Menino de 15 anos é encontrado morto com corda no pescoço em residência de Itaituba

image_pdfimage_print

Adolescente de 15 anos. Foto: reprodução. Foto: reprodução

Um adolescente de 15 anos, das iniciais E.S.S., foi encontrado morto nesta quinta-feira (05), em uma residência localizada no bairro Coca Cola, em Itaituba.

De acordo com informações da polícia, o adolescente estava pendurado com uma corda em volta do pescoço, a qual estava instalada no esteio da casa.

Diante disso, a Polícia Militar foi acionada por moradores, fez o isolamento do local e solicitou apoio da Polícia Civil para as devidas providências.

A Perícia Criminal fez a remoção do corpo até o Instituto Médico Legal – IML para exames requeridos.

Evidências presentes no local apontam para suicídio, o que será confirmado após investigação e realização de perícias.

Como identificar comportamentos suicidas

Não é possível prever com certeza se uma pessoa vai ou não tirar a própria vida. Existe uma série de elementos – psicológicos, biológicos, culturais e socioambientais – que podem levar ao desfecho.

É preciso estar atento ao comportamento das pessoas à sua volta e não ignorar sinais que podem ser pedidos de ajuda.

Existem alguns possíveis sinais de comportamento suicida:

Falar muito sobre a própria morte e demonstrar desesperança em relação ao futuro;

Usar expressões que manifestam intenções suicidas: “vou desaparecer”, “vou deixar vocês em paz”, “eu queria poder dormir e nunca mais acordar”, “é inútil tentar fazer algo para mudar, eu só quero me matar”, “vocês vão ficar melhor sem mim”, não aguento mais”;

Reduzir as interações: não atender a telefonemas, não responder mensagens ou ser evasivo;

Apresentar grandes mudanças de humor (estar eufórico em um dia e profundamente desencorajado em outro);

Ter atitudes arriscadas, como dirigir de forma imprudente ou entrar em brigas;

Começar a se despedir de amigos e familiares como se não fosse vê-los novamente;

Como ajudar

Pequenas atitudes mostram que as amizades seguem firmes: vale telefonemas, vídeochamadas, mensagens, o que funcionar melhor para cada um. Perguntar como a pessoa está, compartilhar fotos e até memes que te façam lembrar dela são formas de se fazer presente.

Manifeste sua preocupação e se mostre aberto para ouvir. Não tenha medo de perguntar sobre a vontade de morrer. Isso não induz ao ato. Pelo contrário: ajuda a pessoa a falar e buscar ajuda.

Fonte: Plantão 24horas News

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: