Homem agride a esposa e tem o joelho decepado por parentes da vítima

Anderson Carvalho ficou caído, sem uma parte da rótula do joelho esquerdo

Uma confusão que aconteceu por volta de 20h30, de domingo, 13, na Rua São Nicolau, no bairro Uruará, em Santarém, envolvendo membros de uma família resultou em uma mulher agredida e um homem com o joelho decepado a golpe de terçado. Anderson Carvalho, 22 anos, o “Lourinho” teve a rótula do joelho esquerdo decepada com um golpe de terçado, após ter agredido a própria esposa.
Revoltados com Anderson, parentes da vítima reagiram e após lhe dar uma surra cortaram a rótula do joelho. Anderson agonizou por alguns minutos no chão, porém, foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e conduzido às pressas para o Pronto Socorro Municipal (PSM). Segundo um Boletim Médico, Anderson poderá perder parte dos movimentos da perna esquerda.
De acordo com a Polícia Militar, Anderson pegou sua mulher e bateu muito nela. Depois da surra que deu em sua esposa, Anderson saiu para a rua e minutos depois, foi alcançado pelos parentes dela. Na ocasião, os parentes da mulher pegaram Anderson, e com o auxílio de um terçado cortaram o joelho dele, lhe deram uma surra e ainda o deixaram jogado no chão.
A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso.
TRÁFICO DE DROGA: Ainda na madrugada de domingo, 13, três homens foram detidos por uma guarnição da Polícia Militar, suspeitos de cobrar ‘pedágio’, na Travessa Trindade esquina com a Rua Piquiatuba, no bairro Esperança, em Santarém. Policiais militares informaram que de posse dos suspeitos foram encontrados cinco papelotes de cocaína e outras substâncias não identificadas, além de R$ 105,00 em dinheiro.
Segundo o sargento PM Jerônimo, a Polícia Militar foi acionada após denúncias anônimas ao serviço 190, do Núcleo Integrado de Operações (Niop). “O Niop nos informou que estaria tendo um consumo de entorpecentes em um determinado local e estariam cobrando pedágio dos transeuntes. Eles estavam de posse de alguns entorpecentes e tentaram se desfazer, jogando no chão para tentar ludibriar na hora da abordagem. Era em torno de cinco papelotes”, relatou. Os três homens foram levados para a 16ª Seccional da Polícia Civil. Eles alegaram que são usuários de drogas e após prestarem depoimento, foram liberados.
FUGA: Além da tentativa de homicídio e da detenção de três pessoas suspeitas de tráfico de drogas, também foi registrada a fuga de dois apenados do Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura (CRASHM), na madrugada de sábado, 12. A informação foi confirmada pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe). Anderson de Jesus dos Santos e Ednaldo da Silva fugiram por volta das 2h, de sábado, após serrarem a grade de uma das celas do pavilhão e de terem acesso ao pátio da casa penal. Os internos pularam o muro de segurança do pavilhão com o auxílio de uma corda artesanal. Os dois presidiários cumpriam pena no regime fechado. Os policiais de plantão que faziam a segurança nas guaritas da unidade prisional perceberam a movimentação dos internos e chegaram a fazer disparos de advertência para o alto, mas não conseguiram evitar a fuga. Os detentos fugiram para uma área de mata próxima da casa penal. Segundo a Susipe, o caso foi encaminhado à Corregedoria da Superintendência para investigação.
Fonte: RG 15/O Impacto, com informações e foto de Elias Junior

Publicado por Folha do Progresso fone para contato  Cel. TIM: 93-81171217 e-mail para contato:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br