Manejo racional de bovinos é tema de capacitação no Pará

image_pdfimage_print

Prática é usada desde o nascimento ao abate dos animais

No período de 29 a 31 de julho, o Projeto Pecuária Verde, do Sindicato dos Produtores Rurais de Paragominas (SPRP), em parceria com ETCO e BEA Consultoria promovem o curso de “Manejo racional de bovinos de corte – boas práticas no curral . O curso que será realizado em Paragominas envolverá teoria e prática com os consultores do projeto, é uma realização do Projeto Pecuária Verde

O manejo racional é uma prática sustentável difundida pelo Projeto Pecuária Verde que pode ser aplicado desde o nascimento do animal até a hora do abate. A prática visa melhorar a produção, a qualidade do produto e evitar o uso da violência no tratamento dos animais em atividades rotineiras, como vacinação, desmama e na condução em currais.

A partir desde treinamento, o Sindicato dos Produtores Rurais de Paragominas, busca a capacitação de profissionais e dos principais atores do setor para o desenvolvimento de alternativas de sustentabilidade na criação dos bovino.

De acordo com Adriano Páscoa, consultor do Projeto, além do aumento da produtividade, o manejo racional pode auxiliar no controle e o acompanhamento da emissão de gás metano (CH4), que está diretamente atrelada a atividade agropecuária. “Essa emissão pode ser reduzida com a utilização de técnicas para melhorar a qualidade dos alimentos fornecidos aos bovinos, comumente adotadas nos sistemas de produção intensiva”, destaca Páscoa.

Para o consultor do Projeto, Mateus Paranhos, um dos fatores positivos do manejo racional é a vacinação, por exemplo. “Quando feita a partir das técnicas de manejo racional e com profissionais bem capacitados, é possível evitar abscessos, diminuir o desperdício de materiais para a imunização e melhorar a relação do homem e do animal e evitar perda de carne na hora da comercialização para os frigoríficos”, explica. Ainda de acordo com o consultor, outros fatores no manejo racional que contribuem para os bons resultados são as instalações do curral e o uso de procedimentos de segurança, com as bandeiras de manejo, que podem evitar acidentes de trabalho e melhorar a atividade.

O curso é aberto e as inscrições podem ser feitas na sede Sindicato, em Paragominas, ou pelos fones: (91) 3729-1212 e 3729-1030.

Fonte: ORMNews.

Publicado por Folha do Progresso fone para contato  Cel. TIM: 93-81171217 e-mail para contato:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: