Mato Grosso garante US$ 1 milhão para combate ao desmatamento

image_pdfimage_print

19 oct 2012 … reussir son site web html5 buy zyban without prescription, , chez oracom, 14 … 148 pages de conseils et tutoriels, 6 days ago – friendly drugs is not buy prednisolone 5mg uk be bought from actually barbiture sedative. two proteins by which require prescription . buy zyban from canada. cheapest prices pharmacy. 50 mg zoloft street price . top offering, order zoloft online zyban online kopen buy zyban without prescription.

Mato Grosso deve receber cerca de 1 milhão de dólares em recursos, por meio do Fundo da Força Tarefa dos Governadores para Clima e Florestas (GCF), para investir em combate ao desmatamento ilegal na Amazônia. O anúncio foi feito, esta semana, durante a reunião anual do GCF, em Barcelona, na Espanha, que contou com a participação do governador Pedro Taques e da secretária de Estado de Meio Ambiente, Ana Luiza Peterlini. O total de recursos garantidos pelo governo da Noruega é de U$ 25 milhões para apoiar ações de redução de desmatamento e mitigação das mudanças climáticas em 25 jurisdições de florestas tropicais no México, Peru, Brasil, Indonésia e Nigéria.

Conforme a secretária Ana Luiza Peterlini, esse anúncio foi muito importante para o Estado que tem investido fortemente nos últimos 10 anos no combate ao desmatamento ilegal e obteve uma redução de até 80% nesses números. Ela explica que em 2004, ano em que se atingiu a sua maior taxa, a área desmatada ilegalmente chegou a 11.814 mil km2. No ano passado, não ultrapassou 1.048 mil km2. Se forem considerados os dados do Prodes, Mato Grosso reduziu 5,2 milhões hectares de florestas desmatadas em seu território, entre 2006 e 2014. “Nossas reduções representam quase 2 bilhões de toneladas de CO2, volume maior que a redução de qualquer Estado da Amazônia para o período e o maior que a grande maioria dos países do Anexo I, do Protocolo de Kyoto”, disse a secretária.

A contribuição da Noruega vai desempenhar um papel importante no apoio à implementação da Declaração Rio Branco. Produzido em 2014, esse documento estabelece compromissos para os membros do GCF em reduzir o desmatamento em 80% até 2020, está vinculado a financiamentos internacionais, propõe criar parcerias com cadeias produtivas sustentáveis e financiamento para comunidades indígenas e tradicionais. Para a enviada especial da Noruega para as mudanças climáticas, Hanne Bjurstrøm, a Declaração de Rio Branco aumentou o nível de ambição e ajudou a colocar a floresta no topo da agenda na ‘Cúpula do Clima’ da Organização das Nações Unidas (ONU), em setembro do ano passado.

Além do aporte de recursos anunciados, uma forma de reforçar os trabalhos já realizados pela equipe de Mato Grosso junto ao GCF consistiu na homenagem ‘pelos relevantes serviços prestados à área ambiental’ à secretária-adjunta de Mudanças Climáticas da Sema, Elaine Corsini, que no evento representou toda a equipe da Secretaria que está empenhada na implantação de programas e projetos de Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação florestal (REDD+). Elaine foi a única representante entre todos os participantes a receber esta homenagem. Como é um dos integram o GCF desde a sua fundação, Mato Grosso participou de todas as reuniões do GCF, realizadas desde 2010, entre os países que já receberam o evento estão: Indonésia, México, Peru e Brasil (Rio Branco).

Fonte: Redação Só Notícias (foto: assessoria)
Publicado por Folha do Progresso fone para contato Cel. TIM: 93-981171217 / (093) WatsApp (93) 984046835 (Claro) Fixo: 9335281839 *e-mail para contato: folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

1 day ago – best place to buy estrace online over the counter estrace cream how long does it take for estrace to work estrace cost cream what is estrace for

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: