Em Santarém, dois PMs suspeitos de envolvimento no roubo de 15kg de ouro continuam foragidos

image_pdfimage_print

Soldado Thaliandreson Junior Pereira Alves e o cabo Alessandro Rocha de Souza. — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Na terça-feira (29) três envolvidos, sendo eles dois policiais e um segurança foram presos. Polícia busca pelo soldado Thaliandreson Junior Pereira Alves e o cabo Alessandro Rocha de Souza.

Os policiais militares: soldado Thaliandreson Junior Pereira Alves e o cabo Alessandro Rocha de Souza, que foram apontados como suspeitos de envolvimento no roubo de 15kg de ouro em Santarém, no oeste do Pará, continuam foragidos da polícia.

Na terça-feira (29) três suspeito, sendo eles um sargento e um cabo, ambos da PM foram presos. Eles foram identificados, após a polícia chegar em um funcionário da empresa que fazia o transporte do ouro, que confessou a participação no crime e informou os nomes dos policiais. Ele também foi preso.

Segundo o comandante do CPR1 (Comando de Policiamento Regional 1), coronel Aldemar Maués, os outros dois policiais militares, que também são suspeitos de envolvimento no crime, estão foragidos. “É lamentável este fato, mas infelizmente ocorreu e todos os procedimentos foram realizados para fazer a prisão desses policiais. Estamos diligenciando ou aguardando que eles se apresentem no quartel ou na delegacia. Os militares envolvidos vão responder pelas esferas civil e militar”, enfatizou.

De acordo com a polícia, com o sargento Ivan foi encontrada uma barra de ouro e ele informou à polícia a participação dos outros policiais. No total, 4 PMs estão envolvidos diretamente no crime e apenas dois foram presos até o momento. Os policiais presos e também o segurança já estão à disposição da Justiça no Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura (Crashm).

O crime e as prisões

Com base em informações do serviço de inteligência das polícias Civil e Militar, na terça-feira (29) três suspeitos de envolvimento no roubo de 15kg de ouro foram presos. As investigações começaram após a pessoa que estava transportando a carga de ouro ser sequestrada na Vila Arigó.

Dois policiais militares: cabo Márcio Costa e sargento Ivan da Silva Passos, além do segurança Francinaldo da Silva Passos foram presos.

Até a última atualização dessa reportagem, apenas 2 quilos de ouro haviam sido recuperados. A carga roubada tem valor estimado de mais de R$ 5 milhões.
cabos pm

Francinaldo da Silva e os sargentos da PM Márcio Costa e Ivan Passos — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Durante a coletiva, o superintendente da PC do Baixo Amazonas, delegado Jamil Casseb relatou toda a ação criminosa realizada pelos militares e pelo funcionário da empresa. O veículo, que estava com a carga de ouro foi abordado por três pessoas que se identificaram como policiais federais. Eles fizeram a rendição e roubaram o material. A ação aconteceu na noite de domingo (29).

O superintende destacou também que poucos metros depois a vítima conseguiu abrir a porta e se jogou do carro, correndo em seguida para se refugiar em uma residência na Rua Antônio Simões, onde acontecia um velório. O ouro está avaliado em mais de R$ 5 milhões e pertence a uma empresa de compra e venda de ouro.

Por Kamila Andrade, G1 Santarém — Pará

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: