Mulher morre em colisão ocorrida na saída de Marabá

image_pdfimage_print

Polícia irá, agora, apurar circunstâncias do acidente (Foto:Reprodução)

Uma mulher morreu em um acidente ocorrido, na tarde deste domingo (27), na saída de Marabá e em direção a São Domingos do Araguaia, na BR-230, às proximidades da sede de treinamento “Cabo Rosa”, do Exército. A colisão, por volta das 16 horas, envolveu uma camionete Hillux (onde estavam três pessoas) e um HB-20 (na qual viajavam cinco pessoas). Outras vítimas ficaram feridas. As informações são do Correio de Carajás.

Segundo a reportagem do Correio, um caminhão que transportava equipamentos de grandes dimensões trafegava na rodovia, possivelmente em direção a Carajás. Um automóvel batedor vinha à frente, para tentar alertar os condutores sobre a carga e o longo comprimento do caminhão. Os dois veículos envolvidos no acidente foram parar fora da pista, numa distância de cerca de 30 metros de um para o outro. A camionete, de placa OYQ-3828, de Juazeiro do Norte-CE, transportava três rapazes que trabalham com venda de semijóias e estariam retornando para seu Estado de origem. O dano maior foi com o HB-20, de placa OSW-2699, de Tucuruí-PA, na qual viajava a mulher que morreu. Outras duas vítimas também foram retiradas com graves lesões, sendo que uma delas ficou presa nas ferragens do veículo.

Bombeiros usaram motosserra para remover ferragens

O Corpo de Bombeiros foi acionado e os militares utilizaram motosserra para remover as ferragens e retirar o jovem, que apresentava sinais de fratura em uma perna e um braço. O policial rodoviário federal Magalhães disse que uma equipe da Polícia Militar chegou primeiro ao local, depois o Corpo de Bombeiros e, por último, a PRF. Ele contou que o que foi apurado preliminarmente é que a camionete seguia em direção a São Domingos do Araguaia, enquanto o HB-20 estava chegando a Marabá. “Aparentemente, segundo informações de terceiros, o condutor do HB-20 tentou ultrapassagem de um caminhão em faixa contínua e acabou colidindo de frente com a S-10. Mas isso ainda vamos analisar no processo pericial”, disse, ainda segundo a reportagem.

O cabo Queiroz, do Corpo de Bombeiros, disse que o trabalho para retirar a vítima das ferragens foi o mais célere possível e demoraram cerca de 40 minutos para conseguir tirá-lo de dentro do HB-20. “Infelizmente a moça veio a óbito, o que nos deixa tristes”, afirmou. Ainda conforme a reportagem, os ocupantes do HB-20 eram Leonardo Pereira Rocha, Michaele, Antonia Cláudia Lopes Santos, Mateus de Lima Rocha e Ana Carolina Costa e Silva, que faleceu. Cícero Pereira Vasconcelos disse que estava no banco de trás da camionete, dormindo, quando aconteceu o acidente. “Eu não vi como aconteceu. Quando acordei, já estava aqui fora da estrada”, contou, revelando que estavam seguindo de Marabá para o Ceará. Com a contradição de informações, apenas a perícia da PRF poderá determinar quem, de fato, estava na contramão e foi responsável pelo acidente, ainda segundo o Correio de Carajás.

Por:redação integrada

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: