Padre desaparece e envia mensagem pedindo socorro

image_pdfimage_print

Pároco saiu para um velório e meia hora depois encaminhou pedido de socorro, mas a mensagem só foi visualizada quase três horas depois –  (Foto:Reprodução)

Um padre desapareceu em João Pessoa (PB) no final da manhã da terça-feira (13) e vem sendo procurado pela polícia. José Gilmar Moreira, de 46 anos, havia saído para atender a um velório, mas não chegou ao local e por volta do meio-dia enviou uma mensagem a um amigo pedindo socorro. Ele é natural de São Paulo, mas desde janeiro deste ano faz parte da Paróquia de Santa Teresinha, no Alto Róger, na capital paraibana.

De acordo com Maria Victor, funcionária da Paróquia Santa Teresinha, a casa paroquial tomou conhecimento do desaparecimento durante a tarde de ontem. Ela afirmou que o padre saiu para um velório por volta das 11h30 e às 12h30 enviou uma mensagem para um amigo, que também é seu irmão de missão, pedindo socorro. Contudo, a mensagem foi visualizada somente às 15h e, a partir de então, integrantes da paróquia saíram em busca do pároco.

A funcionária informou também que nos últimos dias padre Gilmar não apresentou comportamento que indicasse que ele estava recebendo ameaças. A família do desaparecido já tomou conhecimento do ocorrido e segue aguardando as buscas.
Boletim registrado

Um boletim de ocorrência foi registrado no final da tarde da terça-feira na Delegacia de Crimes Contra Pessoa de João Pessoa. Ao UOL, Keilla Melo, superintendente substituta da PRF na Paraíba, informou que a Polícia Federal está analisando imagens dos circuitos dos sistemas operacionais pela região e constatou que ontem, no início da tarde, um carro com as características semelhantes ao do Padre Gilmar passou pela cidade de Mata Redonda, sentido Pernambuco.

Entretanto, ainda não há confirmação de que se trata realmente do veículo do padre, porque a placa não estava totalmente legível. “Estamos com equipes fazendo buscas nas rodovias, para verificar os que possuem circuitos internos de câmeras de segurança”, concluiu a superintendente.

A Polícia Civil destaca que qualquer informação sobre o caso pode ser enviada de forma anônima pelo Disque 197.

(Com informações do portal UOL)

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: