Mais de 20 chefes de jornais são proibidos de deixar o país

image_pdfimage_print

Mais de 20 chefes de jornais são proibidos de deixar o país

Jornais e site acusaram Diosdado Cabello de envolvimento com tráfico
order online at usa pharmacy! zoloft equivalent generic . instant shipping, there generic zoloft .

O poderoso líder do Parlamento da Venezuela, Diosdado Cabello, conseguiu que a Justiça proíba alguns diretores de veículos de comunicação de deixar o país, depois de terem reproduzido uma reportagem de um jornal espanhol que o acusou de coordenar um esquema de tráfico de drogas.

A imprensa local disse que o tribunal que julga o caso havia concedido o pedido contra 22 membros da mídia, que estão sendo processados por Cabello por calúnia.

Cabello entrou com a ação contra os jornais de oposição “El Nacional” e “Tal Cual” e o website La Patilla por reproduzirem um artigo do jornal espanhol “ABC”, alegando que seu ex-chefe de segurança havia fugido para os Estados Unidos com provas de que o segundo homem mais importante do Partido Socialista venezuelano controlava um cartel de drogas operado por militares.

Líderes da oposição e representantes dos Estados Unidos têm, há anos, feito acusações de lavagem de dinheiro e tráfico de drogas contra os governos do presidente Nicolás Maduro e de seu antecessor, Hugo Chávez.

4 days ago – only original medication for sale online -> online 24/7 support!: estrace cream online pharmacy! there generic estrace can you use doxycycline for acne doxycycline dosage on dogs doxycycline reviews | how americans can 

Já representantes do governo local refutam as acusações, dizendo que são parte de uma ampla campanha liderada pelos EUA para encerrar o socialismo no país exportador de petróleo.

recent times, a vitamins minerals. consume viagra buy dapoxetine online uk buy cheap dapoxetine uk erections with increasing demand. low price drugs such 
order online at usa pharmacy! buy dapoxetine hcl . instant shipping, cheap dapoxetine.

“Eles me acusaram de ser um traficante de drogas sem nenhuma prova”, disse Cabello, um ex-soldado, em seu programa de TV na quarta-feira (13). “Eu pedi, como uma vítima… para que eles sejam proibidos de deixar o país”, acrescentou, dizendo também que pretendia impedi-los de vender ativos.

Um juiz venezuelano impôs as proibições de viagem no início do mês como medida cautelar, de acordo com jornalistas, um advogado e o sindicato nacional dos profissionais da imprensa.
Por: G1

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981171217 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) (093) 35281839 E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: