*Hospital Regional do Sudeste do Pará reduz índice de infecção e reforça protocolos no cuidado ao paciente*

image_pdfimage_print

De acordo com o Ministério da Saúde, estima-se que infecções hospitalares no Brasil atinjam 14% das internações nas unidades de saúde. Em todo o mundo, em dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), 234 milhões de pacientes são operados anualmente.

Desse total, um milhão acaba falecendo por infecções hospitalares e 7 milhões apresentam algum tipo de complicação no pós-operatório.

No Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), localizado em Marabá (PA), o trabalho promovido pela equipe assistencial vem reduzindo os casos de infecções entre os pacientes internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Adulto.

Entre janeiro e junho deste ano, com base no levantamento do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) da unidade, entre as principais reduções está a queda de 87% nos casos envolvendo o Trato Urinário, diminuição em 54% das Pneumonias Associadas ao uso de ventilação mecânica (PAV), além de 17 meses sem registro de casos envolvendo infecções primárias da corrente sanguínea (IPCS).

No HRSP, unidade que pertence ao Governo do Estado, sendo gerenciado pela Pró-Saúde, o SCIH tem adotado medidas para estimular todas as diretrizes de segurança no cuidado ao paciente, principalmente no período de pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19).

As medidas levam em consideração a ampliação nos cuidados com a higiene das mãos, limpeza dos ambientes, precauções específicas para evitar contato com gotículas e o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

De acordo com Paula Dorigetho, especialista no controle de infecções do HRSP, o sucesso na prevenção é fruto do envolvimento de toda equipe assistencial, que se empenhou ativamente para a redução desses números. “Nossos dados demonstram que, em 2020, nossos processos estão sustentáveis e seguros, mesmo em meio a pandemia”, explicou.

*Referência nacional*

Diante dos resultados obtidos no controle de infecções no Hospital Regional do Sudeste do Pará, a unidade tem apresentado sua experiência em eventos nacionais, promovidos antes da pandemia.

O HRSP é uma das unidades de referência no projeto “Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil”, do Ministério da Saúde. Participam do projeto mais de cem hospitais em todo o país.

O projeto consiste na parceria com os hospitais de excelência, utilizando métricas e práticas que proporcionem resultados no cuidado com a segurança do paciente, além de maximizar recursos financeiros propondo redução de eventuais desperdícios.

A iniciativa faz parte do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), voltado ao fortalecimento e à qualificação do SUS (Sistema Único de Saúde) em todo o Brasil.

 

*Sobre a Pró-Saúde*

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil.

Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

Fonte:Ascom HRSP/Com Foto

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: