Metropolitano encerra semana de valorização da Mulher com palestra do Ministério Público

image_pdfimage_print

Violência doméstica contra a mulher foi o tema da palestra ministrada para as colaboradoras nesta sexta-feira (Foto:HMUE)

Nesta sexta-feira (13), o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), gerenciado pela Pró-Saúde em Ananindeua, recebeu o promotor de justiça, Franklin Prado, do Núcleo Mulher do Ministério Público, para ministrar uma palestra sobre violência doméstica. Voltada para colaboradores da unidade, a ação encerrou a semana de programação especial em alusão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado no último domingo (8).

Na ocasião, o promotor apresentou o conceito da Lei Maria da Penha e sua importância para a sociedade. Abordou ainda, informações relevantes sobre violência doméstica como, por exemplo, as formas de violência, infrações penais mais comuns e feminicídio. O profissional destacou também a rede de proteção e medidas protetivas de urgência, que estão à disposição da população, por meio do Núcleo da Mulher no Ministério Público.

“O profissional da área de saúde, muitas vezes, atende vítimas de violência doméstica e por isso, se faz necessário essa conscientização com este público. Crimes de violência doméstica precisam ser denunciados, é importante que, além do profissional prestar o cuidado, também oriente a vítima. Agradeço a oportunidade de estar no Hospital Metropolitano, passando essas informações para que todos sejam parte da rede de apoio proteção à mulher”, destaca Franklin.

A semana contou também com diversas ações de valorização da mulher, realizadas pelo Setor de Humanização e Projetos Sociais. As ações foram realizadas nas unidades de internação e recepções, e foram direcionadas para colaboradoras, usuários e acompanhantes. Um mural com fotografias foi montando para apresentar as profissionais, líderes, coordenadoras e gestoras que trabalham na unidade, reforçando a força feminina no ambiente de trabalho.

“No HMUE, 70% dos colaboradores são mulheres, que trabalham garantindo uma assistência humanizada para a sociedade. Elas colaboram para que, cada vez mais, o HMUE seja uma referência no Estado. São profissionais competentes, que refletem nossa missão e merecem ser valorizadas”, destaca Natália Failache, supervisora de Humanização do HMUE.
DSC_0923
Colaboradoras, pacientes e acompanhantes participaram ainda de sessões de cinema, homenagens e receberam brindes com uma lembrança pelo Dia Internacional da Mulher. O setor de Humanização e Projetos Sociais, também visitou as diferentes alas da unidade, proporcionando um momento voltado para o cuidado da mulher e reconhecimento.

“A mulher que está sempre pronta para cuidar de tudo e de todos, precisa também parar um momento e olhar para si mesma. Estar atenta à própria saúde, com exames e consultas em dia, pois é fundamental esse cuidado para que ela possa seguir fazendo a diferença em tantas vidas. É essencial também que ela se sinta respeitada, valorizada e acolhida, aqui ou em qualquer lugar”, relata a coordenadora de Projetos Sociais, Roberta Cardins.

O HMUE é uma unidade do Governo do Pará que presta atendimento 100% gratuito, referência no tratamento de média e alta complexidades em traumas e queimados para a região Norte, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O Metropolitano realizou, em 2019, mais de meio milhão de atendimentos, entre internações, cirurgias, exames laboratoriais e por imagem, atendimentos multiprofissionais e consultas ambulatoriais.

**Sobre a Pró-Saúde**

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

Por:Foto:ASCOM/HMUE Com Fotos
 Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: