Metropolitano promove cuidados aos profissionais e incentiva a qualidade de vida

image_pdfimage_print

Campanha desenvolvida pela unidade estimula os cuidados com a saúde e prática de exercícios (Foto:Reprodução)

O Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, região metropolitana de Belém, encerrou nesta segunda-feira, 10, a primeira turma do “Projeto Desafio Saudável”. A iniciativa tem como objetivo estimular a saúde entre os colaboradores da unidade na adoção de um estilo de vida mais saudável com base em boa alimentação e a prática de exercícios físicos.

O Metropolitano, gerenciado pela Pró-Saúde, durante seis meses prestou assistência a um grupo de colaboradores na realização de exercícios físicos com apoio nutricional e psicológico, além de tratamento fisioterapêutico. Os profissionais também receberam orientações voltadas a prevenção de doenças cardiorrespiratórias e distúrbios gastrointestinais.

“O desafio propõe auxilio no controle do peso e u aumento da conscientização individual sobre ações que ajudem na prática de uma vida mais saudável. Por meio dessas ações, eles evitam o ganho excessivo de peso, ganham mais resistência muscular, melhoram a produtividade e concentração, o que resulta em mais qualidade de vida dentro e fora do ambiente de trabalho”, destaca o fisioterapeuta Luiz Augusto, da Medicina do Trabalho.

Por meio de atendimento psicológico os colaboradores participaram de rodas de conversa para a troca de informações para entenderem seus principais desafios e aprenderem sobre mudanças de hábitos que impactam na melhoria da saúde física e mental.

Junto a equipe de fisioterapia, todos os participantes realizaram tratamento funcional com atendimentos personalizados, além de programações com corridas, aulas de dança, caminhadas e treinos. Durante as aulas de meditação, os profissionais realizaram exercícios respiratórios e de relaxamento para o estímulo cognitivo e diminuição de tensões articulares.

A partir de uma alimentação personalizada pela equipe de nutrição, os colaboradores receberam, ainda, orientações para seguir no dia a dia, uma dieta com opções de refeições saudáveis e acompanhamento nutricional mensal pelo Serviço de Nutrição e Dietética do HMUE.

“Os exercícios, a dieta e o atendimento psicológico fizeram a diferença no meu resultado. Eu gostei muito e recomendo para todos. Participamos de atividades dentro e fora da unidade e achei muito importante essa atenção de uma equipe com muitos colaboradores”, descreve Romilson Silva, colaborador do HMUE.

Com práticas mais saudáveis e adoção de uma alimentação regrada, os colaboradores tiveram resultados positivos com a redução do índice de massa corporal, diminuição de peso, melhora da autoestima e produtividade, redução da taxa de absenteísmo e medidas preventivas para sedentarismo e outras doenças.

O Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência é referência no tratamento de média e alta complexidades em traumas e queimados para a região Norte, pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O HMUE recebe pacientes da Região Metropolitana de Belém, de diferentes municípios do Pará e também de outros estados. Em 2019, realizou mais de meio milhão de atendimentos, entre internações, cirurgias, exames laboratoriais e por imagem, atendimentos multiprofissionais e consultas ambulatoriais.

**Sobre a Pró-Saúde**

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade.

Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente, realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

Por:ascom@hmueprosaude.org.br 

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: