Pará chega a 102 casos do novo coronavírus

image_pdfimage_print

(Foto:Marco Santos / Agência Pará) – A atualização foi feita pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), à 0h30 desta segunda-feira (6).

A Sespa confirmou, na madrugada desta segunda-feira (6), mais 16 casos de covid-19 no estado, após confirmar a segunda morte, no final da noite de domingo

O Pará chegou tem 102 casos confirmados de covid-19, a doença causada pelo coronavírus sars-cov-2. A atualização foi feita pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), à 0h30 desta segunda-feira (6). Foram anunciados 16 casos positivos de uma só vez.

Dos 16 diagnósticos positivos, 15 foram em Belém e outro em Ananindeua. Dos 102 casos, a capital concentra 76 ocorrências. A Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma), mais cedo, havia informado que a capital tinha 61 casos confirmados.

Entre os novos casos, a Sespa incluiu a mulher de 50 anos, de Belém, que foi a segunda vítima a morrer de covid-19. A primeira foi uma senhora idosa, de 87 anos, moradora de Alter do Chão, em Santarém.

A Sespa deve dar mais informações pela manhã. Como passaram de 100 casos antes que a “quarentena” inicial de 15 dias — cujo prazo já havia acabado no sábado (3) — fosse oficialmente encerrada pelo Governo do Estado, há uma expectativa de que as medidas preventivas sejam ampliadas e estendidas, a partir desta segunda-feira.

Alguns órgãos públicos já foram informados de que os serviços seguem suspensos. A Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) foi a primeira instituição de ensino a declarar que as atividades acadêmicas seguem suspensas por tempo indeterminado.

O que fazer

As recomendações do Ministério da Saúde são: lavar bem as mãos e pulsos ou usar álcool gel para higienização; evitar contatos físicos desnecessários, cobrir boca e/ou nariz ao tossir e/ou espirrar; não compartilhar alimentos e/ou talheres; higienizar estações de estudo ou trabalho; ao retornar de viagens onde há casos confirmados, com ou sem contato com casos suspeitos, é importante acionar os órgãos municipais de saúde e se afastar de atividades de estudo ou trabalho por, pelo menos, 14 dias. Os principais sintomas são febre, falta de ar e tosse seca.

Para manter a população informada a respeito do novo coronavírus, o Ministério da Saúde atualiza, diariamente, os dados na Plataforma IVIS, com números de casos descartados e suspeitos, além das definições desses casos e eventuais mudanças que ocorrerem em relação a situação epidemiológica. Os dados locais do Pará são atualizados, pela Sespa, em boletins especiais, que saem pelo Twiter.

Durante 24 horas por dia, a Prefeitura de Belém mantém o telefone (91) 98417-3985 para informações gerais e casos de suspeitas de covid-19. Há outros canais, para situações menos urgentes, que funcionam de 8h às 22h: (91) 3184-6110, (91) 98568-3067 e (91) 98568-6203. Nas redes sociais da Prefeitura há também informações oficiais sobre a doença e formas de prevençã

Por:Victor Furtado, com informações da Sespa e da Sesma

Envie vídeos, fotos e sugestões de pauta para a redação do JFP (JORNAL FOLHA DO PROGRESSO) Telefones: WhatsApp (93) 98404 6835- (93) 98117 7649.

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro) -Site: www.folhadoprogresso.com.br   e-mail:folhadoprogresso.jornal@gmail.com/ou e-mail: adeciopiran.blog@gmail.com

 

 

 

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: