MP debate com professores o futuro do Some em Santarém

image_pdfimage_print

Categoria é contra a implantação do ensino através de videoaula. Reunião aconteceu na tarde desta segunda-feira (3), na Ufopa.

O Ministério Público do Pará (MP-PA) esteve reunido no campus Amazônia da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), em Santarém, no oeste do Pará, na tarde desta segunda-feira (3) com professores da rede pública de ensino. A reunião tratou sobre a proposta da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) em substituir o Sistema de Organização Modular de Ensino (Some) pelo Sistema Educacional de Integração (SEI). A categoria é contra a implantação do SEI.

O Some que já existe há 36 anos no Pará, é a modalidade de ensino médio voltada para alunos de zonas rurais do estado. Os professores das áreas urbanas se deslocam para o interior, em geral, localidades de difícil acesso, para dar aulas.

Após a reunião, MP e professores definiram a data de 13 de abril para uma nova rodada de debates sobre os rumos do Some na região. Desta vez, o encontro será na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santarém (STTR).

A proposta do Sistema Educacional de Integração (SEI) é de que ao invés dos alunos terem aulas presenciais com professores de todas as disciplinas que compõem a grade curricular da base comum, as turmas contem apenas com a presença de um professor unidocente, ou seja, multidisciplinar, para orientar as videoaulas, que são repassadas através de um parelho de TV conectado à internet ao longo do período de 4h diárias.

Para o deputado estadual Airton Faleiro (PT) que já provocou uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Estado para tratar sobre os destinos do Some, o SEI é inovador, mas apresenta dificuldades técnicas e operacionais, pois as localidades rurais muitas vezes não têm acesso à energia elétrica, sinal de telefone e telecentros. “Com a implantação desse sistema, corre o risco de os alunos serem prejudicado por esses fatores. Imaginem um turma com apenas um docente e uma televisão, o que acontecerá com o futuro do Ensino Médio no campo?”, questionou o parlamentar.

Ainda não há data definida para a implantação do SEI no estado. Por enquanto, a Seduc realiza matrículas para o Sistema de Organização Modular de Ensino (Some).

Fonte G1 PA.
“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: