Mulher tem celular clonado e registra caso na Policia em Novo Progresso

image_pdfimage_print

O crime aconteceu na tarde desta domingo ,28.(Foto:Via WhatsApp)

Amigas avisaram a vitima da clonagem.

Amanda dos Santos Silva , de 22 anos teve o celular clonado neste domingo dia 28 de junho de 2020 em Novo Progresso.
Segundo informações do boletim de ocorrência, a funcionária pública, foi avisada por amigas através do aplicativo WhatsApp, que estavam usando sua foto em perfil.
A vitima procurou a delegacia e registrou Boletim de Ocorrência para se precaver dos abusos que pode ser causado pela clonagem. A relatora alerta para os usuários que podem ser vitima deste crime, onde  uma pessoa desconhecida utiliza do seu acesso (aplicativo clonado)  para pedir dinheiro para familiares e conhecidos.

O caso está sendo investigado pela polícia.b5885fdf-9541-4c08-9cab-adcd31a85411

Alerta

Este não é o primeiro caso em Novo Progresso…..

Segundo a  Polícia , os criminosos obtêm dados da vítima, por meio de uma conta de telefone interceptada ou de um anúncio, por exemplo, adquirem um novo chip e conseguem usar o WhatsApp com o mesmo número e perfil. Com isso, ele se passa pela pessoa, conversa com os contatos dela e pede algum tipo de ajuda financeira, alegando precisar fazer um depósito ou outra transação bancária. Quando o aplicativo é instalado em outro aparelho, o usuário original não consegue mais acessar o programa. No entanto, até ele descobrir que aquele problema aparentemente técnico se trata de um golpe, pode ser tarde demais. Além disso, como a maioria possui uma vasta agenda, não é tão simples assim avisar a todos.

Leia mais:Você desconfia que seu WhatsApp foi clonado? Saiba como descobrir!

Segurança

Especialista orientam aos usuários deste aplicativo para impedir a clonagem, devem realizar um procedimento simples de segurança no próprio aplicativo. Nos celulares IOS, basta colocar na tela do WhatsApp, clicar em “ajustes”, “conta” e “verificação em duas etapas”. Já no sistema Android, deve-se entrar nas “configurações”, clicando nos três pontinhos que aparecem no canto direito da tela, seguindo também para “conta” e “verificação em duas etapas”. A partir deste ponto, nos dois modelos, o programa vai pedir a criação de uma senha ou “PIN” com seis dígitos, e também um e-mail, que servirá para recuperar esses números, em caso de esquecimento. “Existe uma forma muito fácil de se prevenir desse golpe. É uma segurança do próprio aplicativo. Quando você troca de celular, ele vai te pedir essa senha, e o bandido não vai tê-la”,orientou.

A prevenção é o mais importante, já que os crimes de estelionato são de “difícil e lenta apuração”.

Por:JORNAL FOLHA DO PROGRESSO
Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com e/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: