Mais de 300 famílias ocupam terreno particular nas proximidades da GransLine em Novo Progresso

image_pdfimage_print

ROBERTO 2

As famílias alegam dificuldades para quitar os alugueis e cobram do prefeito uma politica de moradia.

Em Novo Progresso, desde ontem (19/10) um terreno localizado as margens da Vicinal Jamanxim próximo da empresa Gransline(500 metros a frente)  vem sendo ocupado por cerca de 300 famílias. Eles reivindicam terrenos para construírem suas casas.
São moradores de bairros da  cidade , muitos têm carros e motos, mas confidenciam que moram de aluguel.
Estavam fazendo levantamento de área a 01 (um) mês, quando descobriram essa área embargada, eles querem negociar com o Ibama, Prefeitura e possível dono da área.
A decisão de invadir a área começou na sexta-feira(17/10). De lá para cá, mais pessoas se juntaram ao grupo. São famílias inteiras, pais, mães, idosos, adolescentes e crianças mobilizadas em demarcar o terreno, capinar e guardar o patrimônio. Isso mesmo nem mesmo de madrugada eles saem do local.
O coordenador do movimento Carlos Roberto (Foto), informou que já seriam mais de mil famílias para assentar. Estão preenchendo uma ficha de inscrição para os  interessados.

Coordenador do movimento Carlos Roberto (Foto - juliano Simionato)
Coordenador do movimento Carlos Roberto (Foto – Juliano Simionato)

propecia topical generic propecia

Roberto disse que a  área é de 50 há, dá para assentar todo mundo, os que estão participando do movimento que tiver terreno ou casa própria vão ser excluídos do movimento.

zithromax cost order zithromax “Roberto foi indagado se o local da invasão é um bairro e qual o nome, o mesmo respondeu que não tem nome ainda, mais que os sem tetos vão se reunir para dar o nome a esse novo bairro no local da invasão, segundo ele estão pensando em homenagear o proprietário da área invadida, colocando o nome dele.”
Diz que não quer ser chamado de líder e que se identifica com a mesma causa dos outros; “também pago aluguel e não vejo a hora de ter a minha casa própria” argumenta.
A área pertence a família tradicional da cidade, buy advair diskus cheap advair diskus & generic fluticasone/salmeterol Flonase without prescription “Família Prazeres”, que comentou já ter feito ocorrência policial referente a invasão, área esta sob inventário,  a família está entrando na justiça para requerer a retirada dos invasores, disse.
Segundo o prefeito Oswaldo Romanholi(PR) a administração não apoia invasão de terras particulares, em outro  caso de invasão recente, prometeu em curto espaço de tempo construir casas para os sem tetos, doar terrenos, mas tudo parece ser promessas vazias, passado dois anos nenhuma casa foi construída e nenhum terreno doado no município para abrigar a categoria,  pela atual gestão.
A prefeitura alega ter um critério para cadastrar os sem tetos, a responsabilidade é da secretaria de Ação Social, que segundo eles vai até onde vive o cadastrado para ver se suas condições condiz  com  as exigências do programa, segundo o prefeito   o município oferece politíca de apoio a moradia, citou como exemplo  o projeto “Minha Casa, minha vida!” do Governo Federal.
Fonte/Fotos: Redação Jornal Folha do Progresso

populares agurdando cadastramento (Foto- Juliano Simionato - Jornal Folha do Progresso)
populares aguardando cadastramento (Foto- Juliano Simionato – Jornal Folha do Progresso)

Publicado por Folha do Progresso fone para contato Cel. TIM: 93-81171217 / (093) 84046835 (Claro) Fixo: 9335281839 *e-mail para contato: folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

cheapest prices pharmacy. order dapoxetine online . official drugstore, buy dapoxetine.

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: