Festival das Tribos começa nesta quinta com a Festa dos Visitantes

image_pdfimage_print

A 22ª edição do Festival Folclórico das Tribos Indígenas de Juruti, conhecido como “Festribal” começa nesta quinta-feira (28) e segue até o dia 31 de julho no município de Juruti, Oeste do Pará. A festa, realizada no Tribódromo, localizado no bairro Maracanã, tem como tema este ano “Festribal 2016 – “O Encanto que vem da Floresta”. A expectativa da organização é que o evento reúna 20 mil pessoas durante as três noites.
A quatro dias da festa, os trabalhos de pintura, montagem de palco, camarotes, arquibancadas e a construção de rampas de acesso estão sendo finalizados no Tribódromo. Os serviços de som e iluminação também já começaram a ser feitos. “Nossas expectativas são as melhores. Convidamos toda a população das cidades vizinhas, do nosso estado, de todo o Brasil prestigiar um dos eventos mais importantes da nossa cidade”, informou o secretário de cultura de Juruti, Carlos Pinheiro.
A festa dos visitantes, realizada na primeira noite, vai ter show nacional com a dupla sertaneja Victor e Léo e apresentações regionais de DJ e banda de forró.  A segunda noite terá apresentação das tribos mirins e ensaio técnico das tribos oficiais. Na terceira e última noite, será o duelo das tribos Munduruku e Muirapinima. A divulgação da campeã será na tarde de domingo (31).
O Festribal
A festa das tribos é um evento realizado desde 1995. O Festribal resgata, em forma de espetáculo, a cultura indígena nativa da cidade, figurando entre as maiores manifestações culturais da Amazônia e é marcada pela tradicional disputa entre as tribos indígenas Munduruku (vermelho e amarelo) e Muirapinima (vermelho e azul), que esse ano vão defender os temas “Mitos” e “Espíritos”, respectivamente. Tribódromo é o nome do local onde é realizado o duelo das tribos.
A cultura indígena é retratada em forma de música, artes cênicas, alegorias e danças. O modo de vida do caboclo, os rituais indígenas, o pescador e o farinheiro são algumas das inspirações do festival. Em 2008 o Festribal passou a ser considerado Patrimônio Cultural do Pará. Nas duas últimas edições do evento a Tribo Munduruku sagrou-se bicampeã da disputa.
A manifestação cultural e folclórica atrai um grande público dos municípios da região Oeste do Pará, de outros estados do Brasil e até de outros países. Cada apresentação é avaliada por uma equipe de jurados, responsáveis por atribuir notas em quesitos técnicos e artísticos. Entre os itens julgados, estão: Apresentador, Porta Estandarte, Guardiã Tribal, Tuxaua, Índia Guerreira, Pajé, Canto Indígena, Regional, Evolução, Ritual Indígena, Alegoria, Tribo Originalidade, Tribo Coreografada, Originalidade em Conjunto, Harmonia e Galera.
A estrutura do Tribódromo tem capacidade para receber até 6 mil pessoas, segundo a organização. O espaço é fechado e toda estrutura é vistoriada pelo Corpo de Bombeiros. Também estão assegurados dois geradores e  banheiros químicos à disposição dos visitantes.
Segurança
Para garantir a segurança da população local e os visitantes que devem prestigiar a festa, a coordenação do evento firmou parcerias com vários órgãos de segurança da região, como as Polícias Civil e Militar de Juruti e Santarém, Departamento Municipal de Trânsito, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros de Santarém, Conselho Tutelar e a Secretaria Municipal de Saúde, com a instalação de um posto com ambulância e socorristas. Além da polícia, haverá seguranças particulares durante as três noites de festa.

Evolução da Tribo Munduruku, no Tribódromo
Evolução da Tribo Munduruku, no Tribódromo
Evolução da Tribo Muirapinima, no Tribódromo
Evolução da Tribo Muirapinima, no Tribódromo

Serviço
Evento? 22ª edição do Festival Folclórico das Tribos Indígenas de Juruti-PA
Quando? De 28 a 31 de julho de 2016
Onde? Juruti, Oeste do Pará
Ingressos?  Arquibancada (R$ 10 e R$ 20); Cadeiras (R$ 200 – 3 noites); Camarotes (R$ 6 a 8 mil – 20 lugares)
Programação oficial
28/7 (quinta-feira)
Festa dos Visitantes com a dupla Victor e Léo
21h – Música Eletrônica
23h – Dupla Victor e Léo
1h – Banda Êxtase (ritmos: forró, arrocha, etc)
29/7 – (sexta-feira)
20h – Apresentação das tribos mirins
23h – Ensaios técnicos das tribos oficiais
30/7 – (sábado)
Apresentação das tribos oficiais
20h30 – Tribo Muirapinima
23h30 – Tribo Munduruku
31/7 – (domingo)
15h30 – Apuração das notas dos jurados
17h – Divulgação da tribo campeã

 Fonte: RG 15/O Impacto e Rui Neri

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: