Hospital público do Pará cria iniciativas para garantir o bem-estar físico e emocional de profissionais de saúde

image_pdfimage_print
A iniciativa faz parte do programa “Ação do Bem”, desenvolvido pelo Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência

O Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, no Pará, é uma unidade de saúde pública mantida pelo Governo do Estado e gerenciada pela Pró-Saúde. Referência no atendimento de média e alta complexidades em traumas e queimados para a região Norte, no ano passado o Metropolitano realizou mais de meio milhão de atendimentos, entre internações, cirurgias, exames laboratoriais e por imagem, atendimentos multiprofissionais e consultas ambulatoriais.

O complexo hospitalar conta com mais de 1.300 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos, garantindo a assistência para mais de 3 milhões de habitantes, de 60 munícipios do Estado. Para ajudar colaboradores do hospital a manter a saúde física e mental, principalmente na época da pandemia causada pela Covid-19, a unidade deu início a campanha Ação do Bem.

Com início no Dia Mundial da Saúde, lembrado nesta terça-feira, 7/4, a campanha é voltada para os profissionais de saúde e busca contribuir no acompanhamento de pacientes. O projeto também integra pacientes e acompanhantes, com o intuito de conscientizar a população sobre a necessidade de dar atenção ao corpo e a mente para uma vida saudável.

Por meio de atividades físicas e educativas, orientações de acolhimento, apoio emocional e psicológico, a campanha acontecerá durante todo o mês de abril. As atividades são realizadas pelos setores de Humanização, Gestão de Pessoas, Projetos Sociais, Medicina do Trabalho e Sustentabilidade.

Confira as principais ações do programa Ações do Bem

Correio Solidário: Um mural com mensagens de carinho e apoio montado no hall de entrada da unidade. A equipe de Projetos Sociais receberá mensagens dos colaboradores para a exposição no mural. Os profissionais podem retirar e colocar novas mensagens para seus colegas de trabalho, como uma forma de cuidado e atenção ao próximo. Voluntários também enviarão mensagens via celular, para que sejam entregues aos usuários e pacientes.

Musicoterapia: Durante a semana, sessões de musicoterapia acontecerão nos corredores e no refeitório do hospital. O objetivo é trazer relaxamento para os usuários, acompanhantes e colaboradores, além de agradecer aos profissionais de uma forma diferente, utilizando a música como dispositivo de empatia. Músicas de agradecimento foram escolhidas pela equipe de Humanização para trabalhar o bem-estar.

AcolhePsi: O cuidado com a mente também é visto com uma importante ferramenta para coibir o aparecimento ou progressão de doenças. A equipe de Gestão de Pessoas criou o projeto AcolhePsi, que oferece atendimentos psicológicos para todos os profissionais de saúde do HMUE.

Higienização das mãos: A higienização das mãos será trabalhada com todos os pacientes, acompanhantes e áreas de internações, alertando sobre a importância do ato na prevenção da Covid-19 e outras doenças infecciosas.

Atividades físicas: Os colaboradores de setores administrativos e assistenciais irão receberão técnicas de alongamento e de respiração, voltadas para o controle da ansiedade e níveis de estresse. As atividades serão realizadas pela Fisioterapia do Trabalho, respeitando todos os critérios de prevenção durante o período de pandemia. A ação tem o intuito de proporcionar relaxamento e minimizar possíveis tensões musculares.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.
Fonte:ASCOM HMUE/ Adrielle Lopes de Sousa

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: