Homem é encontrado morto dentro do campus da UFPA em Belém

image_pdfimage_print

Corpo foi encontrado boiando nas águas do igarapé Tucunduba (Foto:Reprodução/Ary Souza)

Vítima foi avistada por uma rabeta no Tucunduba. Ainda não se sabe as circunstâncias da morte por afogamento

Um homem foi encontrado morta na manhã desta segunda (10) dentro do campus da Universidade Federal do Pará no Guamá, em Belém. O corpo foi achado às margens do igarapé Tucuntuda, que corta o campus da UFPA. Ainda não se sabe identidade da vítima.
UFPA 2Corpo foi achado ao lado da Reitoria (ao alto, à direita), no campus básico da UFPA (divulgação – UFPA)

O corpo foi achado dentro da área do igarapé, próximo ao prédio da reitoria da universidade, no campus básico do Guamá. Uma rabeta que passava pelo curso d’água foi a primeira a avistar a pessoa morta. Seguranças foram acionados e a polícia foi chamada.

AFOGAMENTO

Até o momento as autoridades apontam que a morte pode ter sido causada por afogamento. A vítima não é estudante da UFPA. O corpo possivelmente pode ter sido levado pelas águas do Tucunduba até o ponto onde foi encontrado, já quase no encontro com as águas do rio Guamá.

O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves foi acionado logo pela manhã e já recolheu a vítima. Procurada pela reportagem, a assessoria de comunicação da Universidade Federal do Pará disse, em nota, que o corpo foi achado no Tucunduba por volta das 8h30. Ele foi avistado por um barqueiro: corpo do homem estava boiando nas margens do Tucunduba, já na área do campus da UFPA.
UFPA 3Tucunduba deságua no Guamá: UFPA diz que morte não ocorreu na universidade  (Thiago Pelaes / UFPA)

“O fato foi comunicado ao Corpo de Bombeiros e às Polícias Militar e Civil, que providenciaram a retirada do corpo e o encaminhamento ao Instituto Médico Legal. Não há registro de ocorrência do falecimento na área do campus, sendo mais provável que o corpo tenha se deslocado de outro trecho do igarapé”, disse a UFPA.

A redação integrada de O Liberal está apurando junto à Polícia Civil a identidade da vítima e as circunstâncias da morte, e traz mais informações em instantes.

Fonte:Redação integrada de O Liberal

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: