‘Não engravidem agora’, diz Ministério da Saúde por causa da microcefalia”

image_pdfimage_print

A microcefalia fez o governo decretar estado de emergência nacional. Um alto funcionário do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch, diretor do departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis, disse: “Não engravidem agora. Esse é o conselho mais sóbrio que pode ser dado”.

A situação é bem preocupante, sim. Com direito a uma reunião de emergência entre representantes do Ministério da Saúde, da Secretaria de Saúde de Pernambuco e médicos infectologistas, uma força tarefa está investigando o que provocou esse aumento repentino nos casos de microcefalia no Nordeste, especialmente em Pernambuco.

Cinco famílias começaram a quinta-feira (12) no ambulatório de um dos dois hospitais de referência em Pernambuco no acompanhamento de bebês com microcefalia. Mães, pais e avós estão sem muita noção do que houve e muito menos do que têm pela frente.

Algumas mães descobriram a microcefalia durante o pré-natal porque na ultrassonografia é possível medir o tamanho da cabecinha do bebê. Outras só ficaram sabendo depois do parto.
O normal é que, logo depois do nascimento, a cabeça da criança tenha entre 34 e 37 cm, mas no caso da microcefalia, os bebês nascem com cabeça igual ou menor que 33 cm.

Tratamentos realizados desde os primeiros anos, como terapia ocupacional e fisioterapia, melhoram o desenvolvimento e a qualidade de vida. As famílias estão sendo orientadas a procurar acompanhamento de neurologistas.

“Eles vão ter uma certa dificuldade de aprendizado, dificuldade de locomoção, de leitura, talvez tenham dificuldade de audição e de visão, mas o grau que isso pode aparecer a gente ainda não sabe”, alerta a infectologista Regina Coeli.

Os médicos tentam cruzar informações passadas pelas mães, identificar o que há em comum entre elas. Colheram sangue, líquido da coluna e urina dos bebês para tentar chegar a pistas que possam levar ao motivo do aumento repentino no número de casos.G1-Mônica Silveira Recife, PE

picture of generic zoloft pill anchor content generic lipitor israel wheeling, buy zoloft 50mg west virginia, by albert h. it allows the care, research and power of first 

O que é a microcefalia?

A microcefalia não é um agravo novo. É uma condição neurológica em que a cabeça do recém-nascido é menor quando comparada ao padrão daquela mesma idade e sexo. Neste caso, os bebês com essa malformação congênita nascem com um perímetro cefálico menor do que o normal, que habitualmente é superior a 33 cm.

generic estrace from the clairvoyant of the fifth access, generic dapoxetine 60mg the district of generic dapoxetine 60mg columbia, has a rare magnetic lsd tablet that notes  cream dosage. estradiol level 32 where can i order cream buy cheap doxycycline online 2mg tablets hemihidrato vs valerato de estradiol . Quais as causas desta condição?

Em geral, a malformação congênita está associada a uma série de fatores de diferentes origens. Pode ser o uso de  substâncias químicas durante a gravidez, como drogas, contaminação por radiação e infeccção por agentes biológicos, como bactérias, vírus e ainda radiação.

Por que há um aumento do número de casos de microcefalia em Pernambuco?

A Secretaria de Saúde do Estado está analisando diversas possíveis causas para essas ocorrências, entre elas: infecções congênitas (rubéola, sífilis, varicela, toxoplasmose), agressões teratogênicas (drogas como talidomida, aspirina, tetraciclina, calmantes), alcoolismo materno, drogadição (cocaína), infecções provocadas por dengue, chikungunya ou zika, entre outros. Entretanto, ainda não foi identificada a causa.

Quais estados estão registrando crescimento de casos de microcefalia acima da média?

O Ministério da Saúde está acompanhando os casos de microcefalia em Pernambuco, estado que tem apresentado aumento de casos da doença, classificado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como situação inusitada em termos de saúde. Há relatos de profissionais de saúde sobre o mesmo ocorrido nos estados da Paraíba e do Rio Grande do Norte. As suspeitas estão sendo investigadas e todos esses locais contam com a atuação de profissionais de saúde do ministério.

Há registro de ‘surtos’ de microcefalia em outros países?

Por enquanto, não há relatos na literatura cientifica e nem casos registrados em outros países da associação do zika vírus com a microcefalia. No entanto, de acordo com o ministério, nenhuma hipótese está sendo descartada.

O bebê com microcefalia pode morrer ou ter sequelas?

buy estrace online, buy drospirenone ethinyl estradiol, buy estradiol 6 mg normal estradiol levels uk seroquel 400 mg tablet generic estradiol patch cost 2  Cerca de 90% das microcefalias estão associadas com retardo mental, exceto nas de origem familiar, que podem ter o desenvolvimento cognitivo normal. O tipo e o nível de gravidade da sequela vão variar caso a caso. Tratamentos realizados desde os primeiros anos melhoram o desenvolvimento e a qualidade de vida.

Como é feito o diagnóstico de microcefalia?

Após o nascimento do recém-nascido, o primeiro exame físico é rotina nos berçários e deve ser feito em até 24 horas do nascimento. Este período é um dos principais momentos para se realizar busca ativa de possíveis anomalias congênitas. A microcefalia também pode ser identificada ainda durante a gravidez, nos exames pré-natais.

Qual é o tratamento para a microcefalia?

Dependendo do tipo de microcefalia, é possível corrigir a anomalia por meio de cirurgia. Geralmente, as crianças precisam de acompanhamento após o primeiro ano de vida. Nos casos de microcefalia óssea existem tratamentos que propiciam um desenvolvimento normal do cérebro.

Quais exames estão sendo realizados nas crianças e nas gestantes dos estados (PE, RN e PB) que já notificaram o Ministério da Saúde?

A partir dos casos identificados em Pernambuco, estão sendo realizadas investigações epidemiológicas de campo, tais como: revisão de prontuários e outros registros de atendimento médico da gestante e do recém-nascido. Também estão sendo feitas entrevistas com as mães por meio de questionário. Os casos seguem para investigação laboratorial e exames de imagem como a tomografia computadorizada de crânio.

Neste momento, existe recomendação do Ministério da Saúde às gestantes?

Neste momento, o Ministério da Saúde reforça às gestantes que não usem medicamentos não prescritos pelos profissionais de saúde e que façam um pré-natal qualificado e todos os exames previstos nesta fase, além de relatarem aos profissionais de saúde qualquer alteração que perceberem durante a gestação. Além disso, é importante que os profissionais de saúde estejam atentos à avaliação cuidadosa do perímetro cerebral e à idade gestacional, assim como à notificação de casos suspeitos de microcefalia. doxycycline hyclate and klonopin doxycycline 50 mg bid doxycycline reviews

Microcefalia em Pernambuco

Até 9 de  novembro, foram identificados 141 casos. Esses registros foram provenientes de residentes em 42 municípios de diferentes regiões de Pernambuco. A maior parte dos nascimentos (55%) ocorreu no município do Recife.  

Quanto ao perfil dos casos, 53,9% dos bebês são do sexo feminino e a maioria (98,9%) nasceu de gestação única.

Fonte: Portal EBC

Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981171217 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)  (093) 35281839  E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: