Pará foi o segundo Estado que mais avançou no Ideb.

image_pdfimage_print

O Pará registrou em 2015 o seu melhor desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb) no ensino médio desde 2009. Segundo os resultados da avaliação divulgados na semana passada pelo Ministério da Educação, em Brasília, em mais de um quinto das Unidades da Federação, dentre elas, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Rio de Janeiro, a nota do Ideb do ano passado foi inferior à da última avaliação, em 2013. Em todo o Brasil, inclusive, o Ideb de 2015 (3,7) no ensino médio não sofreu alteração em relação às avaliações de 2013 e 2011.
De acordo com o MEC, o Pará obteve o segundo maior crescimento Ideb 2015 e, com o resultado, subiu quatro posições no ranking nacional em comparação com os dados da avaliação de 2013. Em 2013, o Pará ocupava a 26ª colocação, enquanto em 2015 o Estado subiu para o 22º (junto ao Mato Grosso), passando de 2,7 para 3,0 no Ensino Médio, à frente de Alagoas, Bahia, Rio Grande do Norte e Sergipe.
O acréscimo de 0,3 ponto fez com que o Estado registrasse variação igual ou superior ao Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.
A secretária estadual de educação, Ana Claudia Hage, destacou que os resultados do Ideb  apontam evolução em todos os níveis avaliados –  dos anos iniciais e finais do ensino fundamental ao ensino médio. Nos anos iniciais do ensino fundamental, o Ideb passou de 3,6 para 4,2 entre 2013 e 2015, superando a meta de 4,1. Já nos demais segmentos, o Estado apresentou desempenho superior ao último Ideb, mas não suficiente para alcançar as metas.
“Estamos comemorando porque avançamos, o que é um sinal que estamos no caminho certo, pois fomos o segundo Estado que mais cresceu no ensino médio, apesar de 2015  ter sido um ano atípico na educação no Pará. Tivemos 73 dias de greve,  mas tivemos uma nota maior em relação ao Ideb anterior. Isso se deve a um esforço coletivo, de  professores, técnicos, especialmente da dedicação dos nossos alunos, que abraçaram nossos projetos se preparando para a prova Brasil. Então esse resultado é uma grande vitória da sociedade paraense”, avaliou a secretária.
De acordo com ela, o Estado já colhe os bons resultados do Pacto pela Educação, lançado em 2013, quando o Pará registrou nota 2,7. “Houve especial evolução nos resultados alcançados pelos Municípios-Piloto do Pacto pela Educação. Um exemplo é Ulianópolis, no sudeste paraense, que obteve destaque como melhor desempenho estadual, com nota 5,9 nas séries iniciais e 4,6 nas séries finais do ensino fundamental”, destaca a secretária.
“Com nota 4,2 nos anos iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º) o Pará superou a meta projetada para 2015, que era de 4,1 para a rede estadual de ensino. Foi melhor, com Ideb de 4,5 e meta 4,1 em 2015”, disse. Nas séries finais (6º ao 9º ano) houve crescimento de 0,2 com índice de 3,2 . “Os desempenhos apresentados são um indicativo de que a educação do Pará está no rumo certo, sendo importante destacar que a melhora nos resultados deu-se em relação a todos os itens que compõem o Ideb, proficiência em língua portuguesa, matemática e também em relação ao fluxo”, informa.

ORMNEWS

“Informação publicada é informação pública. Porém, para chegar até você, um grupo de pessoas trabalhou para isso. Seja ético. Copiou? Informe a fonte.”
Publicado por Jornal Folha do Progresso, Fone para contato 93 981177649 (Tim) WhatsApp:-93- 984046835 (Claro)   E-mail:folhadoprogresso@folhadoprogresso.com.br

error: Jornal Folha do Progresso
%d blogueiros gostam disto: