, que fica próximo.

Os vizinhos viram o momento que os detentos saem correndo pelas ruas.

Confira a nota da Sesp na íntegra:

“A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Adjunta de Administração Penitenciária (SAAP), confirma que sete reeducados da Cadeia Pública de Alta Floresta (791 km ao Norte de Cuiabá) fugiram no final da manhã desta quinta-feira (16.01). Um deles já foi recapturado. A fuga ocorreu na quadra onde eles estavam em virtude de uma reforma nas celas da unidade. A Polícia Militar do município faz buscas pelos demais fugitivos”.

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/a-obra-educa-criancas-a-gerir-as-financas-de-maneira-pratica/

 




Operação apreende 1,3 mil metros de madeira e aplica multa de R$ 3 milhões

(Reprodução/Secom)_ Quatro pessoas foram conduzidas para a delegacia por crimes contra a flora em ação realizada em quatro municípios

Operação de combate à exploração ilegal de madeira nobre apreendeu 1.300 metros cúbicos de toras, sendo 470m³ de Castanheira, espécie protegida por lei. É a maior apreensão de madeira protegida por lei já realizada em Mato Grosso.
Quatro pessoas foram conduzidas para a delegacia por crimes contra a flora. Uma outra pessoa foi conduzida por porte ilegal de drogas e munições. A ação fiscalizatória teve início no dia 6 de janeiro e está sendo realizada em Nova Mutum, Cláudia, Marcelândia e Porto dos Gaúchos.
Até o momento foram aplicados R$ 3 milhões em multas, embargadas três madeireiras e mil hectares por desmatamento em desconformidade com a legislação. Os equipamentos utilizados para a prática dos crimes ambientais também foram apreendidos, sendo três caminhões, sete tratores e onze motosserras.
A operação é chamada Pinga Fogo e tem participação de agentes do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea) e Força Tática da Polícia Militar e da Sema (Secretaria de Estado de Meio Ambiente).

Da Redação
16/01/2020 18h00
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/a-obra-educa-criancas-a-gerir-as-financas-de-maneira-pratica/

 




Agentes do Ibama conseguem retornar de operação no PA, após serem bloqueados por população

Árvores são derrubadas para impedir agentes do Ibama e atingem fiação elétrica. — Foto: Reprodução / TV Liberal

5 mil litros de combustível clandestino foram apreendidos, com apoio da PM e Bombeiros. Material seria usado para desmatamento na região Assuriní, entre Senador José Porfírio e Anapu, sudoeste do estado.

Quatorze agentes ambientais, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros já conseguiram sair da comunidade Vila Mocotó, que fica na região Assuriní, entre Senador José Porfírio e Anapu, sudoeste do Pará. Os agentes ficaram sem poder retornar da região devido a protesto de moradores, após operação que interditou dois postos de combustíveis clandestinos.

LEIA MAIS:Ponte é destruída e estrada é fechada para impedir agentes do Ibama, PM e Bombeiros de retornar de operação no PA

Segundo as investigações, o combustível seria usado para ações de desmatamento na região. Não houve prisão. Cerca de cinco mil litros foram apreendidos, segundo o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama). Dois caminhões-tanques foram utilizados para levar o material até Altamira.

Durante as manifestações, duas pontes foram destruídas. Uma delas foi serrada e a outra incendiada pelos moradores. Estradas que dão acesso ao distrito foram interditadas e árvores derrubadas, atingindo a fiação elétrica que abastece o distrito.

Ponte é incendiada para impedir agentes do Ibama no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal
Ponte é incendiada para impedir agentes do Ibama no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

 Ponte é serrada por manifestantes para impedir agentes do Ibama em operação no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Ponte é serrada por manifestantes para impedir agentes do Ibama em operação no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

De acordo com a concessionária Equatorial Energia, cerca de 400 residências ficaram sem energia devido à derrubada de árvores que atingiram a rede elétrica.

Em nota, a concessionária informou que já enviou equipes para normalizar o fornecimento. A empresa disse ainda que teve apoio de autoridades locais. Três viaturas da Polícia Militar foram enviadas ao local.

 Policiais negociam liberação de via que dá acesso à Vila Mocotó, no interior do Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Policiais negociam liberação de via que dá acesso à Vila Mocotó, no interior do Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Segundo o Corpo de Bombeiros, os agentes foram enviados para auxiliar a operação, já que os postos de combustíveis apresentavam riscos à população, incluindo explosão e contaminação. Os estabelecimentos foram lacrados.

 Ibama, PM e Bombeiros interditam dois postos de combustível clandestinos no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Ibama, PM e Bombeiros interditam dois postos de combustível clandestinos no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Por G1 PA — Belém
16/01/2020 23h43

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/a-obra-educa-criancas-a-gerir-as-financas-de-maneira-pratica/

 




Carga ilegal de madeira é apreendida na BR-230, no município de Altamira

Carga ilegal de madeira é apreendida na BR-230, no município de Altamira
(Foto:Ascom/PRF)

Carga era transportada com nota fiscal e guia florestal irregulares.

Um caminhão que transportava madeira de forma ilegal foi flagrado pela Polícia Rodoviária Federal, no km 630 da BR-230, no município de Altamira, sudoeste do estado. O balanço da ação foi divulgado nesta quinta-feira (16).

O flagrante ocorreu por volta de 14h de quarta (15) após ordem de parada ao veículo que transportava madeira da espécie itaúba. Analisando a carga transportada e comparado-a com a nota fiscal e guia florestal apresentadas, constataram-se divergências quanto ao volume e aos perfis da carga. De acordo com as documentações, o veículo fazia o transporte de 41,492m3 de madeira, porém, a partir das medições, verificou-se que havia o volume de 45,73m³ do produto florestal.

Sendo assim, o condutor assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência, por ser enquadrado no delito por transportar madeira sem licença válida para todo tempo da viagem, outorgada pela autoridade competente. Dessa forma, toda carga de madeira apreendida, 45,73m³ , foi encaminhada à Secretaria do Meio Ambiente de Altamira, para adoção das medidas administrativas previstas em lei.

Por G1 PA — Belém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/a-obra-educa-criancas-a-gerir-as-financas-de-maneira-pratica/

 

 




Vigilante é morto a tiros no bairro Interventoria, em Santarém

Polícias Civil e Militar estiveram no local para apurar as circunstâncias do crime — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Homicídio ocorreu por volta das 4h desta quinta-feira (16).

O corpo de um jovem de 29 anos foi encontrado na madrugada desta quinta-feira (16) na travessa NS4, no bairro Interventoria, em Santarém, no oeste do Pará. De acordo com familiares da vítima, identificada como Walrick Pereira dos Santos, ele trabalhava como vigilante. O corpo foi encontrado com pelo menos sete marcas de tiros.

A vítima já teria informado aos familiares que uma caminhonete em atitude suspeita estava rondando o bairro, sendo que em determinado ponto da travessa, o veículo parou, as pessoas que estavam dentro desceram e dispararam os tiros contra o vigilante. Após o crime, os autores foram embora.

A Polícia Militar esteve no local para apurar as circunstâncias do crime, assim como o IML para realizar perícia e a remoção do corpo.

Por G1 Santarém — PA

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/a-obra-educa-criancas-a-gerir-as-financas-de-maneira-pratica/

 

 

 




Vigilante é morto em serviço e suspeita é de vingança por prisão em Santarém

O homem trabalhava na empresa do irmão que acredita em retaliação (Foto:| Edney Silva e Arquivo Pessoal)

O vigilante Walrick Pereira dos Santos, de 29 anos, foi morto no final da madrugada desta quinta-feira (16), enquanto trabalhava na vigilância de uma residência, localizada próximo a praça no Trevo da Cohab, rua NS 4, com São Nicolau, em Santarém, região oeste do Pará. A suspeita é que ele tenha sido vítima de vingança.

Segundo informações colhidas no local, homens em uma caminhonete teriam chegado e atiraram contra a vítima.

Surpreendido pelos criminosos, Walrick não teve nem tempo de correr ao ser atingido por cinco tiros e cair em frente a casa que trabalhava.

A Polícia Civil foi ao local para realizar os primeiros levantamentos e o Centro de Perícia Científica realizou o procedimento de remoção do corpo.

VINGANÇA

Em conversa com a reportagem, o irmão da vítima, proprietário da empresa de Vigilância em que Walrick trabalhava, suspeita que o assassinato possa ter sido fruto de vingança já que algum dos criminosos possa ter sido preso anteriormente pelos vigilantes ao tentarem roubar alguma residência vigiada pela empresa.

As suspeitas já foram repassadas à Polícia Civil que investiga o caso.

Por:Autor: Edney Silva/RBATV-quinta-feira, 16/01/2020, 08:57 – Atualizado em 16/01/2020, 09:17 –
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/a-obra-educa-criancas-a-gerir-as-financas-de-maneira-pratica/

 




Operação “caixa preta” cumpre três mandados de prisão em Itaituba

Ronaldo de Jesus, Wilen Veloso e Edison Lopes, presos na operação. (foto: arquivo)

Um dos presos é apontado pela polícia como o chefe da facção criminosa Comando Vermelho.

No final da tarde desta segunda-feira (13) a Polícia Civil, por intermédio da 19ª Seccional Urbana de Itaituba, em conjunto com o 15° BPM, deflagrou a operação denominada “Caixa-preta”, que deu cumprimento a três mandados de prisão preventiva contra integrantes da facção criminosa Comando Vermelho, em Itaituba. Eles foram presos em via pública.

O trio é acusado de tentativa de homicídio e associação criminosa. De acordo com as investigações, Ronaldo de Jesus Moura, conhecido como “Bombado”, seria o chefe da facção. Outros dois integrantes da organização seriam Wilen Veloso Cruz, conhecido como “Ket”, e Edison Lopes da Silva, “Bailarino”, que também foram presos na operação.

Segundo a polícia, eles teriam arquitetado a morte de um ex-integrante, identificado como Túlio fuzil, que, ao escapar das emboscadas, teria denunciados os demais integrantes.

O Delegado Ricardo Vieira esta à frente das investigações e comanda a Operação, que deve continuar no sentido de dar cumprimento às ordens judiciais.

Fonte: Portal Giro, com informações da Polícia Civil

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/programas-de-acesso-ao-ensino-superior-tem-cronogramas-divulgados-pelo-mec/

 

 




Morador de Castelo de Sonhos , de 27 anos, está desaparecido há três anos.

(Foto:Reprodução) – Familiares estão em busca de Maicon Scheffer Correia , de 27 anos, que desapareceu no mês de janeiro de 2017, para procurar emprego em Novo Progresso.
Segundo informações da família, ele foi visto indo para Novo Progresso pela última vez , foi a procura de emprego,disse.
A sobrinha  Ana kamila procura pelo tio Maicon Scheffer Correia, e deixou o telefone para quem souber de alguma informação ligar para (66) 9 97165304.
Kamila entrou em contato com redação do Jornal Folha do Progresso através do WhatsApp (93) 984046835 e deixou seguinte mensagem.”Gostaria de ver com vcs se vcs anuncia na ai que eu to procurando meu tio o nome dele e Maicon Scheffer Correia a última vez que ele foi visto ele tava no progresso em um garimpos”””””””’.

Caso exista alguma informação sobre o desaparecimento é possível ligar para o número(66)9 97165304.

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

http://www.folhadoprogresso.com.br/programas-de-acesso-ao-ensino-superior-tem-cronogramas-divulgados-pelo-mec/