Motorista é preso por estuprar criança de 11 anos em Altamira

image_pdfimage_print

Homem fazia o transporte escolar na zona rural do município. Ele abusou da criança em dois dias seguidos

O motorista de transporte escolar Paulo de Araújo, de 48 anos, foi preso na tarde desta quinta-feira (28) acusado de estuprar uma menina de 11 anos na comunidade rural de Capembas, em Altamira, sudoeste paraense. O homem teria abusado sexualmente da criança dentro do coletivo por dois dias seguidos, fato comprovado após realização de exames médicos.

De acordo com Lucenilda Lima, coordenadora do Conselho Tutelar de Altamira, os abusos sexuais foram denunciados por telefone para o órgão, que passou a investigar o caso. Paulo fazia o transporte das crianças da região há algum tempo, atendendo várias localidades da zona rural do município. Na quarta-feira (20) da semana passada, ele teria aliciado a menina de 11 anos e, não satisfeito, repetiu a violência sexual no dia seguinte, dentro do ônibus, chegando a ameaçar a criança de morte caso ela não permitisse ou falasse sobre os abusos para alguém. “A menina, não aguentando mais, falou o que aconteceu para uma amiguinha. A outra criança então contou para a mãe dela, que gravou tudo e entrou em contato com o Conselho Tutelar, denunciando o caso”, disse Lucenilda Lima.

O caso foi encaminhado para a Divisão Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Altamira, que deu início às investigações. Após entrar em contato com a mãe da vítima e realizar os exames sexológicos na criança, os abusos foram confirmados. Os resultados dos exames então foram encaminhados à Justiça, que autorizou a prisão do motorista Paulo Araújo. No final da tarde de hoje, por volta das 17h, o homem foi localizado pela equipe coordenada pela delegada Lena Salgado Uchoa e encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil de Altamira.

Ainda segundo Lucenilda Lima, o motorista tem histórico de aliciamento de crianças e adolescentes durante seu tempo de serviço na zona rural de Altamira, mas dessa vez, o caso foi denunciado ao Conselho tutelar. A conselheira ressalta a importância da denúncia pelo disque 100. “Não importa a forma, é muito importante que esse tipo de caso chegue ao conhecimento das autoridades. Não podemos deixar nossas crianças passar por esse risco de morte. É preciso haver mais informação dentro da sala de aula, para que as próprias crianças saibam se proteger desse tipo de pessoas. Não é porque é em zona rural que não deve ter palestras sobre abuso sexual, pois esse crime acontece em qualquer lugar”, ressalta.

A menina vítima do abuso e sua família já estão recebendo apoio social e psicológico. O motorista segue em prisão preventiva na delegacia do município, à disposição da justiça, até o final das investigações.

Fonte: ORMnews.
“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: