Divisa registra mais de 200 casos de Leishmaniose no ano de 2019, na região oeste do Pará

image_pdfimage_print

Divisa registra mais de 200 casos de Leishmaniose no ano de 2019, na região oeste do Pará — Foto: SVS/Divulgação

Em Santarém, 134 casos foram registrados, mas o município também recebe ocorrências de outras cidades do oeste do estado.

A Divisão de Vigilância em Saúde (Divisa) registrou 233 casos de Leishmaniose no ano de 2019, na região oeste do Pará. Dois tipos da doença foram registrados, sendo: 233 do tipo Tegumentar, que afeta a pele, e 10 de Visceral, que ataca os órgãos internos.

De acordo com a Divisa, o número de casos é preocupante, porque a doença que é transmitida por um mosquito pode infectar tanto animais, como humanos. Em Santarém, 134 casos foram registrados, mas o município também recebe ocorrências de outras cidades do oeste do estado.

Para o coordenador interino da Divisa, Gilvane Dourado, o laboratório de Santarém é referência para toda região e por isso muitas demandas são enviadas para o município.

“A doença é transmitida por mosquito e tem um período de dois a três meses de encubação. E é realizado um exame sorológico para confirmação da doença, isso em seres humanos”, explicou.

A Leishmaniose é conhecida popularmente como Calazar e os animais (cães, gatos e cavalos) também podem contrair a doença. Mas com o avanço da medicina, existem formas de tratamento e prevenção de tudo isso. E o animal pode tomar vacina contra a doença.

“Nos cachorros é mais comum a doença ser visceral, ou seja, vai direto para os órgãos internos. E faz o que a gente chama de calazar. E em pouco tempo pode matar o animal. Porém, existem tratamentos”, destacou o médico veterinário, Celso Pires.

Por G1 Santarém — PA

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: