Novo Progresso está coberto de fumaça

image_pdfimage_print

Novo Progresso tem o maior número de focos de incêndio registrados nos últimos anos.

“Obs. As fotos foram colhidas ao meio dia desta segunda-feira(18/08)”.

A prática de queimar os campos para a limpeza do solo antes do plantio da lavoura ou das pastagens é comum no Brasil nos meses de agosto e setembro, torna-se nos últimos anos um sério problema ambiental, sobretudo no sudoeste do estado do Pará.

Novo Progresso  lidera o índice de desmatamento e agora de focos de incêndio registrados na última semana.

Conforme contato com Ministério do Meio Ambiente os focos de incêndios estão sendo localizados pelo satélite referência do Sistema de Monitoramento de Queimadas e Incêndios do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais),  que deve anunciar em breve os números e os municípios com maior índice de incêndios no Pará.

Conforme informações coletadas pelo jornal Folha do Progresso, a maior quantidade de focos de incêndios  estão entre o norte de mato grosso e o sudoeste do Pará.

Os focos de incêndio além de deixar um clima mais quente, o calor com a fumaça provoca mal estar, na cidade de Novo Progresso as ruas estão tomadas por poeira e a sensação é de mal estar, difícil até para respirar. A fumaça com a poeira torna-se um problema de saúde pública.

O período considerado seco na região vai de julho a novembro, os meses de Agosto e Setembro são os mais secos, neste meio  tempo, sempre cai algumas pancadas de chuva esparsas pela região,  o que faz secar mais ainda a vegetação que fica propicia  para incêndio.

A SEMMA (Secretaria de Meio Ambiente)  de Novo Progresso informou que a queima contínua, está autorizado somente nos assentamentos “Santa Julia e Nova Fronteira”. Em outras propriedades somente são liberadas autorização de Limpeza de Pasto e queima de lera. Em áreas que pertencem ao município de  Altamira não é responsabilidade de Novo Progresso e a Flona do Jamanxim a presidente da entidade “Monica Correa” é quem pede  a autorização para o ICMBIO, para a queima de pasto, informou.

O Secretario de Meio Ambiente não soube informar a quantidade de pasto e leras licenciados para queimar em hectares no município de Novo Progresso.

Em áreas  embargada é proibido.

Fonte/Fotos: Redação Jornal Folha do Progresso

Publicado por Folha do Progresso fone para contato Cel. TIM: 93-81171217 / (093) 84046835 (Claro) e-mail para contato: folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: