Entregador consegue emprego e moto após viralizar trabalhando com filha na garupa em Belém: ‘Aconteceu quando eu mais precisava’

image_pdfimage_print

Entregador Alessandro antes e depois de viralizar na internet — Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Alessandro Magno fazia entregas de bicicleta por estar desempregado em meio à pandemia. Com a repercussão, filha ganhou bolsa de estudos.

“Tudo aconteceu na hora em que eu mais precisava”, disse o paraense Alessandro Magno, que viu sua vida mudar após foto viralizar mostrando ele levando a filha, Rayna Vitória, de 4 anos, na garupa de uma bicicleta enquanto fazia entregas em Belém. Com a repercussão da foto, Alessandro conseguiu um emprego, moto e cursos profissionalizantes. Já a filha ganhou uma bolsa de ensino integral em um colégio particular.

Desempregado há cinco meses depois do restaurante em que trabalhava falir, o entregador agora é também auxiliar de cozinha em um restaurante no centro histórico da capital.

Ele havia recebido diversas propostas de trabalho e, entre as opções, Alessandro escolheu a que se aproximava do sonho de se tornar chef . E além disso, a bolsa que a filha ganhou é, para ele, “mais um passo para o sonho de ver ela se formar”.

Mesmo com emprego, Alessandro disse que não vai abandonar as entregas.

“Após meu horário de trabalho pretendo continuar realizando as entregas, pra me ajudar a garantir dinheiro para comprarmos nossa tão sonhada casa própria”, disse.

intregador
Alessandro Magno leva a filha para trabalhar fazendo entregas em Belém. — Foto: Reprodução Redes Sociais

A imagem viral foi registrada no dia 22 de julho. Segundo Alessandro, na época, os avós da Rayna contraíram a Covid-19 e estavam se recuperando da doença. Agora, com os pais curados, Alessandro vai contar com uma rede de apoio ainda maior para cuidar da filha.

“Minha irmã que mora no interior ficou preocupada comigo quando viu a história e decidiu transferir a faculdade para Belém e ajudar a cuidar da minha filha”, contou.

Para contribuir com a formação profissional da família, Alessandro e a esposa, que é operadora de caixa em um supermercado, ganharam cursos profissionalizantes do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Uma “vaquinha” virtual foi feita para arrecadar doações para a família. Alessandro diz que vai utilizar o dinheiro das doações para comprar alimentos para a filha, construir sua casa e guardar o restante para investir no futuro de Rayna Vitória.

“Nunca esperava essa repercussão. Deus me honrou por ser um cara honesto e trabalhador”.

Por Ana Carolina Limão*, G1 PA — Belém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: