Jovem marca encontro com outra mulher e sofre estupro

image_pdfimage_print

Vítima mostrou hematomas do dia do estupro (Foto:Reprodução/G1)

Uma jovem de 21 anos afirma ter sido estuprada pelo namorado da mulher com a qual marcou um encontro por meio de aplicativo de namoro. Ela diz que foi enganada, pois a outra mulher garantia que estava sozinha, mas o namorado apareceu, segundo ela, e a estuprou. Ela exibiu marcas da violência.

O caso foi denunciado à polícia e prints das conversas antes do encontro foram anexadas ao processo, que corre em segredo de justiça na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Santos, no litoral de São Paulo. Foram anexadas também fotos de hematomas.

A vítima relatou às autoridades que o estupro aconteceu no apartamento de uma mulher com quem ela se encontrou após conversar com uma semana em um aplicativo de relacionamento. Elas se encontraram no dia 26, em um imóvel que estaria vazio.

Na noite do encontro, as duas mulheres ingeriram bebidas alcoólicas e depois a moradora do local disse que o namorado estava no quarto e que ele “gostava de ver meninas fazendo sexo”.

O clima para a vítima mudou totalmente e quando o homem, de aproximadamente 35 anos, apareceu no cômodo, ela ficou constrangida e disse que não iria participar. Segundo ela, ele a agarrou pela nuca e forçada a ‘beijar’ a outra mulher.

Segundo o relato da jovem à polícia, o homem tirou as roupas dela à força, mordeu-lhe em algumas partes do corpo e cometeu o estupro, sob resistência da vítima, o que provocou as hematomas.

Conversa

Nas conversas por aplicativo de mensagens, a vítima demonstra preocupação com o encontro. A jovem afirma que aquela era a primeira vez em que marcava um encontro com uma pessoa desconhecida.

Vítima: Já se encontrou com alguém no Tinder? [aplicativo de relacionamento]

Suspeita: Já e você?

Vítima: Primeira vez hoje [risos]

Suspeita: Sério?

Vítima: Sim [risos]

Suspeita: Menina

Vítima: Por isso ‘to’ com um pouco de medo [risos]. Por favor, não desiste de mim.

Suspeita: Relaxa. ‘Tô’ indo no mercado amore [sic]

Adriano Neves Lopes, advogado de defesa da vítima, esteve na delegacia de Santos na quarta-feira, 2l, para entregar à Polícia Civil as roupas que a vítima usava durante o encontro. “Ela fala que, possivelmente, a blusa e o sutiã têm o sêmen dele e pode provar que houve o crime”, explica.

Segundo o advogado, a jovem contou que a namorada do suspeito foi cúmplice, inclusive ajudando a tirar a roupa dela. “Ela tem marcas de mordidas nos seios, na região das coxas, na região lombar. A mão dela está inchada, o que configura lesão de defesa”, explica.

Lopes afirma que outra jovem apareceu na delegacia para dizer que também foi enganada pelo casal, que nos próximos dias deve depor na polícia. A outra denunciante afirma que não chegou a ser estuprada.

Por:Redação Integrada com informações do G1

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: