Falta de energia causa transtorno aos moradores do interior e da cidade em Novo Progresso

image_pdfimage_print

Moradores da Vicinal Celeste reclamam da falta de energia – (Foto:Reprodução)

Triplica número de reclamações contra a Equatorial por falta de energia

As constantes quedas de energia em vários pontos da cidade de Novo Progresso vêm trazendo transtornos e prejuízos para moradores e lojistas. Com interrupções quase diárias, muitos habitantes de Novo Progresso vem reclamando o descaso que persiste sem solução por parte da empresa Equatorial (antiga Celpa) responsável pelo fornecimento de energia na cidade e região.

O problema prejudica comerciantes e muda hábitos da população, que passou a se preparar para longos períodos sem luz e está mais preocupada em proteger equipamentos de sobrecargas na rede, neste caso os moradores e lojistas reclamam de quedas de energia.

Esses “apagões” fizeram disparar o número de reclamações, o Jornal Folha do Progresso é acionado diariamente para cobrar da empresa uma solução.

Vicinal Celeste

A rede de energia “Luz Para Todos”, projeto do governo Federal foi instalada naquela região com promessa de melhorias para os moradores ao longo da Vicinal, no entanto não é isto que vem acontecendo, moradores investiram em equipamentos tipo ;geladeira ,frezer,tvs etc, e não conseguem usar devido as constantes quedas, além disto passa dias sem energia na rede , moradores usam das redes sociais para reclamar.  “A conta eles não esquecem de cobrar”, reclama moradora.

Nesta semana moradora fez um vídeo e postou no facebook mostrando o descaso, segundo eles já cansaram de fazer reclamações para Equatorial, mas não conseguem respostas. A solução agora que encontramos é impedir que eles façam a leitura mensal, sem faturamento quem sabe eles resolvem o problema, postou em vídeo pedindo a união de todos os moradores.

Mapa Google
Mapa Google

Vicinal Terra Nossa

A situação não é diferente nesta vicinal, a rede ainda não foi concluída e o problema já apresenta, a falta de energia na rede é constante – passamos maioria do tempo sem energia – estamos no prejuízo, ninguém atende nossas reclamações, argumentou o morador para o Jornal Folha do Progresso.

As distribuidoras de energia em todo o país devem cumprir os limites de duração e frequência de interrupções mensais e anuais. Quando extrapolam esses indicadores, as empresas ficam obrigadas a compensar os consumidores com descontos na fatura.

Segundo a Equatorial, são várias as causas que podem resultar em problemas para o fornecimento de energia, como árvores perto de fios, queda de postes, cabos partidos e raios. “O número de chamados relacionados a essas ocorrências aumentam consideravelmente durante o período chuvoso, visto que quando essas situações ocorrem, na maioria dos casos e por segurança, a rede desliga automaticamente”, os moradores devem fazer o registro no sistema, que pode ser através do portal disponível na internet informou a companhia, ao Jornal Folha do Progresso.

A Equatorial possui atendente virtual pode abrir chamado de falta de energia, abrir solicitação de religação, fazer consulta de débitos, entregar a sua segunda via de sua conta de luz ou, se você preferir, ela manda pelo WhatsApp apenas os números do código de barras da sua conta para pagamento.

Veja seu direito

A solicitação do ressarcimento de equipamentos queimados pode ser realizada pelo telefone (91) 3217- 8200 que disponibiliza o WhatsApp.  A distribuidora analisará os casos nas unidades atendidas em baixa tensão, como residências, lojas e escritórios.

O consumidor tem até 90 dias, a contar da data provável da ocorrência, para solicitar o ressarcimento. A distribuidora tem até 10 dias corridos para verificar o aparelho danificado e, até a verificação, o consumidor não deve consertar o equipamento, exceto se a distribuidora autorizar.

No caso de deferimento, a Equatorial tem até 20 dias corridos para efetuar o ressarcimento por meio de pagamento em dinheiro, providenciar o conserto ou substituir o equipamento.

Por: Jornal Folha do Progresso

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: