Com 2 gols anulados, São Paulo empata com o Coxa e chega ao 7º jogo sem vitória

image_pdfimage_print

O São Paulo chegou ao sétimo jogo consecutivo sem vitória na temporada. Visitando o Coritiba neste domingo, no Couto Pereira, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, a pressionada equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz saiu atrás logo aos cinco minutos, marcou dois gols anulados e, de pênalti, conseguiu evitar a derrota, saindo de campo com o empate em 1 a 1. Robson abriu o placar para o Coxa e Reinaldo descontou para o Tricolor.

Com o resultado, o São Paulo foi a 20 pontos e saiu da zona de classificação para a próxima Copa Libertadores. Cada vez mais distante das primeiras colocações depois de chegar a ser vice-líder da competição, o Tricolor terá de recuperar o prejuízo na próxima quarta-feira, em casa, contra outro recém-promovido à Série A, o Atlético-GO.

O empate também foi ruim para o Coritiba, que segue na zona de rebaixamento do Brasileirão e chegou ao segundo jogo sem vitória no torneio. Na quarta-feira, o Coxa terá mais uma parada dura, o Grêmio, em Porto Alegre.

O jogo – O Coritiba precisou de apenas cinco minutos para abrir o placar no Couto Pereira. Depois de Juanfran ser traído pelo quique da bola e ser obrigado a fazer falta, que lhe rendeu cartão amarelo, Robson acertou um belo chute em cobrança na entrada da área, por cima da barreira, sem chances para Tiago Volpi.

Daí em diante os donos da casa optaram por se defender e tentar aproveitar um contra-ataque de acordo com os espaços deixados pelo São Paulo ao ter de buscar o empate. E aos 18 minutos, de tão presente no ataque, embora ineficiente, o Tricolor acabou indo às redes com Luciano, que aproveitou o rebote da finalização de Pablo, defendida pelo goleiro Wilson, para empurrar para o gol. O árbitro auxiliar, entretanto, marcou impedimento do camisa 9 são-paulino, que foi confirmado pelo VAR.

Com a bola nos pés na maior parte do primeiro tempo, o São Paulo rodou a bola no campo ofensivo tentando encontrar alguma brecha da defesa do Coritiba, mas tinha dificuldades de oferecer perigo ao gol de Wilson. Aos 38 minutos, porém, o empate não aconteceu por um detalhe. Depois de uma tabela com Tchê Tchê, Luciano cruzou rasteiro para o meio da área, e Gabriel Sara chegou chapando, de primeira, mandando rente à trave esquerda de Wilson.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o roteiro se repetiu para o São Paulo. Aos 15 minutos, Brenner aproveitou o rebote do chute de Luciano, dentro da área, para empurrar para o fundo das redes, empatando o jogo. Contudo, o árbitro acabou marcando impedimento do camisa 11, frustrando os comandados de Fernando Diniz.

Se não deu aos 15, melhor aos 22. Em cobrança de falta de Daniel Alves, na entrada da área, Hugo Moura acabou saltando na barreira com a mão estendida e desviando a bola. O juizão, sem titubear, marcou pênalti. Reinaldo foi para a cobrança e bateu firme, deslocando o goleiro Wilson, para deixar tudo igual. 1 a 1.

E a virada só não aconteceu logo em seguida porque Wilson fez uma excelente defesa em um chute de primeira de Daniel Alves, de fora da área, que tinha endereço certo. Mas, foi só. Depois da finalização do camisa 10 tricolor aos 27 minutos, o São Paulo não conseguiu criar mais nada e passou a apostar em cruzamentos que não chegaram até os atacantes. Assim, coube às duas equipes se conformarem com o empate em 1 a 1 no Couto Pereira.

Por:Gazeta Esportiva (foto:Rubens Chiri/assessoria)

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: