Número de focos de incêndio em Novo Progresso marcou “Dia do Fogo”.

image_pdfimage_print

No Dia do Fogo , foi detectado focos em áreas protegidas, indígenas, urbanas, florestas, pastagens, agricultura entre outros.(Foto:Jornal Folha do Progresso)

Novo Progresso em Chamas

O Sistema de monitoramento de Queimadas e incêndios Florestais do Estado do Pará elaborado dois dias após do dia do fogo (em 12 de Agosto de 2019), apontou em Novo Progresso 327 focos de incêndio no “Dia do Fogo”, perdendo para o vizinho município de Altamira que liderou com 431.
Após o Jornal Folha do Progresso alertar para o Dia do Fogo, os satélites detectaram que não somente Novo Progresso, mas a região em sua imensidão esta queimando.

Dia do Fogo em Novo Progresso (Foto: Jornal Folha do Progresso)
Dia do Fogo em Novo Progresso (Foto: Jornal Folha do Progresso)

Os Jornais importantes do Brasil destacam para os focos de incêndios na Amazônia em números alarmantes.
Em Novo Progresso dia 10 de Agosto data do “Dia do Fogo”, foi detectado um número considerável de focos de incêndio, números monitorados pela SEMAS-PA  apontou a disputa pela liderança; em 1º  Altamira com 431 focos, em 2º Novo Progresso com 327  focos.

Bolsonarianos

Para muitos produtores de Novo Progresso, o Presidente da República Jair Bolsonaro, vai encontrar uma saída em aliviar a dor das multas, incentivar a produção nas terras produtivas da Amazônia. As palavras do Presidente incentiva os produtores, assim como a recusa do dinheiro do fundo Amazônia pelo Brasil, foram atitudes  bem aceitas entre a categoria.

Clique aqui e Veja o ranking no Dia do Fogo.

Semas-PA
Conforme o “Boletim de Monitoramento de Queimadas 2019”,  a situação atual de queimadas e incêndios: No período entre os dias 09 de agosto e 11 de agosto de 2019, 1457 focos de queimadas foram detectados pelo Satélite AQUA_M-T (Satélite de Referência), distribuídos em mais de 15 municípios do estado do Pará. Altamira, Novo Progresso, São Felix do Xingu, Itaituba e Jacareacanga foram os grandes destaques, por terem registrado elevados números de focos de queimadas, respectivamente 431, 327, 288, 137 e 81 focos cada.

(Foto:Reprodução SEMMAS)
(Foto:Reprodução SEMAS)

Abaixo o quadro com a distribuição detalhada por município. Em termos de cobertura da superfície 1091 focos de queimadas foram detectados em áreas consideradas com de floresta densa e 366 em outras áreas (perímetro urbano, floresta menos densa, pastagem e agricultura, entre outros).

[Vale lembrar que o território imenso de Altamira, boa parte está nos arredores do município de Novo Progresso , com certeza lidera o ranking do fogo]

Áreas protegidas

O mesmo sistema do estado que monitora os focos de queimadas ,detectou nas áreas protegidas do estado do Pará no Dia do Fogo, entre período (09/08 a 11/08/2019),  599 focos de queimadas, destes, 301 focos em Unidades de Conservação Estadual, 245 focos em Unidades de Conservação Federal e 53 focos em Terras Indígenas, veja as informações detalhadas dos locais de ocorrência dos focos , na imagem abaixo.

Na Floresta Nacional do Jamanxim foram detectados 136 focos.

Números em áreas protegidas (Reprodução SEMMAS)
Números em áreas protegidas (Reprodução SEMAS)

Impacto

Agamenon Menezes(Reprodução)
Agamenon Menezes(Reprodução)

Lideranças dos diversos setores da produção rural ignoram os focos de incêndio mesmo convivendo com ele no dia-a-dia.  Como é o caso do Sr. Agamenon Menezes,  Presidente do Sindicado dos Produtores Rurais de Novo Progresso, que disse ao imprensa nacional que nada está acontecendo aqui em Novo Progresso, que a divulgação do Jornal Folha do Progresso é absurda e equivocada.

Veja nota

Alguns produtores confirmaram que estavam recebendo a convocação na base do boca a boca, mas Agamenon Menezes, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Novo Progresso negou que isso ocorreria.

Contradição
Nesta semana o líder rural “Agamenon Menezes”, participou de programa na Rádio Comunitária do apresentador Edio Rosa no momento do Produtor Rural, onde  o propicio Agamenon reclamou que está difícil para respirar, muita fumaça,  reclamou.

Ministério Público

O ministério Público de Novo Progresso através do Promotor “Sr. Gustavo de Queiroz Zenaide” diante da reportagem do Jornal Folha do Progresso com titulo “Dia do Fogo”, abriu sindicância e o Delegado Dr. “Daniel Mattos Mathias Pereira” ficou responsável pelo inquérito. Segundo Daniel, ouviu três pessoas e devolveu o inquérito para o Ministério Público, onde não constatou uma orquestra para o dia do fogo.

Boletins Policiais
Na delegacia de policia de Novo Progresso, diariamente os trabalhos são direcionados aos inúmeros B.O [Boletim de ocorrência], onde os produtores reclamam de suas pastagens, invadidas pelo fogo, sempre apresentam culpado, ninguém assume autoria. Em média de seis(6) a dez (10) boletins diários são reclamados na delegacia.

Secretaria de Meio Ambiente

Segundo informações do Secretário Municipal de Meio Ambiente Sr. Juliano César Simionato, nesses últimos dias os produtores rurais estão protocolando na SEMMA-NP Boletins de Ocorrência e Denúncias relatando o fogo em suas propriedades. Os mesmos seguem do protocolo para o departamento de fiscalização, para se necessário tomar as medidas cabíveis conforme a legislação ambiental vigente.

Leia Também:

As nuvens de fumaça encobrem a região de Novo Progresso. Segundo especialistas em apagar fogo, sem Corpo de Bombeiros no município,  o ponta pé inicial para o fogo foi dado, agora somente uma tromba d’água para acalmar a fumaça que é o rastro do fogo.

Número de focos de incêndio em todo o Brasil neste ano já é o maior desde 2013.
De 1.º de janeiro a este domingo, 18, foram registrados 71.497 focos em todo o País – alta de 82% em relação aos 39.194 focos registrados no mesmo período do ano passado. O recorde anterior era de 2016, com 66.622 registros no mesmo período. Os dados são do Programa de Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Imagens de satélite mostram caminho da fumaça da Amazônia para o Sudeste e Sul do País. Cada cruz é um foco. Crédito: Programa Queimadas / Inpe
Imagens de satélite mostram caminho da fumaça da Amazônia para o Sudeste e Sul do País. Cada cruz é um foco. Crédito: Programa Queimadas / Inpe

Para outras informações, inclusive estatísticas, consultem a página do INPE no seguinte endereço: http://sigma.cptec.inpe.br/queimadas/

Fonte: JORNAL FOLHA DO PROGRESSO

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: WWW.folhadoprogresso.com.br   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br e/ou e-mail: adeciopiran_12345@hotmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: