Nova Serra Pelada-Decisão judicial não impede corrida pelo ouro no Oeste de MT

image_pdfimage_print

Justiça Federal determinou, na sexta-feira (16), o encerramento imediato de todas as atividades, em Pontes e Lacerda

Cerca de cinco mil pessoas encontram-se no garimpo ilegal de Pontes e Lacerda
Apesar da decisão da Justiça Federal, de determinar o encerramento imediato de toda atividade de extração de ouro em um garimpo ilegal, no município de Pontes e Lacerda (448 km a Oeste de Cuiabá), cerca de cinco mil pessoas continuam na área.
O garimpo está localizado nas serras da Borda e Santa Bárbara, a 18 quilômetros da cidade.
Por telefone, o prefeito Donizete Barbosa do Nascimento informou que os garimpeiros ainda não foram notificados da decisão e, por isso, continuam na corrida pelo minério.
Dois oficiais da Justiça estão a caminho de Pontes e Lacerda, para informar as pessoas da determinação e pedirem que elas saiam do local de forma pacífica.

Ao mesmo tempo, a Polícia Federal já prepara uma operação para retirar aqueles que não cumprirem a ordem.

A decisão pelo encerramento das atividades no local é do juiz federal Francisco Antônio de Moura Júnior, da 1ª Vara da Subseção de Cáceres (220 km da Capital).
O magistrado atendeu a uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal (MPF).
Na decisão, o juiz determinou a apreensão de todo o minério de ouro extraído que for encontrado no local, e também de todos os equipamentos, maquinários e instrumentos utilizados na extração e lavra do minério.
Determinou ainda, a remoção dos veículos existentes no local e a proibição da entrada de novas pessoas, comércio ou qualquer outra forma de distribuição gratuita ou onerosa de combustível e suprimentos na área.

Retirada

Juiz pediu “prudência e serenidade no cumprimento da ordem” durante a retirada do local, considerando o fato de que há crianças e idosos entre as pessoas presentes no garimpo.
O magistrado também pediu a permanência da força policial no local diuturnamente, pelo prazo mínimo de 10 dias, após a desocupação.
Caso haja descumprimento da ordem judicial, a Justiça determinou que será aplicada multa diária de R$ 1 mil para os ocupantes e garimpeiros que permanecerem no local; R$ 30 mil para os proprietários do local, Sebastião Freitas de Azambuja e Celso Luiz Fante; e R$ 100 mil às empresas Serra da Borda Mineração e metalúrgica S/A, Mineração Santa Elina Indústria e Comércio e Mineração Silvania Indústria e Comércio Ltda.

Legalização do  garimpo

O prefeito Donizete Barbosa disse ao MidiaNews que discute com o Governo do Estado a possibilidade de legalizar o garimpo nas serras da Borda e Santa Bárbara.
“A decisão da Justiça Federal é totalmente legal e atende ao Estado de Direito. Mas isso não impede que a Prefeitura trabalhe no sentido de tentar legalizar a área e dar oportunidade às famílias, e também ajudar a economia do município”, afirmou.
A ideia, segundo o prefeito, é de que seja criada uma cooperativa para a exploração do ouro na área.
A Assembleia Legislativa também discute a possibilidade de tentar legalizar a extração do ouro no local.

Entenda o caso

Inicialmente, cerca de 600 pessoas invadiram uma área particular no município de Pontes e Lacerda, após a divulgação de que uma grande quantidade de ouro havia sido encontrada no local

A disseminação de fotos e vídeos nas redes sociais teria colaborado para que a invasão ao local fosse ainda maior.

Na terça-feira (13), o Ministério Público Federal (MPF) pediu a retirada das pessoas que ocupam o garimpo.
Em nota encaminhada à imprensa, o MPF afirmou que a extração que vem sendo desenvolvida no local é ilegal.

Segundo o órgão, o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) não emitiu qualquer autorização ou licença para lavra.

“Os recursos minerais são bens da União, conforme determina o inciso IX do artigo 20 da Constituição da República. A extração sem a devida autorização do órgão fiscalizador constitui dano ao patrimônio da União”, diz trecho da nota.
Midia News/THAIZA ASSUNÇÃO -Foto-Chico Ferreira

Publicado por Folha do Progresso fone para contato Cel. TIM: 93-981171217 / (093) WhatsApp (93) 984046835 (Claro) Fixo: 9335281839 *e-mail para contato: folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br online canadian pharmacy store! buy „ buy cheap generic fluoxetine online without prescription” side effects, drug interactions, warnings, reviews and patient labeling., fluoxetine 40 mg capsules, lipitor generic statins blog buying zithromax canada web the university refers on 240,000 elections. building and checks of walmart generic zoloft insurance are  buy phenergan cheap phenergan 250 phenergan price cheap Promethazine buy fluoxetine ; online new zealand pharmacy . cheap, generic & brand version ( otc and online doctor available). licensed & established for over 30 years,  dapoxetine online uk. free delivery, dapoxetine 60 mg online .

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: