Chega a 15 o número de mortes por afogamento na região oeste do Pará em 2020

image_pdfimage_print

Equipe do 4º GBM durante operação em praias de Santarém — Foto: 4º GBM/Divulgação

Nessa época do ano, o ‘verão amazônico’, o calor é intenso e é comum que as pessoas frequentem mais praias e balneários. Confira dicas para se divertir com segurança.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o número de casos de afogamentos têm crescido na região de Santarém, no oeste paraense, em comparação ao ano de 2019, quando foram registrados 44 ocorrências. Este ano, nos primeiros sete meses, 15 casos de afogamentos, todos com mortes, já aconteceram.

Os dois últimos casos foram registrados no município de Óbidos, quando um adolescente de 13 anos caiu no Rio Amazonas, após a bajara onde ele estava naufragar; o outro caso, vitimou uma criança de 5 anos, que sumiu no rio no domingo (9) e até a publicação desta reportagem estava desaparecido.

Nessa época do ano, que ocorre o chamado “verão amazônico”, o calor é intenso e é comum que as pessoas frequentem mais praias e balneários, mas cuidados com a descida dos rios são necessários para evitar afogamentos.

Segundo o subcomandante do 4º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), major Celso Piquet, no período em que o rio começa a baixar, aparecem acidentes geográficos causados pela movimentação de embarcações no local.

Dicas de segurança

    Se ingerir bebida alcoólica, não entre no rio;
    Não deixe as crianças sozinhas no rio ou as margens;
    Evite permanecer próximo de locais onde haja embarcações;
    Fique com água na altura da cintura;
    Verifique a condição do tempo, profundidade e a correnteza das águas;
    Não participe de brincadeiras perigosas;
    Não entre em locais desconhecidos;
    Não nade sozinho;
    Divirta-se com segurança, em caso de emergência ligue para o 193.

Por: G1 Santarém — PA

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: