MPPA investiga ameaças a servidores de Tucuruí que teriam sido coagidos a fazer campanha eleitoral de prefeito

image_pdfimage_print

(Foto:Reprodução) – Mandados de busca e apreensão foram realizados nesta terça-feira (17) para recolher documentos que comprovem a denúncia de improbidade.

O Ministério Público do Pará (MPPA) realizou mandados de busca e apreensão em prefeituras e secretarias municipais de Tucuruí, sudeste do estado, nesta terça-feira (17). O G1 tenta contato com a Prefeitura de Tucuruí.

De acordo com o MPPA, as buscas tem como finalidade apreender documentos que comprovem uma denúncia anônima de que integrantes do alto escalão municipal estariam loteando cargos comissionados e temporários em troca de apoio político.

As informações anônimas repassadas alegam que a autarquia municipal Nossa Água teria reunido servidores entregue formulários para preenchimentos com dados dos eleitores municipais. Cada servidor teria recebido pelo menos 10 formulários e deveriam devolver preenchido, sob ameaça de serem exonerados.

A suspeita é de que a situação também esteja ocorrendo em secretarias e órgãos municipais, onde servidores estariam sendo coagidos a angariarem eleitores. Após o preenchimento das fichas, seria realizada uma reunião para que os servidores fossem informados das próximas ações que deveriam adotar para promover a campanha eleitoral do prefeito.

Por G1 PA — Belém

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: